Olá olá! Devido ao sucesso da nossa Podcast horrenda da semana passada, gravamos outra! Sim! Será semanal! (tentaremos pelo menos) Toda quarta feira prepare seu penico, ops digo ouvido e venha aqui no blog puxar o mp3 pra ouvir no ônibus e dar aquela paqueradinha (piada interna Podcast #1) HÊ!
Como é muita gente no blog dividimos da seguinte forma: Babs apresentadora ranhenta + 2 garotas geeks + convidado (ou mais uma garota geek) e como estamos com apenas 1 de XP no quesito podcast começaremos devagar com duração máxima de 15 a 30 minutos, não vamos colocar no site o besteirol integral PORQUE NÉ! HEUEHUEHEU gostamos de vocês!
A cada semana uma de nós será responsável por sugerir um tema e elaborar pautas, começamos por ordem alfabética, semana passada fui eu (Babs) essa semana é a Deborah, ela escolheu o tema “ser nerd”:

Sernerd? hein Serguei? hein? trocadilho infame?


- “modinha ser nerd”
- Como definir um nerd
- bullying na escola
- “smart is the new sexy”?
- Estampas nerds
- a diferença entre ser nerd hoje e ser nerd há alguns anos

Nosso convidado para esse CHAT CHAT CHAT LAAAAINE *efeito de eco* super descontraído foi o Luiz do blog Tédio Digital.

Play

Assine o Feed
Assine no iTunes

PS: nossa mascote tá linda na imagem destacada do post né? Tudo porque a Mel enquanto dirige caminhões na estrada também pratica desenho e cursa Design à distância na UNESP. HEUHEUHEUE
PS2: É UM VIDEOGAME! (PIADA VÉIA DETECTED)
PS3: (não repetirei a piada playstation) quem já dormiu com a programação da TV aberta e acordou assustado com o CHAT CHAT CHAT LAAAAINE *efeito de eco* ? HEUHEUHEUE agora essa bagaça ganhou o upgrade de firmware e virou SUPERPAPO. cacilds! fica pra um post WTF


Quem escreve? Babs


Paulistana, nanica, nerd, especialista em edição de imagem e edição de waffle (Palmirinha que se cuide). Gosta de gadgets super hightechs, mas seu brinquedo favorito é o Cubo mágico. Casada com um Alienware Aurora (foi amor ao primeiro frame da ATI HD 5870), vive competindo com a Minhoca pra ver quem dorme por último, e sempre ganha porque afinal de contas dormir não dá XP nem upa skill.

Categorias: Podcasts

Comentários

  1. Waydson VF disse:

    Nerd Poser ! kkkkkkkkkkkkkkkkk “Pessoalmente eu gosto de garotas de óculos, minha namorada usa óculos mas ela não é nerd(geek), não mesmo..!

  2. Carolina disse:

    Me sinto super sozinha na escola, tenho meu grupo lá, e as vadias começaram a atacar :(

    1. Laryssa *-* disse:

      É verdade :| Toda menina geek/otome/gamer/nerd sofre na mão da bicthes acreditem, elas parecem lobos raivosos querendo acabar com tua vida/felicidade. Mas eu aprendi a dar Hadouken e tudo se resolveu :)

  3. Gostei do podcast. Convido vocês para lerem o post que fizemos sobre os tipos de NERDS no nosso site. Continuem o bom trabalho.

  4. Líryan disse:

    Interessante esta postagem, pena que não cheguei “em tempo”. Falando sobre os comentários, num geral, sobre existir uma moda de ser nerd, (em casa que irei ouvir na íntegra) vou na contra mão de pensar que exista de fato uma “moda de ser nerd”. Pois penso que é meio complicado fingir gostar de ficar em casa reinstalando sistemas operacionais ou revendo séries antigas enquanto as outras pessoas estão se acabando pulando carnaval ao som de axé. Assim como penso que não se finge querer economizar para comprar aquela placa de vídeo ao invés de gastar a grana um vestido ou trocando rodas do carro. Tão pouco se finge gostar de passar horas e dias naquele jogo ao invés ir ver novela ou ficar em um boteco bebendo cerveja e vendo futebol. Nem se finge divertir mais vendo um filme zumbi que vendo aqueles romances e novelas intermináveis.

    Cosntantemente eu me perco um pouco nesta de “o que é nerd” ” o que não é nerd?”. Sempre muito mais me classificaram como nerd do que eu me entenda um. Mas ai entra a questão do rótulo, que é quase sempre uma alcunha direcionada. Pode-se aceitar ou não esta alcunha mas ela geralmente parte de alguém para identificar algo que ela não partilha ou está inserida. Muitas vezes penso que falam que sou nerd por causa dos meus óculos, mas um primo me diz sempre que tem muito mais relação com o fato de, aos sete anos, eu já preferir ficar em casa vendo Star Trek e jogando Atari do que estar na rua brincando de bola com as outras crianças.

    Claro que isso, na infância, gera uma separação das outras crianças, e na escola não é diferente. Sempre fui aquela pessoa “no fundo”, que não aparece, que não está nos grupinhos “legais” e que no intervalo do colégio ia correndo para a biblioteca como se mais alguém daquela escola inteira fosse querer pegar algum livro do Júlio Verne. Só que a maneira como se encara isso é bem pessoal, eu nunca vi problemas na solidão que isso confere.

    O que percebo que acontece hoje é que os meios de comunicação passaram a nos permitir expressarmos de maneiras mais abrangentes e com isso encontrarmos (mundo afora) pessoas com afinidades. Ou seja, não digo que se aumentou as proporções de nerds do mundo, apenas possibilitou que se encontrassem.

  5. Tem feeds para itunes os podcasts?

  6. guilherme disse:

    PORR 80 COMENTARIOS OMFG

    vou baixar agora *-*

  7. Taly disse:

    Olhaê! Já tão melhorando. Tudo bem que é o #2, mas… né? Tem que incentivar ^^”

    Adoro o blog de vocês. Sempre que posso, normalmente nos intervalos do lerê lerê, dou uma passada aqui pra ver o que temos de novo (ou não).

    O mais legal de tudo é que bullying não existia antigamente. Era apenas uma “tirada de onda” por parte dos seus “coleguinhas” com você, que algumas vezes a tia da escola participava >.>

    E o lance das camisetas…. meus pais nunca deixaram eu ter uma maquininha de impressão de estampas #Morre T~T

  8. Gabriel disse:

    É impressão minha ou tem limites de respostas para comentários ?!

  9. Batboy disse:

    O verdadeiro Nerd sabe o que o dia 25 de Maio significa…

    1. Tais disse:

      DIA DA TOALHA!!!!!!!! \O/~~~~~~~~~~~~

    2. Babs disse:

      e que o dia 5 de novembro significa….

      1. Deborah disse:

        “Remember, remember, the 5th of november!”

        1. Gabriel disse:

          Uma verdadeiro nerd sabe o significado do dia 4 de maio….esse sim é o dia.

          1. Babs disse:

            12 de maio é meu aniversário

  10. Eu sofria com as garotas ‘patricinhas’ na escola porque eu fazia quadrinhos e jogava rpg e magic u.u

    1. Diógenes "DioCdZ" disse:

      Ai sim dei valor!Magic manda!

      1. Abilio Cardoso disse:

        Rpg e Magic hehe sofro olhares de retaliação até hoje (2012) hehe, mas pra esses momentos eu ligo o foda-se

  11. Thalita disse:

    Eu fazia estampa em casa também…Dessas que vc imprimia num papel especial, colocava na camiseta, e passava. Ficava horrivel, mas eu usava, e ainda abafava. A minha favorita era dos Cavaleiros do Zodíaco, que veio junto com o kit de estamparia, e era alto(auto?) relevo.

    1. Babs disse:

      Eu fazia estampa em casa também… (2 membros) HEUHEUHEU
      É NOIZ!

  12. Luh ~ disse:

    Agora funfou, Babs. ;*

  13. E quem diria! Ontem estava me perguntando “Quando vai sair outro podcast delas” e o que vejo? XD

    Sim, sou meio nova por aqui, e nem lembro mais como consegui achar o blog de vcs, mas estão oficialmente na minha lista quilométrica de sites que acesso toda vez que tenho acesso a um PC… ^^

    *sobre o tema do podcast: sim, desde sempre sou nerd, mas só caiu minha ficha há pouco tempo atrás… Tipo… Rindo de certas coisas que outros reles mortais JAMAIS entenderiam mesmo se explicássemos…*

  14. nunca me achei um nerd mas a minha amiga fala q sou, porem ela fala q sou um nerd descolado XD
    hauhauhauah…..

  15. Gabriel Castro disse:

    Eu sempre quis usar essas camisas de Estampas Nerds…SOMENTE NA CAMPUS PARTY QUE EU COMPREI A DO SCOTT PILGRIM (FTW)…agora as pessoas conseguem me reconhecer de longe, não pela altura (1,98) mas sim pela Camisa Vermelha do SP vs The World…Sempre me amarrei nessas camisas, so que nunca deram em mim (ForeverAloneintheSmallTShirt)..

  16. Ederson disse:

    Já deixei minha opinião do que eu achei do cast por e-mail mas.

    Acho que quem mais está aparecendo hoje é o geek, diferente do nerd, mesmo no Brasil alguns insistindo que não há diferença ainda acho que são diferentes sim.

    Com todas essas figuras épicas que vieram a mídia como Steve Wozniak, Kevin Mitnik, Bill Gates, Linus Torvalds, Mark Zuckerberg; estes se tornaram como os super heróis dos geeks, querendo assim cada um de nós um dia se tornar como eles, e graças a popularidade destes também a personalidade geek não é algo mais “tão estranho”, o que influencia muito também é o avanço tecnológico e a expanção da inclusão digital, não ficando mais estes dispositivos para apenas faculdades onde os chamados nerds da época eram encontrados porque estes eram os unicos lugares contendo onde podiam utiliza-los.

  17. Rapha disse:

    De vez em qdo eu finjo q não sou nerd por um tempo…
    Dae depois volta uma nerdice ÉPICA heheh

  18. Lucano Lobo disse:

    Adorei o cast, muito bom^^ um belo tema eh “como ser nerd no brasil”

  19. Robson Lima disse:

    Ei! Nem ouvi o #1 e já tem o #2? (eu sei, #fail corrigo isso eventualmente)
    enfim, ouvi e reouvi.
    Entao ser nerd é o que afinal? uma identidade de caráter psicossocial cultural e historicamente orientada? Beleza, isso até explica, sério. Mas deixa uma pontinha de “cara, sei não…” no fim.

    A modinha em cima do nerd me incomoda um tanto – assisto TBBT assumo, e SEI que existem no mínimo dois níveis de humor naquilo, o pros civis e pros nerds e qto mais hipertexto da cultura nerd vc tem, + se ri daquilo – nem tanto, pq afinal eu nem me vejo tanto nerd assim. Tá, sou, mas tb sou outras coisas e isso sempre ajudou a não PARECER um e como a Deb falou, aparência é tudo pros “de fora”. Eu uso/gostaria de usar camisetas nerd e coisas assim com orgulho, pq realmente me relaciono com aquela bagaça (ainda posto 1 fto c/ blusa da Samus 16-bits). tenho certo “nerdpride” mas isso ainda é meio alheio pra mim,saca? me chamo assim de tanto me chamarem assim e descobrir q meus interesses caíam nesse rotulo social e tal.

    uma camiseta do KISS te isola? gente, que lugar estranho esse q vcs vivem kkkk
    Pergunta: Seria Di o novo Entei?

    E não, smart is NOT the new sexy. A propria serie já tirou onda disso. kkk Se fosse eu era o maldito James Bond.

    to indo q tá gigante isso aqui =D

    bjs e abs meninas (e menino! hehehe), sucesso e loved it.

    PS: eu quero o tcc da Deb. É sério. sou graduando de ciencias sociais da UFPA e faço colecao de tcc – especialmente dos q lidam com questoes q gosto.
    PS2: nunca fiz uma camisa pelas minhas próprias mãos #foreveralone

  20. Fernanda @tarugaucha disse:

    HASUhausaUSH ta bem melhor que o primeiro xDD

    ”dai começou a paixão por caminhões” eu ri mt disso. q caminhões?
    SAUHHUSAHUSAUHSAUHUHSA
    estampas..nao faço em casa..tem uma loja que tem SÓ estampas nerds aqui na cidade *-* fico falida sempre (y)

    Eu tenho tumblr…mas nao tiro fotos pra postar la,escrevo e reblog só…e me chamam mt de nerd pq eu faço piadinhas com coisas de star wars,TBBT e gosto de jogos,rpg etc etc
    me considero ‘nerd’ pq vejo um bandicoisa desse estilo,gosto disso,me sinto bem assim,mas não o quanto queria ser..queria saber mais sobre pc e etc http,css these stuffs…
    e não sofri bullyng por isso,ou talvez tenha sido por isso..sei lá..fui maltratada nas escolas D:
    mas agora na facul é ‘Quebrou/deu pau?..chama a Fernanda que o povo do apoio demora demais…’ .-.
    adooro UHSuAHSuhA

    qria a memória da Deborah ‘-’ gostei mt do ‘monologo’ dela :D
    Uhuuu trollagem do cachorro o/
    Gostei mesmo da sua mini palestra ^^
    concordo e sempre falo sobre essa coisa doida que é ‘você faz um fake e se encontra,de verdade’ pq vc acaba meio que podendo colocar pra fora o que talvez vc nem saiba que tem dentro de si ou colocar pra fora algo que se vc não tivesse essa ‘mascara’ de nome e foto falso,vc não falaria,não iria expor…

    é..enrrolei pq eu ainda to ouvindo o podcast e é tarde. ASUHUHASuhsa
    espero nao ter falado besteira..
    A unica parte que me doi sempre..é o Dih,mas vcs fazendo ficar engraçado,e consigo relevar…

    e bjo pra quem IRÁ a campus party? uhasuhas

  21. Batboy disse:

    Cade o feed? odcast tem que ter feed senão não é podcast! Não estou conseguindo baixar usando Chome e Opera no Mac.

    1. Babs disse:

      poxa que bizarro! tava funcionando…. WTF ai parou de funfar refiz o code agora testei no chrome e no safari tá d enovo Oo (detalhe era o mesmo de antes oO) malz batboy (valeu pela dik)

      Feed e RSS são coisas que eu não manjo to lendo uns tutos aqui pra nao fazer cagads

      1. Tais disse:

        POR FAVOR BABS-SAMA, FAÇA UMA NEWSLETTER TAMBÉM! *O* porfavorporfavorporfavorporfavorporfavorporfavorporfavorporfavorporfavorporfavorporfavorporfavorporfavor!

  22. Luh ~ disse:

    Download fail. /fuuu

  23. Luh ~ disse:

    “O Firefox não sabe como abrir o endereço. O protocolo hhttp não está associado a nenhum aplicativo.”

    Tentei no IE e não deu também. ;-;

    1. Deborah disse:

      Eu tentei pelo Chrome e não consegui tbm… u_u

      1. Fernanda @tarugaucha disse:

        ‘Olááááááá’
        uahsuhas

        Eu consegui no firefox \o copiei o link e coloquei na barra de links,e deletei o primeiro ‘h’ pq o endereço ta hhttp://

        *ouvindo*

        ahh adorei o ‘podcast das garotasgeeks’ coma voz da babs *-*

  24. helinux disse:

    humm…interessante!!!!

  25. Dio CdZ disse:

    Tema sugerido:ANIME E MANGA ATEH ONDE PODEMOS CONSIDERAR COISA DE CRIANÇA OU EH COISA PRA ADULTO! (ISSO EU NUNCA ACHEI POIS AS LIÇOES DE MORAL E OS TEMAS TEOLOGICOS QUE SÃO PASSADOS NÃO SÂO NADA DE CRAINÇA EX:CAVALEIROS E SHAMAN KING “que alias eh um puta anime para nerds otakus espiritas como eh”)

    VALEU UM BEIJO PRA TODAS E CONTINUEM ASSIM!

    1. Deborah disse:

      Tema anotado, DIO CDZ que escreve como a Xuxa, no twitter. Mas tudo, bem, é só o seu jeitinho! hauhauhauhau Brinks!!!! Tema legal, sim! Temos muitas meninas que podem falar sobre esse tema com muita bagagem! XD

      1. Babs disse:

        e o legal é que tem eu e a deborah duas recalcadas que são contra anime pra balancear a mesa redonda e prestar serviços de trollagens!

        1. Deborah disse:

          Eu não ia colocar isso no comentário, mas é verdade: não gosto de anime. Já assisti alguns, ou seja, posso falar sobre! huahuahauhua troll detected.

          1. funras disse:

            se tu for clicando em responder o post so vai chegando pro canto? até que haja um post vertical?

          2. funras disse:

            não. #FAIL

        2. Diógenes "DioCdZ" disse:

          Eu perdou vcs!rsss
          Então eu proponho um tema assim :
          Rpg on line x Rpg de interpretação X Card Game quais são suas vantagens e desvantagem um em relação aos outros.

          Nossa acho q essa nerdei X plus alpha a decima potencia!rsss

          Ah espero ainda trombar a senhor do MAC autografado num PvP no WoW!
          Abraços!

      2. Diógenes "DioCdZ" disse:

        O.M.G! Pensa numa coisa q detesto eh XUXA!nossa graças a GoD of WAR q minha Mamis me proibia de assistir ela e me mandava brincar de lego (olha a nerdice na infanci) depois de mais grandinho ela dizia:___ Vai assistir os desenhos do Sbt ou manchete em bem mais interessante do que essa loira!rsss
        Detalhe nessa época simplesmente passava cibercops e jiraya e CDZ e la vai animes a rodo, na sagrada manchete e no sbt mega man e DBZ então dah vem meu vicio em animes!
        Porém acho legal pessoas q não são muito fanaticas comentarem o q sujeri pois, tem uma outra visão!
        Mais tb adimito q ultimamente toh mais interessado em WoW e Hqs mesmo destestando as historias que a Marvel e Dc e seus milhões de Multiversos!Isso me inrrita de mais!
        Isso eh oq me faz ainda gostar de anime pois anime e manga é akele universo e pronto acabou e tem começo meio e fim não eh infinito como as historias americanas!sei lah! jah falei de mais!abraços!

  26. Dio CdZ disse:

    Meu GOD!essa Podcast foi sensasional!vcs cada dia estão melhores!
    A parte sobre Saint Seiya “Cdz” foi otima e a complemento com o MEGA DRIVE!
    Muito foda espero um dia participar de uma pod com vcs!

  27. cedrik disse:

    escutarei com vigor e com muito ranho! =)

    1. Babs disse:

      EU SAREI JÁ TÁ!

  28. Hannah Reis disse:

    Nooossa Adorei esse Podcast!

    As pessoas te identificam antes de tu se identificar +1 =X

    Assim, isso é uma verdade….hoje ser “nerd” é modinha…qualquer um quer ser..Mas geralmente quem é nem sabe…rsrsr.. Antigamente eu era mto timida( não q eu seja hoje, + melhorei rs )Sempre gostei de coisas, que as meninas, não gostavam..enquanto eu queria jogar mario, comprar os cartuchos ( e eu soprava. é :B)as minhas outras amigas, queria batom, maquiagens, roupas. Nooh…sofri mto…mtas vezes era até excluida nas equipes de ed. fisica na escola, por que preferia ficar estudando e pans…e me achavam ruim…e pans. Até hoje qdo falo em tecnologia, por q entendo de Computacao e faço exatas…ainda me acham estranha..hsuahsuahsuahsuahsa
    Enfim…mas sou feliz com isso!
    Enfim… hoje tudo é ser nerd. Mas na realidade, os nerds nem querem ser taxados disso.
    Mta coisa ta mudada.. Mas acho q isso é fase.
    E só os fortes sobrevivem :D \o

    E que a força esteja com vcs! \o

    Bjs

    Ps: Fiz um desabafo. HAHAHA. =x

    1. Babs disse:

      Desabafo meu também: pra ser quem eu sou hoje (nerd) eu paguei um preço muito caro na infância (acho que todos nós sofremos na fase escola, mas alguns sofrem mais) ser a excluída porque sei tudo de mário mas o único esporte que eu jogava bem era queimada (sempre a última acostumada a fugir heiuheuieheui) mas acho que vale a pena… apesar de difícil é melhor assumir e gostar das coisas “estranhas” que nós gostamos do que tentar se encaixar em algum grupo, é mais difícil mas é mais DIGNIDADE BRASIL

  29. issogeek disse:

    Parabéns meninas pelo Podcast. Dica, faz um sobre Transformers, GI Joe e Thundercats (Ano’s 80 Feelings) ;)

    1. Deborah disse:

      *SPOILER – Se o tema não fosse “ser nerd” seria “Anos 80″. Então, uma dessas podcasts será desse tema sim!!!

  30. thothy disse:

    ser nerd é ser esperto
    gostar de anime e hqs
    ouvir uma boa musica
    nao é fika sentando no fundo da sala lendo gibi da monica mascando chiclete .
    é ter uma personalidade diferente e ser feliz sendo diferente .
    eu sou nerd e tenho orgulho de ser nerd !
    e tbm nao é uma” moda ”

    nem todos podem ser nerd ,so pq assiste the big bang theory.

  31. psysapiens disse:

    Muito bom!
    Não sou nerd mas gosto do universo de vcs e tb gostei do pod, vou ficar atento ao próximo!

    =D

    P.S. sobre a edição de áudio: corte os espaços sem som, fica mais dinâmico.(assim falou jovem nerd)

    1. funras disse:

      “não sou nerd….”

      Podemos aplicar o modelo de kubler-ross. Você está no primeiro estágio.
      “Denial and Isolation”

      1. Babs disse:

        HAIUHAUIHAUIAHU DENIAL AND ISOLATION

      2. Deborah disse:

        Giraffe 5 steps of grief!!! huahauhau

  32. Dior disse:

    eu tenhu tetinha

    1. Deborah disse:

      Mas a gente não te odeia, ok???? Que fique bem claro! Você NÂO é o único!! Lá na CP tinha um monte!!

  33. ILMARA disse:

    Eu sempre fui a guria inteligente, que gosta de anime, coisas espaciais, falava palavras de “gente grande”(tendo uma professora como mãe, meu vocabulário aos 8 anos já era considerado alien entre os colegas) e feia que as pessoas só queriam ser ‘amigas’ na hora do trabalho.
    E concordo com o que disseram que na verdade são as pessoas não-nerd que te identificam como nerd. Nerds não querem ser classificados nerd[não queriam], mas as pessoas te catalogam dessa forma.

    -momento meio desabafo- Desculpe.

    1. Babs disse:

      desabafo é aqui! tá no blog certo \\o

    2. Mel disse:

      e eu que com 6 anos acordava cedim, assistia telecurso 2000 e sabia o pi de cor antes de saber escrever meu nome xD

      1. Tais disse:

        AUDHUADHUDA TENSO XD
        já eu gostava de assistir aqueles intervalos na Tv cultura de língua portuguesa, mas não entendia nada XD mimimim

    3. Deborah disse:

      Eu adoro desabafar em podcasts!! Vide entrevista pro We r Geeks… huehuehue Tá no lugar certo, sim!

  34. Amanda Flores disse:

    adoreeei garotas, mto legal
    to ansiosa para ouvir a proxima ;P
    se cuidem
    adorooo vcs
    bjooos ;**

  35. Diogo disse:

    Desde os primordios a Sociedade sempre perseguiu conceitos contrarios ao estilo de vida da epoca,o NOVO sempre teve um tom de Medo perante todos,o que aconteceu com as Mulheres perseguidas por bruxaria…As vezes elas eram apenas garotas nerds que sabiam fazer algumas magias e estavam participando de um LiveAction tematico das Bruxas de Blair !!!…
    Voltando ao assunto…Os Nerds nas decadas passadas eram vistos como pessoas super inteligentes.Algo raro pq antigamente o povo so pensava em MACARENA e MENUDOS…vc que ñ dançava MACARENA e ñ fikava todo cagado de tesão por ver os MENUDOS e era uma pessoa diferente.Vc prefere zerar super mario world ou dançar a Macarena ???…
    Havia todo um sentimento de preconceito
    Hoje com o termo Nerd ou CDF ñ e tão usado.Com a Globalização quem tem uma visão tecnologia tem grandes vantagens perante o resto da sociedade o que propciou em digamos um pseudo “Respeito”…
    E tb o surgimento das pseudo bandas de Rock tipo Nxzero e Restart(Q hoje em dia e mais zuada que os Nerds).Por isso o Amor todo que vcs tem com o DI do NXzero !!!

    Um tema que adoraria ouvir de vcs são as cantadas que os caras dão em vcs…pelo fato de vcs serem Nerds eles ja tentaram alguma cantada nerd tipo as do Howard Wolowitz (The Big Bang Theory)???..

    1. Deborah disse:

      Na verdade, a bruxaria já existia antes do Catolicismo entrar na história e depois que entrou foi quando a caça às bruxas começou de fato. ^^
      Acredito que os Nerds eram excluídos por não serem a moda da época – que eram os hippies. Na década de 80, o legal era aquele visual meio punk, meio Madonna sobrancelhona preta e cabelo loiro platinado/ Glam Rock cabelo de poodle style. Então, os nerds com calça “esquenta coração” tbm eram mais excluídos. Hoje, os estilos estão mais pulverizados, existem mais pessoas que não se encaixam em nenhum padrão, então os nerds acabam tendo uma própria identidade como um grupo.

      Ah!! Mas só uma coisa: a gente NÃO AMA o Di, do NX Zero, ok? Só usamos a música deles porque é legal!! huehue

      tema sugerido anotado! :P

      1. Babs disse:

        eu amo.

        ele sempre tá rezando pra ficar tudo bem.

        1. Eduardo "HoLiC" Ferreira disse:

          ele tem o selo Entei de segurança

  36. Keisy disse:

    Me identifiquei completamente com a parte das amiga me chamarem de nerd por curtir star wars e ser otaku e o povo quer fazer prova cmg *¬*

  37. Mel disse:

    o Di ouviu minhas preces e não teve botão. Amém.

    1. Deborah disse:

      Ainda, Mel. Ainda.

  38. jennyra disse:

    É Vero..as pessoas te identificam antes de tu se identificar, comigo é assim ..sei la
    e concordo com a questão de ser nerd é gostar muito de algo – na area nerd (tipo star trek, programação, games, rpg, estudar, etc)
    ninguem se identifica, antigamente pessoal tinha mais vergonha de ser diferente, tipo eu no colegio me identificava com a gurizada, pq eles curtiam cavaleiros tb, games e metal..mas num geral não tinha galera q curtia a mesma coisa q eu..
    na real eu nunca sofri com isso, pq nunca liguei pros outros..asuhasuhashu

    ”nerd q é nerd ta fazendo coisa mais importante q tirar foto”..asuhasuhasuh
    é verdade!! tava upando minha priest no wow..asuhasuhuash LOL

    acho legal ter mais produto pros nerd, estampas .etc..pq eu sempre quis ter, e era tenso de conseguir =D

    Gerou muito conteudo sim =]

    tb tenho camiseta do yoga *-* #loveit
    ATUALMENTE NERD É MAIS DIVERSIFICADO

    Finalizando..serio! adoreiiiii o podcast! muito conteudo e assunto perfeito..adorei
    thx girls

    1. jennyra disse:

      perdão aos erros de concordância..ahhaha

      ”não tinha MUITA galera…” hahah
      e ”produtos para os nerdS”
      ahhh ><

  39. “Nerd que é nerd está fazendo coisa mais importante do que tirar foto e postar no tumblr” virei fã depois dessa

  40. Baixando no trampo, vou ouvir no almoço (a menos que tenha ranho de novo XD)

  41. Nênis disse:

    Aê, adorei ambos podcasts! Hehe, sobre a questão de bullying, hoje são outros “tipos” de pessoas que sofrem, né. Mas acho que muita gente já sofreu “antigamente” com a cabeça no vaso, cuecão ou até por preferir jogar Pokémon no GBcolor do que ficar vendo os garotinhos no recreio da escola, hehe. Parabéns garotas, Geek Pride! :*

  42. Giovana disse:

    Minha parte preferida sempre é o Di rezando. A gente devia mandar pra ele o podcast. Já pensou se ele grava uma oração só pra nós???

    1. Babs disse:

      eu que tô aí nos meios artíticos da vida vou correr pra pedir pra ele gravar “eu só rezo pra vocês acessarem o garotas geeks”

    2. Deborah disse:

      Quando eu escuto o Di rezando, eu percebo que tudo vai ficar bem. Ele sabe que vai. E eu também.

      1. Babs disse:

        quando o di rezar na podcast tipo #5 os TODOS FÃS CHORA.
        e facepalm generalizado

        mas eu não vou ligar IN DI WE TRUST

  43. ILMARA disse:

    Adorei o tema! vou ouvir nesse minuto xD

  44. Gabriel Castro disse:

    Hoje qualquer um que Veja The bigBangTheory é Nerd…ou pensa em ser. Hoje o “nerd” foi evoluindo, como digimon. Antigamente eles não conseguiam entrar em outras tribos, hoje em dia conseguem facilmente, basta ser flexivel. Talvez os nerds tem essa postura por um pouco de Soberba…pos não querem se misturar com pessoas, digamos , “BURRAS”.
    Mas tamo ai na atividade, mudando e aprendendo com as rapaziadas da quebrada…

    OBS.: Podcast cheio de conteudo

    1. Deborah disse:

      Que bom que completamos a quest “gerar conteúdo”!!! XD Tem um vídeo muito bom que explica um pouco o que você está dizendo. É feito por brasileiros. É esse aqui: http://www.youtube.com/watch?v=52e7i-2D6HU Acho que você vai curtir! ^^

    2. Joinatas disse:

      Pra ser direto o conceito NERD é pessoa infantil, tola, boba, não atraente, virgem e fracassado.

      Esse conceito surgiu no desenvolvimento da classe média, em novos conceitos científicos e esoterismo crescentes que trouxe um melhor padrão de vida às pessoas e à busca desenfreada por uma melhor condição de vida e por sucesso na vida. Como é natural do ser humano, à medida que as mulheres tiveram mais liberdade, os valores sexuais mudaram, as pessoas mais bonitas, aparentemente mais inteligentes e mais ativos, com uma mentalidade mais competitiva e atrevida passaram a agir com grande preconceito em relação à pessoas com hábitos estranhos, que para eles pareciam tolos, e também uma classe de pessoas mais inteligente e mais comportadas.

      Antes de tanta tecnologia e da influência da TV na vida das pessoas, das facilidades do mundo moderno as pessoas da classe média tinham que trabalhar duro, não tinham muito tempo pra práticas de esportes e hábitos como os que temos hoje. Ao passo que a modernidade foi mudando o comportamento das pessoas surgiram duas classes de babacas, uma que se achavam os fodões, seguindo os padrões requisitados na década de 80, principalmente, que era transar, beber, fazer faculdade, praticar esportes e se impor sobre os outros se quisessem prosperar na vida. O outro tipo de babaca eram as pessoas que tinham manias estranhas, colecionava figurinhas, bottons, tampinha de garrafas, maços de cigarros e outras tralhas, falavam de coisas diferentes da maioria, tinham desejos sexuais mas estavam longe de conseguir qualquer coisa. Dois tipos de babacas existiam então, os que se achavam vencedores e os que eram taxado de fracassados ou NERDs. Os que conseguiam transar e os que queriam mas não conseguiam. Duas classes de miolo-moles

      De outro lado ainda haviam uma minoria de pessoas inteligentes mas que mantinham um comportamento mais equilibrado, não tinham pressa de relações sexuais, se preocupavam com o futuro mas não tinham nem espírito competitivo, nem modismo, nem atrevimento, nem preconceitos. Esses para a maioria também erma NERDs pois eram diferentes e seriam fracassados. Noção errada dos babacas, pois esses são os que tiveram mais sucesso na vida.

      Já que falamos em faculdade, na faculdade cada qual vai com seu objetivo, uns para terem uma vida melhor e se sentirem melhor que os outros, outros vão para se afastarem dos pais, outros vão poque lá tem drogas, outros vão porque gostam de pesquisas científicas e outros vão porque é importante estudar e vantajoso para a vida. Cada qual forma seu grupo, e o que for diferente ou minoria é discriminado. Assim como negros foram (e ainda são alguma vezes) discriminados por serem uma minoria que participa da classe média.

      O fato é que preconceito é coisa de babaca e de mentalidade infantil, pessoas modistas, de mente manipulada, mas que se sentem superiores. Se sentem tão superiores que seu atrevimento os leva a agredir os mais fracos e tratar os que não se comportam como eles como imbecís, lesados, logo NERDs.

      O conceito NERD migrou para os que se manifestavam no mundo da informática, no princípio do desenvolvimento dos computadores na década de 80. Enquanto o conceito modista da época era Faculdade e Diversão, os que viam as possibilidades dessa nova era da informática e se sentiam motivados em estudar, aprender e desenvolver projetos. Como havia o modismo na época de acharem que futuro se fazia com festas, bebedícies, curtição das invenções distrativas modernas e que faculdade era garantia de alguma coisa, não enxergavam o futuro da informática e os que passavam o tempo em salas fechadas programando ou montando placas, e discutiam sobre esses assuntos eram tidos como NERDs.

      O mundo gira, o conceitos mudam e a informática explodiu. Muitos que desacreditavam de investir em ações em empresas de tecnologia computacional, viram esse mercado enriquecer pessoas da noite para o dia. Faculdade passou a não ser mais garantia de emprego, enquanto que a informática abriu inúmeras portas com salários exorbitantes. A necessidade de se criar um ensino superior levou ao surgimento do curso de Ciência da Computação. O conceito de fracassados e inverteu, foi uma lição pra muitos babacas arrogantes.

      Mas o mundo não pára, e agora que temos faculdade de Ciência da Computação, que computadores e tecnologia digital está por toda parte, as crianças já são criadas rodeadas dessa tecnologia as coisas estão bem diferentes. Quem ganhava salários de 200 mil reais e tinha toda regalia, hoje ganha 2 mil, quando muito uns 4 ou 5 mil e com direito só a férias e olhe lá. Hoje tenho amigos empresários que fazem muito dinheiro com reciclagem, antes bem mal visto.

      Os que não estão ligados às novas mudanças ainda se alienam pensando que a tecnologia atual e os conceitos formados agora vão resistir ao tempo, no fundo é sempre o mesmo modismo e os mesmos conceitos. A cultura dos desenhos animados e games que ante eram mal vistos, hoje estão mais presentes e corriqueiras, e o termo NERD associado à informática, gamers etc.. faz a garotada da classe média de hoje achar isso um elogio. A cultura NERD está em alta. Mas as garotas do atual conceito NERD continuam preferindo os rapazes NERDs mais bonitos e cheios de atitude (sejam elas boas ou más).

      Nada mudou… o que mudou foi a forma de viver. Os NERDs de hoje são os que participam de redes sociais, são ligados em games, fazem festas, vestem Cosplay, porque é da cultura moderna, e discrimina os que são diferentes como Noobs. Ou seja, o NERD de antes é o Noob de hoje. Nada mudou!

      Enquanto que as pessoas mais inteligentes dos nossos tempos continuam não se enquadrando em seus conceitos. Por exemplo eu, provavelmente a galera aqui me considera um Troll. Se muitos jogassem comigo hoje me considerariam um noob, talvez um lammer. Mas tenho mais experiência que a maioria aqui, não acho legal rede sociais, não me ligo em Twitter e vejo possibilidades bem melhores que estas. Acho esse mundo fantasioso dos que se consideram NERDs sem vantagens, e até improdutivo.

      Eu não acho inteligente os NERDs que taxam os demais de burros. Acho que se equivale aos “Vencedores” dos tempos atrás. E mais burro ainda aprender com a rapaze da quebrada. Vejo o mundo de uma maneira diferente, em que eu não me misturo com gente ignorante e agressiva porque não faz bem, nem com gente da quebrada porque não apoio o tráfico nem músicas obscenas e fúteis.

      Eu acho que todos devemos deixar de olhar só pra nós mesmo, deixar o egoísmo e o egocentrismo de achar que somos parte de um grupo especial chamado de NERDs e começarmos a nos olhar como seres humanos, como mais um no planeta. Ser diferente do que foram os que chamavam os outros de fracassado. Ver que no mundo há mais coisas além de OTAKU, animes, games, festas, pegação e buscarmos ser pessoas melhores e mais desenvolvidas intelectualmente.

      Isso mesmo, vejo o NERD de hoje como o ignorante do ontem mas que vive num novo modismo. Se queremos ser inteligentes, então devemos ter conceitos inteligentes e não modistas. O mundo hoje é diversificado, temos muito a aproveitar e contribuir. É isso galera, espero que não me levem à mal!

  45. Fernando disse:

    A voz da Babs é seksy ^. ^

    Eu acho que NERD definia antigamente um tipo de pessoa e hj essa definição mudou pq antigamente NERDS eram pessoas sem atitude, hoje virou moda ser NERD com atitude, o que faz no fundo deixar de ser NERD.

    1. funras disse:

      COM CERTEZA vc não sabe do que está falando.

    2. Jonatas disse:

      …Eu não sei sobre que o FunAss quis dizer com vc não sabe o que diz. Se sobre a voz da babs ser Sexy ou se sobre o que vc comentou sobre ser NERD. Bom… seja lá o que for, quanto ao seu comentário sobre ser NERD concordo plenamente, quanto à babs ter voz sexy isso eu só poderia dizer se ela falasse pessoalmente no meu ouvido. :P hehehehe (Cantando a Babs na chuva).

      …Mas sério… o conceito de Nerd mudou sim. Pois Nerd era como os babacas chamavam pejorativamente as pessoas mais tímidas e centradas, ou ingênuas demais. É um conceito principalmente dos Estados Brasileiros desenvolvidos, onde a educação esteve mais presente. O conceito NERD é proveniente dos EUA para o Brasil através dos Estados que tiverema forte cultura e influência americana e foi difundido na década de 80 com o Filme “A Vingança dos Nerds”, de onde veio o termo.

      …No filme os NERDs não eram mais inteligentes que os outros, mas pessoas fisicamente desavantajadas e voltadas ao aspecto intelectual, inclusive com a intelectualidade meio tola, com pensamentos fracos e imbecís, exageradamente imaginativas e pouco realistas, um tanto mimados pelos pais, de aparência não desejável e que por ironia do destino conseguiam se sobressair numa sociedade que era o oposto de suas próprias condições. Garotos que vão pra faculdade e não se adaptando se unem aos excluídos formam um grupo que persistem em conseguirem se formar em meio à oposição das fraternidades.

      …Vejam agora se mudou ou não o conceito? Além do mais o nome NERD provavelmente é um acróstico de DREN, que significa criança, ou pessoa de mentalidade infantil que não é capaz de responder por seus atos perante a lei, ingênua, tola.

      …A intelectualidade sempre foi bem vista tanto nos EUA quanto no Brasil, mas geralmente de cunho elitista. Machado de Assis, que era mulato e vinha de uma classe pobre, foi um dos primeiros brasileiros da República Brasileira a se destacar entre os intelectuais.

      …Tomando como exemplo o Brasil, que vinha crescendo e se desenvolvendo, a industrialização, o êxodo rural, a migração de europeus para o Brasil na 2ª guerra, e até mesmo a ditadura militar, que apesar dos aspectos negativos, ajudou a formar a nova burguesia, que foi chamada de classe média. Se vc pensar bem os primórdios dos tempos intelectualizados modernos até meados 1800 as faculdades eram de cunho religioso catolicistas ou protestantistas, e geralmente elitista. Acontece que em países desenvolvidos o PIB é bem mais dividido entre a população, enquanto que no Brasil da ditadura com a fundação de escolas estatais e universidades estaduais a educação começou a deixar de ser uma realidade somente da elite. A tecnologia estava mudando o mundo e a realidade do Brasil que precisava de funções trabalhistas diferentes e mais voltadas aos centros urbanos.

      …Isso tudo estava mudando a realidade socio-econômica do Brasil, como já houveram mudanças em outros países mais desenvolvidos pós protestantismo e iluminismo. No Brasil mais tarde com a ditadura e a ascenção da nova burguesia formando a classe média, composta de imigrantes da 2ª guerra. A ditadura trouxe grande influência Norte americana para o Brasil, na TV, tecnologia, entretenimento, afinal toda uma cultura diferente da natural existente no Brasil.

      …Na década de 80 então houve uma explosão mundial de ideologias capitalistas e esotéricas conhecida como a “Era de Aquário”. Pesquisas científicas, progressos tecnológicos começaram a se alavancar grandemente. O padrão de vida de muitos mudou, a busca por mais conforto e entretenimento mudou a forma de se criar os filhos. De um modo extremamente severo da ditadura para um modo relaxado demais.

      …Agora vc imagina… na década de 60 a estrutura familiar e vida dos cidadãos era completamente diferente da década de 80. Mal uma garota podia falar com um rapaz, se ela fosse uma pessoa que ora falasse com esse rapaz, ora com aquele, já ficava mal afamada, sexo então, ela podia acabar por terminar solteira o resto da vida. Isso mudou drasticamente da década de 70 para a 80. E na década de 80 que houve as mudanças mais radicais, divórcios, liberdade sexual feminina, mulheres trabalhando fora de casa.

      …A juventude dos anos 80 com mais conforto, mais liberdade, pais com educação mais frouxa ou sem tempo pra educar os filhos, o comércio de bebidas emergente e não mais mal vista, gerou uma geração diferente que passou a acompanhar a cultura americana. O progresso trouxe um aspecto negativo à classe média, a juventude se tornou mais displicente, mais atrevida, menos intelectualizada, mais festeiros, usuários de droga, e começando uma vida sexual ativa muito cedo e sem compromisso. Essa nova cultura americanizada levava a juventude à um comportamento mais agressivo, com pensamentos libertinos de que fossem mais donos de si. Mais atrevidos e discriminatórios, esses jovens “pra frente” passaram a recriminar os mais comportados e intelectualizados ou tímidos, e o que antes ser biscate era algo ruim, agora ser virgem era algo ruim. A informática ainda engatinhava, era estranha à maioria das pessoas, mal vista e associada ao trabalho, o que era objetável á uma geração de vagabundos fanfarrões e cheios de si. Foi aí que o termo NERD surgiu, onde os que eram mais tímidos, os que eram pouco atraentes sexualmente, os que eram mais ligados à intelectualidade e desligado de festas ou ativides esportivas eram bullinados. Foi a geração criadora do bullying escolar e dos trotes em faculdades. Tempo em que os NERDs excluídos acabaram por se destacarem em ramos científicos e de tecnologia de informática. Tempos também em que muitos vagabundos mal criados e pouco estudiosos sem pretenderem diminuir seu padrão de vida passaram a formar redes de tráfico de drogas, cujo consumo tinha se tornado bem popular naquela geração, mas do que na anterior.

      …A geração jovem dos anos 90 de forma geral, no conceito da geração 80, era considerada uma geração NERD, pois com o aumento da violência e desenvolvimento da tecnologia da informatica, games e TV , a geração parecia apreciar mais atividades restritas e diferentes da anterior. Foi uma geração, de modo geral mais tranqüila, já que era mais informada dos excessos da geração 70-80 quanto à sexo, drogas, violência, e a tecnologia da informática e o objetivo de cursar faculdade e fazer carreira havia se tornado algo mais corriqueiro e natural na vida dessas pessoas desde a infância. No entanto os perversos desta geração eram ainda piores, nunca melhora só piora. Unindo-se aos da geração anterior, procuram manter o padrão de vida elevado mantendo empresas como fachada de tráfico de drogas, usam vagabundos da classe pobre das periferias como mão de obra, pobretões metidos a besta que estupidamente compram motos para levar drogas e se exibirem como “fodões”. Igualmente à geração anterior, os inúteis desta geração 90 faz uma pressão sexual danada como se fossem os pegadores de mulheres, quando na verdade pegam uns aos outros. São as gerações dos atuais gays e enrustidos do armário.

      …A geração jovem de 2000 por fim já nasceu rodeada de tecnologia, por conseguinte dependente dela. Babacas por natureza, se sentem NERDs por ocasião, mas não creio que podemos definir desta maneira, apenas que animes, cinema e games se tornaram algo corriqueiro e natural. A pressão sexual nesta geração veio mais forte e mais cedo, tanto em garotos como garotas, geralmente têm experiências sexuais, segundo dados de psicólogos, entre 7-12 anos, geralamente homossexual, e tem relações heterossexuais aos 14-17 anos. Geralmente permanecem bi, gostam de hardcore, rap do Jace Hall, e outras grotesquícies, portanto se sentem NERDs. Os que não foram tão precoces como eles sofreram bullyings bem mais fortes, trotes em faculdade voltaram a retornar. Essa geração consegue ser tão terrível que explica bem o crescente aumento de igrejas evangélicas, muitos pensam que é o fim do mundo. Geração bem desanimada com a maior cobrança profissional, pós, mestrado, eperiência profissional de estágios.

      …A geração jovem 2010 taí, logo cedo postando filmagens de cenas de sexo em colégios estaduais no youtube, não têm cabeça pra nada, mas acha que são os fodões porque tem acesso à tecnologia por todos os lados, embora não saibam usar com prudência. Fãs de bruxaria e vampirismo como na geração 2000, tão aí pra contemplar o retorno do Rock in Rio empresariados pelos traficantes da geração quarentona / cinqüentona dos 70-80, que havia ficado pra trás com o fôlego recebido pela geração 90. Agora virou bagunça mesmo, é gente metendo bala em salas de aula, é estupro de garotas de 13 anos, porque dizem que estuprar é bom. Não produz nada. Faz funk sô foda, sendo merda nenhuma. Meio Emo, meio Restart bem ao estilo Stewie, um bi mais gay que hetero. Ninguém entende o que eles falam, ninguém entende o que eles escrevem no twitter. Então o que é que pode ser um NERD nessa geração? Que são Geeks e Freaks isso são.

      …Acho impossível definir isso hoje em dia. Talvez ser NERD seja ser uma pessoa normal, que fala de games e entra na moda OTAKU pra aliviar a tensão desses tempos tão Tensos. Sei lá como vai ser o futuro com essa geração que vem poraí. Acham que sabem demais mas não compreendem a própria história mundial que os trouxe até aqui, o que compreende é tão somente a tecnologia e a cultura atual. Dizem que em terra de cego quem tem um olho só é Rei. Talvez seja por isso que os grandes Bancos e as Grandes Empresas uniram forças. Mas que o termo NERD mudou dos anos 80 pra cá, isso mudou. Sem dúvida! Assim como tudo está mudado e foi se modificando ao longo de décadas.

      …Agora, geralmente o NERD era aquele que colecionava moedas, brinquedos. Camisa xadrez tá em moda, ou porque o mundo se tornou NERD, ou porque não é NERD. Camisas com lantejolas entre os jovens tá na moda, lantejola sempre foi coisa gay, talvez o mundo esteja gay. As pessoas sempre vão maltratar os mais fracos, hoje em dia se maltrata até cego e grávidas. Uma pessoa magra sempre foi e sempre vai ser alvo de valentões, pois são como ladrões pegam o que está mais fácil. 15 minutos antes da prova sempre vai ser os 15 minutos de fama do estudioso. Nerd de tetas é foda, Geração restart… Esporte zero, testosterona zero!!! Sei lá… hoje em dia tá cheio de lammer desbloqueando cartão de crédito de alguém aí, isso não é bem NERD, tá mais pra latrocínio de moleque, assim como desbloquear steam tá mais pra pirataria mesmo. NERD é necessariamente aquele ser estranho que não tem círculo social algum, ou círuculo social da minoria, excetuando-se as gerações atuais que são totalmente estranhas de forma geral. Emo, por exemplo é a versão Heavy Metal do Restart, quer coisa mais estranha do que isto? Coisas dessa geração. Outra coisa, ser NERD não é ser necessariamente inteligente, mas certamente diferente, logo o Peão é o NERD dos dias atuais.

      …Depois de ouvir a Débora definir o Nerd de hoje, concluí que o NERD é aquele que desenvolve processadores, engenharia de telemóveis, TVs, PCs e afins, cria twitters, youtubes, orkuts e facebooks da vida, faz tudo isso pra um bando de babacas zuar, roubar senhas bancárias, por vídeos criminosos na internet, criar perfis falsos, enfim fazer tudo o que não presta na internet. hehehe

      …Daí que eu não sei se ser NERD é ser um dos muitos sujeito loucos que criam a tecnologia do caos no planeta, ou se ser NERD é ser um sujeito que trabalha com tecnologia para o mundo de pessoas loucas causarem o caos com o uso dessa tecnologia. Quem descobrir o segredo do tostine me conta! ;)

      1. Nossa…
        vc escreve igual a um colega meu e ele tem o mesmo nome.

        E ele é nerd PACAS.

        Nerd é um só e não tem jeito é uma definição só.

        È o descriminado inteligente o FAMOSO CDF, cara que curte ocultamente animes, manga, revistas em quadrinhos, filmes, tudo isso e com medo do seu reduto de amigos o discriminar porque ja ouviu 1 deles falar que so IDIOTA ve aquilo.

        Fui criado vendo e lendo varias coisas derivadas, amava o que eu via ou lia e ficava oculto isso, mas nunca deixei de andar de bike, praticar esportes, viver socialmente, ter varios colegas e amigos, mas sempre ficava com meus gostos e nao dos outros. ter a sua personalidade inalterada ja é uma grande paso.

    3. yanaeh vasconcelos disse:

      =x I Disagree. =x
      mas tudo bem, sua opinião …

  46. [...] This post was mentioned on Twitter by NAO_CONFIRA, Garotas Geeks. Garotas Geeks said: Podcast #2 das Garotas Geeks! "ser NERD" confira: http://bit.ly/hdJVIh [...]

  47. LeonardoNerd disse:

    Ouvirei, o primeiro já prometeu, esse deve estar melhor ainda.