Alguns de vocês devem estar se perguntando: “WAAAT? Bin Laden é o personagem da semana? Mas essa coluna não é para seres fictícios e imaginários?”. Sim, caro leitor, é! E o que um ser humano real está fazendo aqui, então?! Porque ele é simplesmente o maior símbolo do mal e diabólico que “uma certa nação aí” vem propagando nos últimos anos. O transformaram no próprio diabo vivo.

Que fique claro que eu não quero dizer que ele é um cara legal e que eu tomaria uma cervejinha com ele, longe disso. Também não sou uma radical anti-USA, mesmo eles às vezes sendo uns cusões um pouco arrogantes, eles dão muitas contribuições boas para o mundo (o que seria de mim sem Dexter, Glee e o Windows?). Mas também temos que ficar espertos para não usarmos um peso e duas medidas, afinal, todo mundo sabe que os norte-americanos não são totalmente inocentes nessa história toda aí.

E depois de toda essa mídia durante essa semana, não tem ninguém mais perfeito para o personagem de hoje do Garotas Geeks.

Mas, antes de mais nada, uma musiquinha para descontrair. E que Alá esteja com vocês!

Como tudo começou

Não foi da noite para o dia, não, que Bin Laden pensou “é hoje que eu explodo aquela porra!” (desculpem o palavrão, mas acho que ele teria dito exatamente assim, se fosse esse o caso…). Na verdade ele já tinha feito alguns ataques bem significativos antes. Aliás (BAFÃO, BAFÃO, BAFÃO!) dizem as más línguas que os Estados Unidos e a Arábia saudita lhe agradeceram por todo o apoio que o guerrilheiro deu na luta contra a União Soviética na década de 80.

Sim, gente! Em 1973, quando ele era apenas um jovem terrorista espinhento, foi quando ele começou a entrar em contato com grupos islamistas. E quando houve a invasão soviética no Afeganistão em 1979, ele viajou para lá financiando e organizando grupos de árabes e acampamentos de milícias armadas no combate aos invasores soviéticos.

Depois disso parece que a “simpatia” dos EUA por ele acabou, já que ele começou com os atentados contra os comedores de hambúrguer. Em 7 de agosto de 1998, a Al-Qaeda (que pode ser traduzida como ‘A Base’) explodiu duas embaixadas norte-americanas, uma na Quênia e outra na Tanzânia, matando 256 pessoas e ferindo aproximadamente 5100.

Em 12 de outubro (bem no dia das crianças) de 2000, a Al Qaeda volta a atacar! Eles atacam um navio estadunidense, USS Cole, que estava atracado em um porto no Iêmen. Só depois de tudo isso que veio o atentado de 11 de setembro de 2001.

Deserdado

Para quem não sabe, Osama vem da família mais rica da Arábia Saudita, só fica depois do próprio rei. Seu pai, Muhammed Bin Laden, era de origem pobre, mas conseguiu se tornar o homem mais rico do seu país com seu negócio na área petrolífera. É de se orgulhar, não?

Porém, aparentemente, ele não compartilha da ideologia do seu filho único com sua décima esposa, já que, depois de um atentado mal-sucedido contra o faraó presidente do Egito em 1995, Osama foi renegado pela família e perdeu sua cidadania saudita.

11 de Setembro

Chegamos ao ponto em que ele fez sua fama. No dia 11 de setembro de 2001 (por ironia o dia mundial da paz), Osama bin Laden ataca as Torres Gêmeas (World Trade Center) e o Pentágono com aviões sequestrados, matando aproximadamente 2700 pessoas e sendo considerado o maior terrorista do mundo.

Que o cara é um terrorista, beleza. Mas O MAIOR TERRORISTA DO MUNDO, acho que é um pouco exagerado, não é? (li esse definição na Revista Época que saiu nesse domingo, dia 08/05/2011) Já se esqueceram de uns certos ataques nucleares nas cidades de Hiroshima e Nagasaki? Que matou aproximadamente entre 70 e 80 mil pessoas instantaneamente? E que mata pessoas até hoje com resquícios nucleares? E que as bombas foram atiradas depois do Japão já ter se rendido? E que a ordem foi dada por um tal presidente Harry S. Truman de uma tal nação aí chamada Estados Unidos da América?

Mas WHATEVIS, esse é um outro assunto. A questão é que nesse ponto surge o personagem Osama Bin Laden, o maior vilão da face da Terra. O ponto é que tudo isso é muito subjetivo. O que eu quero dizer é:

Bin Laden aos olhos dos estadunidenses:


Bin Laden aos olhos dos islâmicos anti-estadunidenses:


Enfim, é difícil julgar alguém. É que o Brasil é um país pacífico, mas imaginem se um outro país se rebelasse contra nós. E que esse outro país destruísse tudo aquilo que nós conhecemos, como nossas cidades e família, apenas para roubar nossas riquezas naturais. Apenas por uma questão de poder. Não sei se eu levaria muito numa boa. Mas enfim, repito que é difícil julgar alguém, e que essa continua sendo uma outra história para uma outra hora. Este é apenas um alerta para questionarmos as coisas que vemos por aí.

A Morte (?)

No dia 2 de maio de 2011, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anuncio a morte do seu aqui-inimigo, Osama bin Laden. O DNA do corpo foi comparado com amostras da sua irmã, confirmando sua identidade. Mas gente, sinceramente?! EU QUERO VER O CORPO! Até agora vieram com toda essa história de que mataram o cara e jogaram no mar, para que ele não pudesse ser considerado um mártir de forma alguma.

Por causa de toda essa história mal contada, surgiram várias teorias sobre Osama durante essa semana:

1) Osama morreu faz muito tempo, mas a Al-Qaeda não falou nada para continuar aterrorizando a galere.
2) Osama não morreu, e logo menos ele vai aparecer dizendo “Briiinks galere, to vivão!”.
3) Esconderam o corpo para não verem o quanto ele foi torturado e a execução.
4) Obama pagou 1 bilhão de dólares para o Osama se fingir de morto até ele se re-eleger e concluir o segundo mandato.
5) Todas as alternativas.

Algumas curiosidades

A imagem do panfleto distribuída pelas Forças Armadas dos EUA na Guerra do Afeganistão. Osama Bin Laden é o segundo da esquerda para a direita:



Mensagem de Osama no 6º aniversário do 11 de setembro, em 2007:

“I just wanna say that I’m still alive and VERY SCARY MUA-HÁ-HAAA”

Osama no Family Guy:

http://www.youtube.com/watch?v=TqGyXq_qqUU

Osama no South Park:

http://www.youtube.com/watch?v=_fm43Gfq0mE

—————————————————————————–

Campanha “Faça uma Garota Geek Feliz” (Momento Ajuda Eu)

Aproveitando que vocês já estão aqui mesmo, queria pedir um FAVORZÃO! Curtam a minha frase nesse link: http://migre.me/4rl0Z (nome: Marina Formaglio, frase: “Eu mereço ganhar porque eu sou foda, digdin”.. caso haja dúvidas, a minha foto sou eu ao lado do Vitinho Sou Foda). Primeiro vocês tem que curtir a página do Social Fox, e depois a minha mensagem. Se estiver difícil de achar, é só clicar aqui que vai direto na mensagem: http://migre.me/4ukNP. Se você ajudar eu ganho uma viagem =D, prometo fazer uma homenagem a todos que ajudarem.

CURTE, GENTE!

Quem escreve? Marina


Jornalista, escritora e invocadora nas horas vagas.

Comentários

  1. Garotas Geeks disse:

    [...] Os FPSs (First Person Shooter, jogos de tiro em primeira pessoa) caíram matando no terrorista mais famoso do mundo depois da notícia de sua [...]

  2. LadyGammer disse:

    Também há uma teoria que essa imagem seja montagem. Compare:
    http://www.filmes-ineditos.com/2011/05/osama-bin-laden-esta-vivo.html
    gotcha gotcha!

  3. Darkmaru disse:

    O inferno e demônios não existem. São apenas desculpas para justificar o mal no coração das pessoas. XD

  4. Robson Lima disse:

    Ó 4chan dando ar da graça aí…

  5. Akasha disse:

    Me sinto orgulhoso de ter sugerido essa idéia *-*

  6. Catarina disse:

    bem, acho q vc esqueceu ou n viu um ótimo clipe feito pela MTV,no Comédia mtv… ele tb seria uma ótima trilha sonora para esse post… aqui o link : http://www.youtube.com/watch?v=M6WIDFDaGyQ

  7. Rafael Kaen disse:

    É como eu disse pra umas pessoas: basicamente,a culpa é dos estados unidos,eles tem mania de querer se meter em tudo,deram dinheiro pro Osama e pro Saddan Hussein!

  8. cedrik disse:

    Belo post Marina, gostei da sua visão sobre os fatos, normalmente as pessoas apenas aceitam as coisas sem uma pesquisa simples.

    Olhando todos os fatos o osama não é o único culpado do terrorismo!

    Cause-Effect

    Continue mandando ver nos posts =)

  9. Vivi Rodry disse:

    O atentado no estacionamento do World Trade Center em fevereiro de 1993 foi um fato bastante relevante. Deveria ter sido citado, não?

    1. Carol disse:

      O objetivo do post não foi enumerar todos os atentados contra os EUA…

      1. Vivi Rodry disse:

        Eu sei que não é objetivo do post, só acho que deveria estar de acordo com a ordem cronológica nos fatos.

        ” …já que ele COMEÇOU com os atentados contra os comedores de hambúrguer. Em 7 de agosto de 1998, a Al-Qaeda… ”

  10. Tiago disse:

    Uma verdadeira celebridade.

    Eu gostava muito do Cafofo do Osama!

  11. Rapha disse:

    Outstanding !!

  12. Felipe disse:

    Já assistiram o seriado Skins? É uma série adolescente britânica, que faz Glee, Malhação…etc parecerem mais retardados do que Teletubies.

    Bem o que importa é no youtube procurem por Skins Osama – The Musical.

    http://www.youtube.com/watch?v=VlVRBXhvCoM

    Um musical, o melhor, do Obama que ficou por muito tempo na cabeça.

    hasta!!

  13. Líryan disse:

    Então, tenho tentando encaixar um tópico sobre o Osama no meu blog, e,digo uma coisa, seria sim uma pessoa com quem eu beberia algo e conversaria por horas, e tenho certeza que seria muito interessante saber e observar os pontos relevantes dele. Não sou simpatizante do islamismo e nem radical contra EUA, mas o caso bem simples é que de toda esta estória (sim, estória) sobre terrorismo nós, o tempo todo, só vemos o lado da “vítima indefesa” que é os EUA, mas que lucra muito dinheiro com isso o ano todo e propaga seus ideais e seus sonhos americanos como a “única coisa que presta neste mundo”.

    Não me interessa muito se o Osama foi morto nesta ação, se foi mesmo morto, se foi morto há muito tempo e agora divulgaram isso, se tem acordo ou não com o governo norte americano… O que me chama atenção nisso tudo é que a postura “heróica” dos EUA neste cenário nada mais é que o que eles condenam como ação terrorista. Ao que parece os EUA vem se gabando de sua elite ter estado em um país, invadido uma residência subvertendo as leis deste país e as ignorando, matado quem encontrou pela frente (homens, mulheres, o que quer que seja que se movimentou) fuzilou um cara desarmado, pegou tudo que sobrou e deu o fora. E a atitude referente a isso, neste ato de ignorar as autoridades de outro país é apenas o tão mal falado terrorismo que os EUA tanto condenam mas sustentam de maneira a justificar seus interesses. E o que realmente me interessa nisso tudo é manter o senso crítico sobre estas posturas que o país e o povo toma.

    Aqui onde trabalho, por exemplo, grande parte das pessoas, de menor capacidade crítica, observam tudo isso com aquele brilho no olho de quem vê um bom filme de ação e passam a achar os EUA como “os caras”, “os bons”, “os maiorais”. Mas o fato é que nenhum de nós, pessoas comuns, que dispõe apenas de meios comuns de informações, sabemos exatamente como se estrutura e os motivos desta “guerra terrorista”. Sabemos parte da história dos países, sabemos estórias que saem na mídia, sabemos de alguns atentados ou de outros, mas as causas e motivos não sabemos.

    Uma outra coisa que me chama muita atenção nisso tudo é a tentativa frenética que alguns meios de informação fazem de tentar provar, sem provas contundentes, o acontecido. Não sou uma destas pessoas que se ocupam de teorias expeculativas mas, numa observação superficial, tem muito furo neste roteiro:

    1 – Falou-se de um software de reconhecimento facial, ótimo, mas aplicado num caso onde um rosto foi atingido por um tiro de fuzil a poucos metros!
    2 – Falou-se de exame de DNA, mas nunca antes havia se falado num banco de DNA da família Bin Laden. Mas agora começa a aparecer meio-irmão, meio-pai, meia-mãe…
    3 – A insistência de se justificar a coisa como o “Ato Heróico do Milênio”.
    4 – A tentativa de passar com isso tudo a idéia de que os EUA deram um fatality no ultimo vilão e finalizaram o game EUA x Terror Islamico.

    A grande verdade sobre isso é que a morte de Osama, sequer abala um pilar das facções terroristas. Pelo que se sabe estas são redes muito bem estruturadas e ramificadas, no que a morte de um integrante (qualquer que seja) significa nada! O que os EUA provavelmennte fizeram foi martirizar Osama para seu povo (na condição de morte covarde) e dar ao terrorismo motivo de retaliação (como se eles precisassem). Esta tal guerra contra o terror não muda de cenário, os fundamentalistas islamicos da Al Quaeda não vão se sentar chorosos e desesperados pensando “e agora o que a gente faz?”. A coisa toda continua, não houve vitória, houve apenas a morte de um homem, já velho, e provavelmente não tão atuante na organização.

    1. Giovana disse:

      Eu tomaria uma cerveja e conversaria por horas com o Obama e com você. Just sayin’!

      1. Giovana disse:

        Obama não, OSama!

      2. Líryan disse:

        Nestes momentos é que eu geralmente posso dizer o quanto odeio a geografia! Naquilo de conhecer pessoas interessantes (e ainda por cima muito bonitas) na internet e quando aparece a oportunidade de conversar por horas, aparece a geografia te lembrando que há Estados separando os copos de cerveja! :c(

  14. oooowww, quero créditos para a ideia da Campanha “Faça uma Garota Geek Feliz” hauahuahuaua

  15. Bruno disse:

    Na minha humilde opinião:

    Osama morreu sim. Porém, deve ter morrido meses/anos atrás e só utilizaram isso agora pra trazer de volta a credibilidade e o patriotismo ao pais, que obviamente se viu em segundo plano após toda essa festa do casamento real, eu realmente acredito nisso.

  16. Há quem acredite que o Seth MacFarlane é normal. Há quem acredite.
    No mais, belo post, Marina :D

  17. “I just wanna say that I’m still alive and VERY SCARY MUA-HÁ-HAAA”

    HAUHAUHAUHAUHAUUA

  18. Carol disse:

    Eu vou de “concordo!” na questão de que os EUA (e outras revistas extremamente sensacionalistas pelo Brasil a fora) fazem um dramalhão chamando o cara de “o maior terrorista do mundo”.
    Acredito que essa coisa toda seja apenas uma questão de ponto de vista. Quem é do Oriente Médio enxerga essa coisa de “terrorismo” de um modo, enquanto o ocidente de outro.

    E em relação ao fato de ele estar morto ou não, também tenho minhas dúvidas, até porque aquela imagem que começaram a divulgar era uma porra de uma montagem mal feita, né. aiuehauiheauiehau xD
    Mas discutindo sobre isso com um amigo esses dias, nós chegamos a seguinte conclusão: Por que o presidente Obama colocaria em risco sua (provável) reeleição dizendo que Osama está morto e, um dia, ele repentinamente aparecesse vivo dizendo “AEAE, GALERE, ERA BRINKS DO SEU OBAMA!”
    De qualquer forma, EU TAMBÉM QUERO VER O CORPO! E eles que não venham com essa de jogar o fucking corpo do Osama no mar!

    Bom, fica minha opinião. xD

  19. Babs disse:

    HAIUHAIUHAUIAHU STEWIE lutando contra o osama usando um frango de borracha é demais!

    1. HAIUHAIUHAUIAHU STEWIE lutando contra o osama usando um frango de borracha é demais! [2]

  20. Daniel Olinas disse:

    Curtido, boa sorte.