A gente tá conseguindo manter uma frequência legal de personagem da semana que não necessariamente é semanal, né? \o/

Pois bem, o personagem desta semana é super, é demais, é o Freakazoid! E, se você foi uma criança dos anos 90, ele provavelmente tem um lugar guardado no seu <3 e você mal pode esperar para apertar play aí embaixo e cantar junto a abertura do desenho:

O homem, o mito

O Freakazoid era um super-herói que estava mais pra anti-herói que qualquer outra coisa. Ele era completamente maluco e sem noção. Normalmente, a trama principal (derrotar o vilão do episódio) ficava em segundo plano e os reais conflitos eram o que deveriam ser os secundários. Esse era, na minha opinião, um dos motivos dele ser tão legal: era muito diferente dos outros de super-heróis, em que eles eram superpoderosos e tal.

Em vários episódios apareciam alguns poderes dele (como  telecinese, superforça, rapidez e tal). Mas o grande superpoder do Freakazoid era ser maluco, principalmente porque só ele em toda a superheroisfera tinha esse poder!

E ele também corria com os braços pra cima fazendo barulho com a boca. Igual você fazia quando era pequeno. HAHA

Como todo super-herói tem uma origem, com o Freakazoid não podia ser diferente. Hoje, que a gente conhece melhor a internet e tudo que sai dela, é bem óbvio que um super-herói nonsense, espontâneo e cheio das referências de cultura pop tenha saído dela! E foi isso mesmo: o adolescente nerdão Dexter Douglas foi “absorvido” pela web e virou o Freakazoid! Ele pode ir e voltar do estado de super-herói, mas o próprio Dexter aparece poucas vezes no desenho. Porque ele não é tão legal quanto o Freakazoid.

Como vocês já sabem, a sua versão da internet sempre é muito mais legal que a sua versão da vida real. (aliás, o Freakazoid devia ser tema do youPIX #dicas #sugestões #festival #interesses)

O desenho

Freakazoid foi uma das crias do Steven Spielberg em parceria com a Warner Bros., assim como Animaniacs e Pinky e Cérebro. Bruce Timm e Paul Dini também têm a mão no desenho. Foi lançado em 1995 e teve duas temporadas, durando até 97. A intenção inicial era fazer um desenho sério sobre um super-herói, mas desses já tinha muitos e o humor nonsense caiu melhor para o Freakazoid!

O desenho era meio, digamos, descontruído. Tinha trechos de filmes antigos que completavam as cenas, um monte de referências da cultura pop (principalmente as relacionadas ao mundo nerd) e participações especiais de celebridades dos EUA, além das partes em que aparecem os bastidores da filmagem e em que os personagens mostram que sabem que estão num desenho.

Esse desenho só tá aqui porque eu achei que tava faltando foto doooo Freakazoid num post sobre ele HAHA

Por isso, eu costumo dizer que esses desenhos do Spielberg eram para adultos, e não para crianças, porque eram meio complexos para elas (em 95, eu tinha cinco anos! Acho que a maioria de vocês também tinha por aí).  Eu assistia todos, mas confesso que não via muito sentido HAHAHA, não conseguia acompanhar as referências e, muitas vezes, nem a própria história (cada episódio tem cerca de 10 minutos, tudo acontece muito rápido). Acho que eu assistia mais por ser, sei lá, colorido! Mas ainda tinha um atrativo que tem que ser destacado aqui: a dublagem! Quem dubla o Freakazoid é o Guilherme Briggs, o mesmo cara que deu voz a todos os personagens que você mais amou durante a infância. Por isso que, mesmo quando a história não fazia muito sentido para os meus cinco anos de idade, tinha um motivo pra não mudar de canal.

Pra quem duvida que a dublagem seja sim um motivo para continuar vendo ou não um desenho, vejam o original e o dublado pelo Guilherme Briggs. Seu argumento é inválido.

 

Outros personagens

Vou passar rapidinho pelos personagens porque não lembro direito deles e tudo que eu for escrever está na Wikipedia, tá? HAHAHA

Ente os principais, eu destaco o Cerebelo, o grande vilão do desenho que tem a cabeça em forma de cérebro, o sargento Cosgrove, que era o policial folgado e amigo do Frakazoid,  e a Steph, que é a namorada loira e bobinha dele, bem no estereotipão de namoradas de super-heróis: muito bonitinha e muito chatinha! hahaha Aliás, ela não sabe que o Frakazoid e o Dexter Douglas são a mesma pessoa.

Tem mais um mooonte de personagens, mas os mais legais são os vilões, que são os que foram melhor construídos. Normalmente, têm uma origem bizarra e são uma forma de crítica a algum estereótipo.

 

Por que amar Freakazoid

Minha vontade, neste tópico, era de falar sobre como você pode se divertir e ser quem quiser sem se importar com o que os outros pensam e algo do tipo, mas fiquei com medo de tornar o post mega chato e vou me redimir dizendo que eu amo o Freakazoid porque ele foi um dos personagens preferidos da minha infância – isso já é motivo o bastante, né? ; ) Se quiser refletir sobre o valor social do desenho, fica à vontade nos comentários!

Queria terminar o post mandando um beijo pro meu irmão mais velho que, como bom irmão mais velho, não deixava eu gostar de Freakazoid à vontade (assim como de hot dog) porque ele achava muito chato e sempre mudava de canal quando estava junto :(

Quem escreve? Giovana


Giovana vê referências nerds onde não tem, crê que dor de cabeça é gene X se manifestando e acha que De Volta Para o Futuro > Star Wars. Pretende ser Embaixadora da Terra para Assuntos Externos e ainda quer casar com o Zachary Quinto apesar dele ser gay (afinal, é mandingueira e traz a pessoa amada de volta em 3 dias).

comentário(s)

  1. Não poderia deixar comentar este post! Este carinha é simplesmente AAAAAAAANIMAL! ;)
    Muitas saudades do desenho!

    Só para compartilhar, meninas e meninos, fui pesquisar (buscape) para comprar e achei aqui (vício): http://www.cdpoint.com.br/DVD/FREAKAZOID–COMPLETE-FIRST-SEASON-2PC—FULL-FREAKAZOID–COMPLETE-FIRST-SEASON-2PC—FULL+++08539117185-2-1-B-119.html

    Ainda não comprei, mas super pretendo!
    =)

    Enfim, adorei o post! Parabéns, o site é muito bacana!
    ;D

    Bjs!

  2. Jean(@jeancoppieters) disse:

    A versão nacional de freakzoid é infinitamente melhor que a americana, pelo menos a meu ver. Embora eu acredite que seja pela diferença de humor que temos.

    Deu uma certa nostalgia, acho que vou caçar meus VHS(SIMMM! Fitas!) e ver se tenho algo gravado, por sua culpa, Giovana, ficarei cheio de pó após caçar nas caixas! xD

  3. Ana disse:

    Nossa, me lembro vagamente desse desenho….. sou de 94, então dá pra entender.. hahaha Mas eu gostava bastante!

  4. neryuuk disse:

    Minha irmã mais velha era bem mais legal que seu irmão… Ela adorava assistir Freakazoid comigo XD

  5. Natalia Weber disse:

    “freakazoid, fricassê” é demais

  6. Rafael Kaen disse:

    Eu via às vezes na Warner o desenho, tem um episódio que o Cosgrove solta a verdadeira identidade do Freakazoid pra loirinha ele fala algo assim: “porque o Cosgrove é um baita de fofoqueiro!!!” XD

  7. Gilvanna disse:

    ain eu lembro dele!
    então tá explicado pq eu não entendia o porque daquele desenho que tinha filme misturado!

    juro que não lembrava da cara normal do freakazoid!

  8. Natty disse:

    Ain…
    Amávamos ele (minha mãe e eu) rsrs
    Queria um link pra assistir, só acho a segunda temporada…
    Mas com a #SOPA tá difícil!!!
    Pra quem puder, eu aceito ajuda! *-*

  9. raphs13 disse:

    O melhor do Freakazoid é a dublagem do Guilherme Briggs :D

  10. Fabi disse:

    MEu deus, eu gosto tanto desse desenho! Mas só eu assistia. :P

  11. Gabriel disse:

    Nostalgia me golpeou como um machado, ficou fantastico.
    So faltou o candlejack nos personagens, sem ele a lista n ficaria compl-

  12. Suellen disse:

    Esse não é da minha época, mas já assisti e acho que foi até no sbt

  13. I’m extremely inspired together with your writing abilities and also with the layout for your weblog. Is that this a paid theme or did you modify it yourself? Anyway stay up the nice high quality writing, it is uncommon to peer a great weblog like this one these days..

Comente este post