Acho que todo mundo já está careca de saber que o “ser geek/nerd” adquiriu diversas características positivas depois da explosão “.com” dos anos 90, quando a tecnologia ganhou status de poder e dinheiro.
E com a popularização do nerd lifestyle (e dos gênios da computação ganhando dinheiro) nos últimos anos, muitas espécies começaram a surgir neste habitat selvagem da internet. E uma delas vem crescendo e se reproduzindo rapidamente em todas as redes sociais: do Twitter ao Facebook, do WordPress ao Tumblr, do norte ao sul do http. São as PIRINERDS, a nova espécie de caça-marido que vem surgindo na internet.
Conheça os costumes, métodos de acasalamento e as diferentes espécies das “Pirinerds” em uma viagem pelo habitat do mundo geek. Hoje, aqui no Globo Repórter Garotas Geeks. *roda vinheta*

SOOOOOOOO GEEK!

Uso óculos de aro grosso e isso faz de mim MUITO nerd.
Não, não faz, amiga. Nerd tr00 sabe que não precisa gritar aos quatro ventos O QUANTO ELE É NERD. Ele só é nerd e pronto. É como gostar de um tipo de comida: Você não fica gritando por aí o quanto adora arroz, feijão e batata frita.
E vocês sabem do que eu tô falando: até parece que essa gatinha peituda de óculos de aro grosso no avatar do Twitter sabe o quanto é ruim sofrer bullying durante os anos da escola só porque todo mundo te achava um CDF esquisitão. Tenho certeza que as coisas foram bem mais fáceis pra ela.
As Pirinerds são as “marias-gasolinas” do século XXI, e estão aí loucas para conseguir dar um fatality em um nerd/gamer/geek. Por isso, meu amigo, nós vamos desbravar esse habitat selvagem e vamos mostrar todas as espécies de Pirinerds que estão ativas no mercado.
Depois não vá dizer que nós não avisamos. (não era amor, era CILADA! já dizia o Molejo LOL)

Olha a carinha de geek dela. #not

Espécies:
Maria-mouse: A pioneira das Pirinerds. Essa é aquela “sua amiga” que só te liga quando o computador dela dá problema ou quando ela precisa que você instale algum programa no PC dela, e só você ÓH GURU DA INFORMÁTICA pode ajudá-la. Essa espécie é a mais antiga e também a mais inofensiva, normalmente só aparece em algumas épocas do ano.

Maria-Star-Wars-Trek-Whatever: Essa adora Star Wars, Star Trek ou qualquer outra série/filme de ficção científica que tenha feito sucesso e esteja ~na moda~. É fácil reconhecê-la: a maioria usa camiseta do Darth Vader “customizada” com um decotão ou faz cosplay feminino de Spock safadinho.

Maria-Social-Media: Essa só pega caras com mais de 10 mil seguidores no Twitter. Aqui o que importa é popularidade, blog famoso e destaque na ~alta xoxalmedia~.
Se você for um anônimo na internet, esqueça suas chances com essa espécie.

Maria-Comic-Con: Essa espécie é uma das mais perigosas porque é uma das mais atraentes. É comum encontrá-las batendo cartão em eventos de cosplays com alguma fantasia BEM HOT e com muitos nerds babando ao seu redor. Normalmente elas não sabem muito bem sobre a história do personagem que estão fazendo cosplay, mas isso não é muito cobrado, pois afinal, ela tem peitos.

Maria-wanna-be-a-sexy-character: Nessa última espécie se encaixam todas aquelas meninas que usam camiseta/avatar/username de personagens femininos SENSUAIS, mas não sabem o MÍNIMO da história sobre elas. Apenas se identificam porque elas são, hm, bonitas.

Maria-Gamer: OMG, SHE’S SUCH A GAM3333333RRRRR! Esse tipo adora dizer o QUANTO ADORA passar horas e horas jogando na frente do PC ou da televisão. É no Twitter, no Facebook, no Steam, em todos os lugares ela posta falando COMO ELA AMA jogar tal game.
Essa espécie é TÃO gamer que tira até foto pelada com o controle de Xbox para mostrar como ela é feminina jogando, só que ao contrário.

É que jogar videogame dá calor, né gente?

Basicamente estas são as principais espécies de Pirinerds que você pode encontrar por aí.
Mas os meninos devem estar pensando: THANKS GOD! Eu é que não vou reclamar de encontrar uma dessas pra mim!
Bem, você pode até ter razão em ficar feliz com a sua “Pirinerd”, mas saiba que ela pode te trocar por um processador mais rápido, um Twitter com mais seguidores ou um videogame mais novo.
E pra ser uma nerd tr00 é preciso muito mais conteúdo do que peitos e uma foto bonitinha com óculos de aro grosso. #fikdik

_____________________________________________________________________________________

UPDATE: Para explorar o assunto e responder os comentários daqui gravamos um episódio de Podcast! Confiram.

Play

Quem escreve? Tammy


Jornalista com PhD em bacon, fundadora do Garotas Geeks e especialista em tecnologia. Tamirys é a encarnação humana do Snorlax, desbravadora de indie games, faz cospobre de Pikachu nas horas vagas e é a doppelgänger paulista da Luiza.

Categorias: Comportamento

Comentários

  1. thief disse:

    Puxa, que post lamentavelmente machista. Algumas pessoas já disseram isso, e eu li as tentativas de refutação, mas nenhuma me convenceu. Sempre foi claro pra mim que mulheres são mais cobradas nesse aspecto de ‘realmente conhecer’ o que diz curtir: é o mesmo tipo de machismo que, no mundo corporativo, faz a mulher ter que realizar um trabalho impecável para poder ser comparada a um homem e, se não conseguir, qualquer coisa errada que faça é atribuída a seu gênero, por exemplo: ‘isso que dá colocarem mulher na chefia’ versus ‘esse cara é péssimo como chefe’. A diferença pode parecer sutil, mas diz muita coisa sobre a estrutura da sociedade. Outro exemplo mais próximo das questões ‘nerds’ são fãs de rock e seus derivados: mulher tem que saber o nome de todos integrantes da banda da camiseta que usa, senão é uma falsa metaleira, patricinha disfarçada ou, como a autora do post prefere chamar, uma caça-maridos. Já um homem, provavelmente seria chamado também de falso, poser e afins por não saber isso, mas aí que está a chave da questão: ninguém cobra, ninguém se importa, afinal, é homem, deve gostar mesmo de metal, não tem por objetivo aparecer nem conseguir mulher.
    E, se nada do que eu falei te convence, vou usar tua própria estratégia pra mostrar que tu é uma pirinerd: Jogar videogame não te faz nerd, é uma das formas de entretenimento mais difundidas no mundo. Cosplay muito menos faz alguém nerd: é um evento social, totalmente ‘modinha’, e nerds não gostam de eventos sociais nem, de modinhas. E, por fim, ter um site com ‘geek’ no nome é o cúmulo do show-off, da untruzice: nerds nerdizam, não ficam propagandeando sua suposta nerdice. Ficar gritando aos 4 ventos que é nerd é coisa de ‘caça-marido’, e a prova cabal disso é que tem ‘garotas’, também, no nome. Nada pode ser mais ‘pirinerd’ do que juntar essas duas palavras no nome de um site: afinal tu é nerd, ou, wooow-look-at-me-uma-garota nerd?
    Enfim, vi que esse post tem quase 2 anos, e espero que hoje a srta tenha amadurecido e percebido o quanto esse tipo de pensamento colabora para deixar mais difícil a vida de todas as mulheres, especialmente as ‘nerds’. Pensa comigo, imagina que alguém lê isso, se convence e, sem saber que é tu, te conhece, por outro meio: acha que essa pessoa não ia aplicar essa ‘lógica’ a ti? ‘Ah, mas rapidamente ele vai ver que sou nerd-tr00′, ok, mas tu precisa ter que provar isso, só por ser mulher? Não te incomoda?

  2. monalisa disse:

    so acho que quem cria um site chamado ‘garotas geek’ nao tem moral pra falar nada huahushusahusahuuh

  3. […] essa prévia de 10 minutos de Elysium com a gente, bater um papo, comer uma pipoca, nos xingar pelo post das pirinerds! Vai rolar na segunda-feira, dia 8 de abril, às 21h30 no Cinemark Metrô Santa […]

  4. Ana Garcia disse:

    Ser tachado como nerd ou não nerd é bem chatinho, mas vamos combinar, o que passa na cabeça da mulher (louca) para tirar uma foto nua coberta por controles e consoles?

  5. clara disse:

    Só é meio idiota pq você escreve isso:

    Não, não faz, amiga. Nerd tr00 sabe que não precisa gritar aos quatro ventos O QUANTO ELE É NERD. Ele só é nerd e pronto. É como gostar de um tipo de comida: Você não fica gritando por aí o quanto adora arroz, feijão e batata frita.

    e no no seu perfil aí tá isso

    Quem escreve? Tammy

    Jornalista tecnófila especialista em projeto gráfico, viciada em Caverna do Dragão, doritos e internet. Tammy é a responsável pelos principais posts na seção de Tecnologia, além de emprestar seu humor kill bill sense para Comportamento e sua criatividade para a seção Mundo Geek e LOL. Graças à sua fase de adolescente feiosa desenvolveu diversas habilidades, como programação em HTML/CSS/PHP e amor por jogos medievais. (VEM NI MIM DIABLO III)

    sei lá, aí tu tá querendo demonstrar que gosta de coisas nerds, num site chamado garotas geek, mas é muito feio quando as meninas que são mais gostosas que você dizem que são nerds. sem querer cair num senso comum, mas isso tá com muita cara de recalque. outra que todo mundo gosta de divulgar em tudo que é rede social os seus gostos pessoais, não to nem te criticando por divulgar os seus, mas é uma coisa que as pessoas fazem hoje em dia, inclusive divulgam até o tipo de comida que elas gostam. qual é o problema disso? não saber tudo sobre as coisas que gostam? eu gosto de assistir UFC de vez em quando, e eu não sei absolutamente nada sobre o assunto, o único lutador que eu sei o nome de cabeça é o anderson silva, mas isso nao me impede de parar pra ver luta quando eu tenho tempo não quer dizer que eu não curta de fato. só pode dizer que é fã de alguma coisa quando é PHD no assunto? essas meninas aí sei lá, podem curtir jogar um jogo e outro quando tem um tempo livre, mas não é a única coisa que elas fazem. e aí, quer dizer que elas não gostam? elas não podem falar que gostam? de repente os caras gostam mais delas não só pela aparência física, até por que te achei uma guria bem bonita pela foto, mas de repente eles não se importam que elas não saibam o nome de todos os personagens de dragon ball. isso não vai tornar elas namoradas piores ou melhores. fora que tu fala muito que essas meninas fazem isso por interesse, e eu não entendi até agora qual é a vantagem que elas ganham fingindo gostar dessas coisas. por acaso o governo dá grana pra quem é nerd e eu não to sabendo? e enfim, nerd ta sempre reclamando de preconceito, mas eu vejo nerd sendo preconceituoso pra caralho, taxando todo mundo de ignorante, pré julgando as pessoas por gosto e comportamento. se vocês não gostam disso, não façam isso com os outros também :)
    abraços!

  6. daniel disse:

    No fim, é tudo guria pra passar a vara e só. Quer mulher pra relação de longa data? Vai ter de upar alguns lvls e conseguir alguns achievments antes.

    Eu tou despreocupado, já tenho minha patroa, tão nerd quanto eu em alguns assuntos, mas menos do que outro, pra ter idéia conheci ela em evento de anime e começamos a namorar depois de algumas mesas de D&D.

    Portanto, cuidado nerdaiada, tá cheio de maria-modinha querendo se aproveitar de você. Saiba identificar o tipo e não deixe barato, aproveite dela tbém!

  7. [...] texto muito bom sobre o tema foi feito no blog Garotas Geeks, que vale muito a pena [...]

  8. Mariana disse:

    Vamos começar pelo slut shaming que é tão veemente nesse post. Basicamente, uma nerd não pode ter foto usando decote e depois dizer que gosta de games porque claramente as duas coisas são excludentes. Decote? Meu Deus, ela é só uma pirinerd querendo atenção LULZ! O mesmo vale para o caso da mulher que professa que gosta de games ou se diz nerd. E quando eu estou obcecada por algum assunto (comportamento tipicamente nerd, vale dizer), eu falo dele o tempo todo. Mas isso me invalida como nerd também, certo? O que eu vejo é que tem muita gente que se acha parte de uma irmandade sagrada por ser nerd, e está na verdade bem triste porque sente como se o seu clubinho secreto estivesse sendo invadido por uma horda de ineptos. Pessoas, segurem as cuecas/calcinhas. Eu venho de uma época onde ser nerd era uma ofensa grave e estou feliz por viver numa época onde mais gente gosta das coisas que eu gosto. O que está acontecendo aqui não é novo, é só mais gente julgando uma mulher pela aparência. E o mais triste é que isso AINDA aconteça.

  9. Isfaham disse:

    Ok, qual é o nome da garota que tá na foto enrolada com fios?

  10. Cla disse:

    ISSO QUE EU SEMPRE DIGO!!!
    Eu não sou nerd, nem geek, mas ver essas meninas todas cocotinhas que claramente também não são, pagando de ‘ual sou mt neeerd’ só pra chamar atenção, que nem umas piriguetes me irrita ¬¬ nego não vê qe essas minas não são geeks

  11. priscila disse:

    cara como sofri na escola por que gostava de animes,games,mangas,hq´s e etc todo mundo te acha estranha te olha torto e os meninos ficam te zoando dizendo que você não sabe se vestir!

  12. Natasha disse:

    Muito bom. Mas o que não foi pesado é que o homem é um bicho visual e sem vergonha, e a garota nerd de verdade, que acaba não sendo fútil como essas pirinerds que tem tempo de sobra pra ficar criando imagem sensual, não chama atenção da macharada porque está ocupada zerando Resident Evil 6. Depois esses idiotas ficam procurando as “shiny pokemon”, que no fim das contas estão pra todos os lados, só não aparecem porque não tem perfil mostrando decote com controle de xbox no meio dos peitos.

  13. Laryssa *-* disse:

    Tá quase um apocalipse Pirinerd viiu ? hauhauhauhauh’ #AMOAQUI

  14. Bia disse:

    bitch, pleace! Na minha sala as meninas tiram 7 em matemática e começam a dizer ”UAAAU EU SOU MUITO NÉRDI!”

  15. 08 disse:

    Na boa, hj em dia tem tudo que é piriguete. As pirinerds são só mais um segmento disso. Putz, na boa, no começo era maria-gasolina, dps maria-chuteira. Hoje na era da informação, nada mais normal do que existir maria-mouse, maria-joystick, maria-twitter e lá se vai maria. Mulher atirada vai ter em todo canto e em qualquer época. Da mesma forma que se rolar um apocalipse zumbi, vai aparecer a “maria-cérebro”. Se isso sempre foi assim, porque vai mudar agora? A maioria das mulheres seguem a moda. Se tá na moda ser geek/nerd, que seja. Minha colega comprou uma calça mostarda pq tá na moda. Meu óculos é de aro grosso pq tá na moda (e eu gosto). E daí. Admito, gostei do post. Mas na era em que estamos, aparecer um outro tipo de maria-”…” é só uma tendência.

  16. Gustavo Sá disse:

    Nao entendo pq a critica da autora do post as “attention whores”, se o proprio post é forçado pra caralho..

    Até o nome desse blog é sexista ao extremo..

    E esse negócio de “tr00″ é um saco.. já era um saco entre os headbangers e agora essa parcelinha “blogueira auto-entitulada-tr00″ decidiu trazer para o segmento nerd atual..

    Só pra criar esses posts bestinhas.. pfff.. coisa de revista contigo.

  17. Gustavo Sá disse:

    Que post bocó..
    viva as pirinerds, as baranganerds.. todas as nerds..

  18. le disse:

    sobre a autora do post: “desenvolveu diversas habilidades, como programação em HTML/CSS/PHP”. Hmm. Desculpae, mas isso também parece descrição de pirinerd. Onde já se viu chamar codificação de HTML e CSS de programação? Nem HTML nem CSS são linguagens de programação, fia. O PHP é, mas né, você colocou tudo junto no mesmo balaio, e isso não costuma ser muito bem visto por nerds tr00, como você mesma costuma chama-los.

  19. Bruna Alves disse:

    Faltou só a Maria-Feed… que adora cantar os podcasters, não pode ver um que fica em cima, perguntando dos próximos programas sem ter escutado nem um episódio direito.

  20. [...] vamos tratar de um assunto muito polêmico na web, vamos falar das pirinerds! Como já foi tratado no blog das meninas ali ao lado, com as Garotas Geeks, trata-se de um perigo terrível! Ou não, né… tem muito [...]

  21. Diego F Rodrigues disse:

    Puts véio eu nao entendo, passamos eventos e tudo cantando “garanta já seu nerd” dai agora não eh mais pra ser assim , no comprendo!

  22. Ta ai uma espécie em evolução que eu não gostei…Risos
    Os textos são ótimos os comentários entao nem se fala! haha

  23. herison disse:

    que show !!
    as que eu mais vejo sao as Maria-mouse !! kkkk

  24. Thalita disse:

    Olha eu particularmente curti o texto… nao acho preconceito… é simplesmente um segmento do comportamento humano… e como tal vale a pena ser citado…

    Nao tenho nada contra quem se arruma, tanto porque eu também o faco (e bastante!!) assim como nao acho errado alguem nao saber jogar video games ou nao conhecer os personagens… só que eu acho também que se nao sabe, nao inventa, nao mente e nao faz cosplay… deixa pra quem sabe… ou mesmo se informa… porque pagar de uma coisa que nao eh, só porque tá em modinha nao eh nada legal… além de que acredito que deve ser uma situacao chata namorar uma mina dessas porque nao deixa de ser uma mentira muito mal contada porque o kra que eh gamer sabe identificar logo uma mina dessas e como dito acima pode até gerar alguns constrangimentos (acredito eu)….

    e concordo realmente… quem é gamer/geek nao precisa ficar mostrando que é…simplesmente fica na sua….

    outra coisa… o que ela diz é fato… a internet é uma mesa de bar e ai é só jogar conversa… e a informacao tá aí… e cabe a vc aceitar ou nao :)

    OBS: Adoro o Garotas Geeks :D

  25. Fernando disse:

    Nesse aspecto posso dizer que sou feliz com a minha namorada. De fato ela não manja muito de games antigos – sendo que como programa de final de semana, estamos com um projeto “Maratona Final Fantasy” para zerar todos os já lançados -, mas jogos como Zelda, acho que ela conhece só os para o 64 e coisas mais recentes, mas o grande destaque dela e, quiçá, minha maior paixão é o amor pelas HQ’s. Acho tão incrivel o fato que quando estamos “sem assunto”, podemos colocar uma saga Marvel em pauta e discutir com argumentos racionais qualquer coisa. Poderia lançar um desse, por exemplo, com os fãs Marvel de filme. Outro assunto que gastamos tempos discutindo. Q

    Mas em geral, parabéns pelo post e abordar essa tão estranha realidade.

  26. Patrício disse:

    Tempestade em copo de água. Ser nerd ou não não vai influenciar na qualidade de um relacionamento. Conheço caras que namoraram nerds legítimas e tiveram suas vidas reduzidas a miséria por se deixarem levar pelos caprichos surreais e sádicos das namoradas. A associação de gostos pariculares com a forma como tratamos os outros como foco de relacionamento é o que vem estraga namoros e até amizades. Se uma guria te trata com respeito, carinho e tem conversas agradáveis, porque deixar de se relacionar com ela só pelo fato de ela nunca ter jogado God of War?Por outro lado, como que uma garota que sabe falar Klingon mas não te trata com o devido respeito vai tornar sua vida mais agradável?Em todo caso, meu ponto é o de que enquanto as pessoas, sejam nerds, pirinerds ou seja lá qual for o título, não se conhecerem o suficiente a ponto de não saberem quem são ou o que podem oferecer em um relacionamento, essas pessoas não deveriam buscar se relacionar em primeiro lugar.Deixar marcas negativas na vida de alguém é horrível seja a pessoa nerd ou não.

  27. Kelly CML disse:

    Ri baldes aqui! loooooooooooooooooooool Já vi muitas realmente, mas vendo os coments lembrei que também já vi principalmente em jogos online muita gente(do sexo feminino e masculino também) que na minha época não seriam considerados nerds ou geeks nunca! Perolas que já escutei ou li: “Vou parar de jogar pra ir pra balada e encher a cara até cair!” ou “Eu jogo escutando meu tipo de música favorita: pagode!” e coisas assim, ainda fico assustada quando leio ou escuto coisas assim, sei que no geral essas pessoas começaram a jogar mesmo nos jogos onlines e ai descobriram que é bom, viciaram, mas elas sempre teram mais preguiça ou reclamaram da dificuldade do game porque estão nisso a menos tempo que nós, mas há exceções. Mas acho que é mesmo uma mudança geral não só pro lado feminino, mas sim devo reconhecer que há pirinerds(ótimo termo!) porque tem garotas que realmente estão lá só por causa da facilidade de achar homens e não porque gostaram do jogo ou dos jogos! Mas vejo mais como uma mudança na sociedade geral já que os jovens de hoje em dia, maioria fica muito tempo no computador, então essas coisas acabam se misturando mesmo. Lado bom é que jogos hoje em dia são coisas tão comuns em todo lugar que não somos mais tão rotulados, os jogos em si estão com preços mais acessíveis e acho que em parte é sim por causa dessa proliferação de jogadores. Tudo tem seu lado bom. =D

  28. Larissa Donola disse:

    FODA. PURA VERDADE.

    1. Camila Moraes disse:

      HAUHAUAHUAHAUHAUAHUAHA

  29. SnowNox disse:

    Lendo esse post interessante e polêmico, chego a duas conclusões básicas..

    1-Hoje é modinha se dizer NERD poque o mundo esta com uma tecnologia mais avançada, antes era “legal” fumar um cigarro de marca boa, hoje a sociedade já consegue ter valores mais direcionados, onde se jogar um xbox com kinnect se torna mais divertido.

    2-O esteriótipo de um nerd é que me chapa as idéias, quando se fala em nerd a maioria já imagina um cara de óculos com espinhas, isso é o básico.. mas como pra tudo quase se tem uma resposta.. pra essas duas coisas eu tenho.. se uma pessoa gosta de verdade de pc/console, com certeza ela irá passar a juventude dela na frente de uma tela, fase de desenvolvimento onde será gerado algum tipo de problema visual por passar muito tempo na frente de uma tela, assim como uma garota bulímica algum dia terá problemas estomacais por ficar forcando vômitos.. rs.. e as espinhas são pelo motivo de oleosidade na pele que se agrava quando vc não toma banho pq precisa terminar uma fase de um jogo ou evoluir mais um lvl.. :P

    Nossa.. nem vou ler tudo que acabei de escrever se não vou acabar apagando a metade das asneiras.. kkkkkkkk

    fui..

  30. Antonio disse:

    Só eu pensei “nerds dos pirineus” ao ler o título?

    Na moral, acho essa coisa de cultura nerd um saco, aliás a maioria desses sites/blogs geek/nerds nada mais são que os bons e velhos sites de entretenimento (cinema, video game, gibis etc – séries de tv e livros nem tanto) só que misturados como se CONSUMIR muita cultura pop fizesse de vc uma pessoa mais interessante. Claro, eu consumo muito (nem sempre comprando, direto, mas vcs entenderam) e quero inclusive saber das novidades (tanto que visito blogs como este), mas longe de mim considerar isso uma qualidade – tá mais é pra um defeito, se vc pensar um pouco que seja.

    Agora qnt as pirinerds, velho… não é como se o nerd de hj em dia fosse um cara inteligente e desajustado, pq não é. O nerd de hj em dia é um cara que consome muita porcaria da midia de massas e cujos rastros de inteligencia moram em saber configurar um computador ou outro aparelho qualquer tipo um tablet ou xbox(nada mais mecânico que isso). Claro, existem designers, existem os gordinhos viciados em literatura de qualidade e coisa e tal, mas não são eles o grosso da população “nerd” de hj em dia. E entrar nessa definição de hj é consideravelmente mais fácil, afinal a coisa toda se massificou, então a população nerd acaba que é mais heterogenea que aquela contracultura dos anos 70/80 de os hackerativistas (anonymous não conta, porfavor) e programadores. Nesse grupo de hoje cabe uma menina peituda e gostosa que consome essa cultura pop e vive nesse meio. Não quer dizer de forma alguma que ela seja mal-informada sobre o que quer que ela esteja alegando que conhece (se é que isso é informação).
    Quanto a elas se mostrarem, fazerem fotos nuas ou seminuas, só tenho uma coisa a dizer: vamo parar de falso moralismo, valeu? Cadê a liberdade das mulheres, de se senirem poderosas como forem ou a liberdade individual de se objetificar?

  31. Andy disse:

    acabei de descobrir esse blog e gostei bastante!

    Vou ler tudo como se não houvesse amanhã. rs

  32. Bruna Moreira disse:

    Super concordo,odeio essas pirinerds,eu sou nerd/geek e amo esse blog,fala tudo que uma verdadeira nerd ama *-*

  33. Conrado Miranda disse:

    Até o capinaremos entrou nessa: http://capinaremos.com/2012/03/05/algumas-diferencas/

    Enfim, true story esse post.

  34. Rayze disse:

    a minha amiga me chama de pirinerd
    direto, porém eu não sou.

    confesso que eu não sabia o significado ‘pirinerd’
    ela me mandou o link do seu blog, eu li.
    estou te curtindo no orkut
    amei o seu blog
    parabéns!

  35. Midna disse:

    Cara… esse blog costumava ser legal até vocês mostrarem que são um bando de garotas preconceituosas que tem que ficar O TEMPO INTEIRO provando o quanto vocês são mais nerds que os outros.

    Eu uso óculos, tenho peitão, cuido da minha pele e do meu cabelo, adoro moda e maquiagem, sofri muito bullying no colégio pq eu sempre fui bizarra e APOSTO que eu já joguei muito mais videogame que vocês e que se eu fizer um interrogatório sobre quadrinhos ou ficção científica pra qualquer uma das “GAROTAS GEEKS” aqui, elas não saberiam responder metade das minhas perguntas sem engasgarem.

    Eu não sei qual é realmente o problema de vocês. Se vocês tem a auto-estima baixa e por isso tenham que ficar se auto-afirmando nesse blog ridículo com esses comentários NOOBS e superficiais que vocês colocam nos posts. A única pessoa que se salva nesse blog é a Lívia, que sempre SABE do que está falando, ao contrário das outras.

    Cara, vão arranjar uma vida. Vocês tão na faculdade, são formadas e toda essa merda. Vocês já passaram da idade, parem de viver como se estivessem no colégio. Aposto que nenhuma de vocês sofreu qualquer tipo de bullying por ser nerd e que vocês descobriram o que era um Playstation semana passada.

    Sim, pirinerds existem. E vocês são o maior exemplo disso :)

    1. Babs disse:

      “Aposto que nenhuma de vocês sofreu qualquer tipo de bullying por ser nerd e que vocês descobriram o que era um Playstation semana passada.”

      -> fazer suposições então não é preconceito

      então faço outra

      “eu uso óculos, tenho peitão, cuido da minha pele e do meu cabelo, adoro moda” -> faz questão de dizer que tem peitão e se cuida em um comentário longo = attention whore

      mas nem é preconceito

      ia ser educada e panz mas galere vem aqui atacar a gente no pessoal LOL, ao invés de fazer comentários argumentum ad hominem, que tal argumentar contra o texto? BEIJAS

      1. Nowhere Guy disse:

        Não acredito na sua boa pele e nos peitões.

        Pics or didn’t happen.

    2. Thiago Brosens Barros disse:

      Esse seu comentário me divertiu, Midna.

      Eu conheci pessoalmente todas as meninas do GG (algumas mais do que outras), e posso te garantir que nenhuma delas é pirinerd. Todas sabem do que falam, todas conhecem profundamente um (ou mais) assunto considerado geek/nerd, e nenhuma fez nenhuma foto a la do post (maquiada com um controle de xbox360 na boca).
      Não há nada contra meninas nerds que se arrumam, que são bonitas, etc.

      O propósito do post é criticar as meninas que se aproveitam da massificação da cultura nerd para atrair homens sem sequer saber o nome do personagem principal de legend of zelda (Dica: NÃO É ZELDA!)

      Pirinerds se vestem como nerds e tentam falar como nerds. Tentam ser nerds. Mas não são, porque não sabem NADA do assunto que tentam se “apropiar”.

      1. Nowhere Guy disse:

        Isso aqui é mais divertido que Marcia.

  36. Robson Lima disse:

    frak it, eu passei minha infancia e adolescencia examinando pessoas e calculando minhas interações com elas pq eu me via como uma outra coisa que não um ser humano.

    Aí dava merda e eu batia em td mundo LOL

    eu não fico me chamando de nerd. muita gente me chama assim e percebi que na medida do conhecimento deles, eu sou nerd. Mas n faço TODA a minha identidade revolver em redor disso.

    Afinal tb fui um adolescente de igreja batista, estudioso do que queria, ruim de papo com mulher, e até mesmo arrisquei alguns ficas (tds mal sucedidos). mas nunca sofri bullying, p.ex., coisa que tantos aki acham essencial pra um nerd rs
    - ao contrario, eu batia em quem me batia lol -

    enfim, agora vou lá ouvir o podcast das gurias pq eu curto elas d+

  37. Tama disse:

    Aí você abre o facebook e se depara com uma pirine– digo, uma garota cuja foto do perfil é tirada no espelho mostrando a bunda que não tem e com um decote no umbigo, dizendo o quanto ama Mario, mas só jogou Super Mario World no SNES do irmão ou do primo quando nem sabia que era gente, e os mano pira. I know that feel, girls.

  38. K. disse:

    É importante desmascarar essas invasoras, porque é essencial para a classe Nerd a manutenção do status quo. Afinal, ser nerd é quase um título de nobreza. Não é para qualquer um. (?)

    Vem-me a mente “O Processo Civilizador”, de Nobert Elias, quando fala da aristocracia que começa a endurecer os códigos de comportamento no anseio de delinear-se, de se mostrar diferenciada da burguesia então emergente.

    Talvez seja isso que os nerds devam fazer: implementar códigos comportamentais que sejam acessíveis apenas a alguns poucos eleitos; dificultar o nível dos códigos comportamentais no intuito de evitar que parasitas sociais apropriem-se de seu status com tanta facilidade.

    Que tal redefinir o termo nerd, voltando-o tão somente para pessoas com capacidade de decifrar visualmente códigos binários, que tenham publicado teses nas ramificações das ciências exatas ou que consigam montar robôs? Aí sim.

    Até porque, comprar video-games, mangás e DVDs todo mundo pode. Mas aprofundar-se no conhecimento técnico é para poucos. Só para os nerds, como os que apreciam este site.

    Quem aí já desenvolveu o próprio microchip?

    1. Reginalolipop disse:

      A ideia atual da moda de colocar óculos e vestir camisas de uma famosa serie de TV gerou esse tipo de revolta.

      E já existem códigos comportamentais no intuito de saber quem esta fingindo ou não, bastam 5 minutos de conversa e gestos sobre coisas como programação, circuitos, robótica, logica e Games, o individuo testado mostra pela reação que não esta acostumado com aquilo e em alguns casos, chega a se auto-constranger.

      A não ser que voce esteja falando em algo usado na mafia Italiana por exemplo.

      1. K. disse:

        O que procurei demonstrar com minha ironia foi justamente isso: houve um alargamento do conceito de “nerd”, que veio dos anos 70-80, para comportar todo o mar de jovens que resolveu se enquadrar no termo quando perceberam estar diante de um filão estético em vias de consagração.

        Não é muito diferente das ondas punk, rock ou grunge, períodos em que a juventude buscou enquadrar-se nesses movimentos da moda de maneira superficial, particularmente por meio de roupas. E aí vinha todo o debate do que era um verdadeiro partidário. Em geral era quem tinha ouvido mais bandas ou lido mais revistas sobre elas. Tocar que é bom…

        Agora é quem jogou mais, quem leu mais gibis, quem acessou mais vídeos no youtube. Ok. E os nerds engenheiros, físicos e químicos originais?

        A maioria aqui não se enquadra naquele conceito primário, americano, de jovens que sofreram na escola por serem out-siders, por dedicarem-se mais à solidão dos estudos e de prazeres individuais ou em grupos pequenos (leituras, jogos, montagem de robôs) que à vida social. Hoje há campus-parties, que legal!

        Abriu-se tanto o conceito para enquadrar alguns, e agora se quer restringir para manter o status de uma minoria eleita.

        Tudo baseado em códigos muito mais superficiais que os de sua origem, quando ser nerd nem de longe era motivo de orgulho.

        Sempre mais do mesmo.

  39. @Aramati_ disse:

    Apesar de ser nerd ser modinha eu continuo dizendo sempre que o sou, afinal todo o sofrimento do primário e do ensino médio tem que ser compensado né?

    Quando as caça-maridos, aquelas que levaram o “Esoclha já seu nerd” muito ao pé da letra, eu digo que faz bem elas existirem, sempre tive peninha dos nerdos foreve alone.

    E por que não dizer que sou nerd por ai? Melhor do que dizer: Gosto de tecnologia, estudo computação, entendo html, curto games, em especial RPGs, joguei muito nitendo, sempre me paguei de certinha, sofri bullying, me chamavam de inteligente, e CDF, sou otaku, adoro gadgets, amo ciencia, adoro mitologia, ficção cientifica, fantasia, não sou muito vaidosa e prefiro um gadget a uma joia.
    É tipo um resumo…

    Ps: Meu auge da pirinerdisse foi posar com livro do java e depois de Guerra dos Tronos para uns #Langerieday

  40. Rebeca disse:

    O mais chato disso tudo é que meninas não podem mais jogar vídeo game, gostar de ficção cientifica ou de ler,pq se não for foda é poser/pirinerd.Tem muita menina ai fingindo ser a tímida sem amigos mais no fim é uma pu#$,isso eu acho ridículo.Adorei a matéria da até vontade de enviar pra essas garotinhas que passam o dia no twitter dizendo que é NERDNERD.

    1. @Aramati_ disse:

      Isso é com qualquer coisa.
      To até vendo alguem vir me chamar de pirinerd pq participo do langerieday com livro da cultura nerd, ou porque gosto de Wow sem ser boa no jogo, ou gosto de RPG sem ter participado de uma mesa, ou porque faço cosplay de Luigi sem ter jogado com ele nenhuma vez, ter uma lojinha chamada LhamaNerd…

      Mas não me importo, pois sei que no meu coração eu faço isso com sinceridade, por gostar das coisas mesmo sem oportunidade se praticar, e não para chamar a atenção ^^

      E tambem entendo o lado da autora do post, mesmo sem ter achado ele assim uma brastemp

      1. Reginalolipop disse:

        Então seria entusiasta a palavra correta, porque não da pra afirmar que gosta de fazer com certeza se voce nunca o fez, é como nadar e mergulhar entende?

        Me refiro ao caso do RPG por exemplo.

  41. Vicky disse:

    Existem muitas pirinerds ultimamente, mas as reais nerds/geeks também existem. E estamos aí né gente. Só não acredito que os nerds ainda preferem pirinerds do que as nerds/geeks reais.

    1. @Aramati_ disse:

      Felizmente encontrei um cara que não é assim.

      O fim do mundo é que os nerds que antes eram excluidos hoje que tão na moda nem olham pras nerdas razoaveis e só querem saber das gostosas, e de preferencias que que pareçam nerdas -.-”

  42. Renan Carvalho disse:

    eu concordo pois esses tipos de garotas existem sim um exemplo disso já teve na minha vida, tinha uma garota que na escola q ficava tipo dando mole pra mim mais só quando o pc dela tava ferrado ou seja ela é uma pirinerd eoutro exemplos desse ea quantidade de garotas q ficam dando ensima de um amigo meu q tem 19 mil seguidores no twitter, mais eu gostei sim do post e concordo com vcs garotas geeks e acho q vcs fizeram um bom trabalho só q as pessoas nao estao entendo o real sentido do post

  43. Garotas Geeks disse:

    [...] Authors Posts (148) em 28 – fevereiro – 2012 0 Comentários Nosso Post falando das Pirinerds gerou uma super repercussão: muitos e MUITOS comentários, a maioria deles achando graça ou [...]

  44. xxx disse:

    adorei o post super, engraçado kkk
    mas como estão dizendo, não dá para levar a sério, não só existe mario, zelda, sonic , megaman e street fighter. Uma pessoa que joga alan wake, myst, heavy rain, jogos do kinect, minecraft ,enfim são tantos games de tantos gostos…isso sem falar dos ios, macs, farmvilles,jogos de celular: tem para todo gosto ;D
    Ou seja , classificar e julgar uma garota como perinerd é #tenso
    no final das contas tudo é acaba virando um certo clichê
    bom para as perinerds e playboynerds (playboy + nerd);D

  45. “No meu tempo” ser nerd era primordialmente ser CDF, e em muitos comentários aqui de gente que fala como se fosse LE JUSTICEIRO o que eu mais vejo é uma grave falta de INTERPRETAÇÃO DE TEXTO.

    Tenham vergonha! ¬¬

  46. Alice disse:

    Li o povo do Colchões do Pântano… sinceramente, quem se sente ofendido é pq boa coisa nao faz da vida nao é msm??

    1. Tais disse:

      OMG VOCÊ NOS PEGOU, SOMOS TUDO LADRÕES DE BANCO E COMEDORES DE CRIANCINHAS

    2. Reginalolipop disse:

      Lolercoaster.

      Eu também achava o mesmo, mudei de ideia conversando com a autora. Se fosse uma auto-justificativa, ai sim eu ia xingar muito no Twitter.

  47. Alice disse:

    O post foi feito pra isso mesmo, pra rotular e agente correr desses rótulos!!! Quem nao gostou vai pra outro blog

  48. José David disse:

    Não vi nenhum perigo real nos esteriótipos descritos aqui.
    As piores parecem ser a maria-mouse e a maria-social-media, pq essas realmente querem uma troca “Eu me sento perto de vc e vc arruma o meu pc/retweeta os meus tweets”, mas as outras só são pessoas meio babacas…
    Na vida real, autenticidade sempre vai prevalecer. Algum dia vc se cansa da menina dizendo que gosta de games e reclamando depois de 10mins de jogo, ou da menina que “adora” manga, mas não conhece nenhum e não consegue conversar, e vcs acabam se separando… ou talvez vc nem goste dessas coisas e aceite a menina do jeito que ela é qdo a mascara cair… olha só um final feliz até mesmo para a tontinha…
    No final, o perigo real está nas pessoas interesseiras de qualquer tipo, seja ela a social-media-whore ou a gold digger.

    1. Fabio Melo disse:

      Olha, é exatamente este o ponto. O problema real é que qualquer pessoa pode ser interesseira, sem precisar ser pirinerd. E é claro que tentar fazer part de algo que não se identifica é sempre muito difícil. Mas nao impossível , claro.

  49. George Lima disse:

    Não precisa ser nerd pra ser pegável, qualquer uma dessas pode ser comível por uma noite. Mas se for pra manter um relacionamento com uma pseudo-nerd aí sim a beleza não compensa, manda passear :P

  50. Lucas disse:

    Dafuq Did I Just Read? (sempre quis usar esse meme).

  51. OCanceriano disse:

    “Bem, você pode até ter razão em ficar feliz com a sua “Pirinerd”, mas saiba que ela pode te trocar por um processador mais rápido, um Twitter com mais seguidores ou um videogame mais novo.”
    #TrueStory
    Ótimo texto :p

  52. AS Putas sempre estão a Procura de uma MODINHA PARA SEGUIR….e a Modinha da Vez e Ser Nerd….Pelucia de Mario, Oculos escroto, coisas Pixeladas…ATTETION WHORES, Deixa, isso Passa…..
    Mas olhando para um Lado mais Academico, ter piriguetes no mundo Nerds aumentam as chances do publico nerd arranjar umas mulé…. nem que seja por uma Noite e Pah….Mas nada de Pagar paixão pra esssas porra….Eh Bater Saco com as Pussy e Meter o Pé….

    1. Lucas Magon disse:

      Gabriel como sempre, atingindo as expectativas HUAHAUHUAH Nada como um nerd carioca para descrever o comportamento das pirinerds

    2. Babs disse:

      não é apenas um nerd carioca, é um nerd PLAYSSON VID4 L0K4 carioca!

    3. @Aramati_ disse:

      Concordo, o problema é os nerdos se fartarem e esquecerem as nerdas e ignorarem elas como os caras normais fazem -.-”

    4. clara disse:

      com todo o respeito (que acho que ninguém te deve, depois desse comentário) mas quem é que vai querer ter uma one night stand contigo? além de ser preconceituoso pra caralho, olha pra tua cara! tu deve bater saco só na tua mão e olhe lá

  53. Zeca Urubu disse:

    Opa, acho que alguém levou chifre esses dias…

  54. Gabriel disse:

    Mayim Bialik and Kari Byron falaram EXATAMENTE sobre esse assunto em entrevista na Comic-Con acho muito oportuno conferir! http://www.youtube.com/watch?v=zmC0tsVnfQM

  55. Mary Nobre disse:

    Ser nerd tá na moda … e ser feminista agora virou moda tb. Hmmm … engraçado que muita gente que se diz feminista não tem a mínima noção do se trata realmente e se ofende com qualquer coisa.
    É um tanto de gente se sentindo superior por isso ou aquilo e levando coisas banais tão a sério. Em algum ponto, a Tammy deve ter errado a mão e deu a entender que estava fazendo apologia à feiura geek, ou algo do gênero. Como se ela mesma fosse horrorosa, né? Vão ler mais livros e aprendam a interpretar textos. XD

    1. Fabio Melo disse:

      Na verdade eu tb não entendo a colocação de feiúra nerd, mas existe sim um discurso que pende para isto.
      A Tammy não errou no texto, ele deixa bem clara a constituição ideológica dela (como eu mencionei na ideia dos “não-ditos”) e o que as pessoas se incomodaram é com o tom. Particularmanete ele tb não me agradou, mas, sinceramente? Sou adepto do livre discurso de verdade, onde vc tem todo o direito de ter um discurso, que independe de vc.
      Por isto é mais válido e interessante ver como as pessoas se incomodam com determinado parametro ideológico.

      1. Mariana Nobre disse:

        No começo os “não-ditos” e o tom que ela usou pesou um pouco e precisei para um pouco para entender o que ela quis dizer na realidade. E faço coro com você e entendo bem essa questão do tr00 nerd (já que bem antes conhecia o tr00 metal rsss). Como sempre, estereótipos são complicados.

    2. @Aramati_ disse:

      Tem gente que entendeu que ter vaidade, ser gostosa e vestir o rotulo é pecado nerd, mas o que ela fala é da futilidade de quem faz isso SEM realmente ter um interior nerd.

  56. @lu_casrs disse:

    Geeeente, o povo levou isso tudo muito a sério.
    Sei que quando um post é feito é pra gerar discussão, mas pelo q vi isso já looooonge d+
    Minha opinião sobre os fatos é a de que essas pirinerds existem sim, mas aí cabe ao nerd, sendo tr00 ou não decidir se quer alguma dessas garotas.
    Todo Homem se atrai por aquilo que os olhos veem, isso gera desejo e blah,blah,blah.
    Mas sei lá, eu juro que prefiro uma pessoa que realmente goste do q eu gosto, curta o q eu curto, saca? Uma pessoa com conteúdo agradável no que fala, sem preconceitos e etc.
    O mundo nerd cresceu sim, nem todos os q se dizem nerds são nerds de verdade. Claro que não é preciso ter sofrido bullyng (sei lá se á assim q se escreve) para ser nerd.
    O que eu acho é que no fim das contas, os que escolherem seguir os olhos vão acabar sozinhos, ou com uma pessoa, que assim como todas as outras envelhecem, não tem corpos lindos, seios avantajados e etc.
    Aí eu pergunto, o que é melhor? Passar a vida com alguém não tão bonita nos padrões do povo mas que sempre te ajuda e conversa com vc, ou ter do seu lado uma velha que um dia foi linda e goxtosa mas q na verdade vc tem nojo.
    Bah, tenso isso aí.
    Os mano pira nas pirinerds.
    Eu piro em quem tem conteúdo.

  57. @lu_casrs disse:

    Gente, o pessoal levou isso muito a sério.
    Sei

  58. Juliana disse:

    é a primeira vez que vejo algo que vale a pena ler a respeito das pirinerds hauhauahuahauh aiaiai coitado dos nerds e geeks que cairem na rede dessas meninas… hauhauhau

  59. Tay disse:

    Antes estar na moda uma cultura que influencie as pessoas positivamente do que algo nojento como as reais piriguetes…essas pirinerds uma hora vão enjoar de usar a máscara,rsrs

  60. Bella disse:

    O problema é que “brincando com um estereótipo”, como você disse, reforça-se estereótipos sexistas e preconceituosos. Se por um lado eu acho legal vocês terem conquistado esse espaço no mundo nerd, acho muito complicado tomarem posições como essa. Complicado para todas as mulheres, inclusive vocês.

    É meio que contraditório, sabe? Ao mesmo tempo que vocês quebram estereótipos de que o mundo dos games, tecnologia, HQ e etc pertence aos homens, vocês criam outros, receitinhas de como ser ou não ser alguma coisa baseadas única e exclusivamente em pré-conceitos.

    “…a nova espécie de caça-marido que vem surgindo na internet”
    Bom, é no mínimo moralista achar que toda mulher sensualiza para caçar marido. E se for pra caçar peguete? E se for pra caçar outra mulher? E se não for pra caçar, for apenas pra se sentir linda e poderosa?

    “Tenho certeza que as coisas foram bem mais fáceis pra ela”
    Como você tem certeza? Você sabe se ela sempre foi “gatinha peituda”? E só quem é nerd sofre bullying? E se ela sempre foi gatinha e peituda, ela não pode ter sofrido outro tipo de abuso? E se foi fácil, ótimo, não é mesmo?

    “Maria”-blá-blá-blá e “Piri”
    Só esses prefixos que você usa já são muito sexistas. “Maria” porque geralmente vem carregado de algum estereótipo ofensivo, e “piri” nem preciso falar… É ofensa para algum homem ser “piriguete”? Para mulher é sempre problema ser piriguete, biscate, vadia… tem sempre alguém metendo bedelho na nossa sexualidade.

    “…a maioria usa camiseta do Darth Vader “customizada” com um decotão”
    Desculpe-me, mas tanta repetição sobre peitos e decotes me fazem parecer que você tem algum problema pessoal com isso. Se é pessoal, cuidado com as generalizações #fikdik.

    “Essa espécie é uma das mais perigosas porque é uma das mais atraentes”
    Ou precisamos rever a definição de ‘perigo’ ou você precisa explicar melhor essa colocação. Afinal, o que tem de perigoso em uma mulher atraente?

    “Normalmente elas não sabem muito bem sobre a história do personagem que estão fazendo cosplay, mas isso não é muito cobrado, pois afinal, ela tem peitos.”
    Ui, olha a generalização aí de novo. Só porque ela está com uma fanatsia hot e os caras babam, significa que ela não conhece? Enquanto você se importava com os peitos (oh, eles de novo), por que não perguntou? Aposto que tem muita gente com fantasia mais discreta que não conhece a personagem, então não entendi também a relação de uma coisa com a outra.

    “Apenas se identificam porque elas são, hm, bonitas.”
    E não é legal se identificar com coisas bonitas? E como você sabe que é “apenas” essa identificação?

    “Essa espécie é TÃO gamer que tira até foto pelada com o controle de Xbox para mostrar como ela é feminina jogando.”
    Não dá pra negar a feminilidade da foto de uma mulher nua, né? Especialmente essa da foto que você ironizou é muito bonita e feminina e para fotografar assim, é possível que ela goste de games. No entanto, dizer se ela é mais ou menos gamer é impossível, convenhamos.

    “…saiba que ela pode te trocar por um processador mais rápido, um Twitter com mais seguidores ou um videogame mais novo”
    Pode trocar? Pode. Pode não trocar? Também. Pode ser trocada? Ué, acontece… Trair, ser traído/a, trocar, ser trocado/a, pode acontecer com qualquer um/a… Faz parte do ‘risco’ de um relacionamento, ou melhor, de viver.

    “E pra ser uma nerd tr00 é preciso muito mais conteúdo do que peitos e uma foto bonitinha com óculos de aro grosso”
    Peitos e uma foto bonitinha com óculos de aro grosso anulam conteúdo? Por que?

    Não acho que seja só uma brincadeira. Ok, você pode até ter essa intenção, mas não é inocente e sem conquências, ainda mais por se tratar de um texto publicado (ou seja, para o público) em um blog influente. Ora, se nós, mulheres, já sofremos tanto com o machismo, na história ou no dia-a-dia, se tem tanta gente dizendo como devemos agir, não seria mais digno protegermos umas às outras? Ou melhor, garantir que tenhamos a possibilidade e a liberdade de sermos quem quisermos, independente de um modelo, receita, ou jeito tr00?

    Aliás, uma dúvida conceitual: tr00 = true = verdade? Se for, acho válido lembrar que a verdade não é única, absoluta e tampouco pertence a uma pessoa (e não é preciso recorrer à filosofia para lembrar, é só pensar um pouquinho). Ou seja, não existe UM jeito tr00 de ser nerd, ou qualquer outra coisa.

    1. anne disse:

      pirinerd detected

      1. Jéssica disse:

        pirinerd detected[2]

      2. Bella disse:

        Não querida, piriguete pode até ser, mas não sou nerd =P. Só entro nesse blog porque gosto. Aliás, não é um deslize como esse post que vai me fazer deixar de entrar.

        1. Pirinerd disse:

          Voce poderia rever os motivos de estar aqui, trofel de pirinerd poser da decada. Acho bom esse post ter servido de filtro aqui no site.

    2. Tais disse:

      Não concordo totalmente com a sua colocação, mas de um modo geral, você soube dissertar sobre o problema muito bem. Principalmente quando diz “Ao mesmo tempo que vocês quebram estereótipos de que o mundo dos games, tecnologia, HQ e etc pertence aos homens, vocês criam outros, receitinhas de como ser ou não ser alguma coisa baseadas única e exclusivamente em pré-conceitos”.

      Acho que não é nem “criar” outros, mas alimentá-los mesmo.

      1. Fabio Melo disse:

        E não somente isto. O reforço ideológico também demonstra o quanto o senso comum ainda é vil contra a imagem do feminino. Só que nada disto foi conscientemente pensado.

        1. @Aramati_ disse:

          Que imagem vil do feminino, as meninas tão criticando aquelas que são SÓ isso, não as que TAMBEM são isso.
          Afinal, desde que o bit é bit que o fundamento para ser nerd é ter conteúdo.

    3. Fabio Melo disse:

      o termo tr00 surge dentro da cena black metal como uma forma pejorativa àquele fã mais “exaltado”, que acha que é melhor por seguir diversos modismos.
      Ser “Tr00 nerd” é corroborar com o fato de ser um tremendo de um idiota e ser limitado a uma série de clichês.

      1. Bella disse:

        Olha só, interessante saber. Na verdade, esses clichês me lembram um pouco minha adolescência, guerrinha de tribos. Ai se na turminha do rock uma menina usasse alguma coisa rosa, pecado mortal! haha

  61. helinux disse:

    gostei das fotos!!!!belo post!!!

  62. KATHE disse:

    Olha…nunca fechei super mario nem zelda e nem por isso me considero menos nerd ( tenho pouca força de vontade e enjoo muuuuito facil) entao…nao sou peituda e nem uso óculos de aro grosso….nao falo do que eu nao sei…e tento aprender…..sempre….prefiro ler mil livros,e jogar wow haha assistir animes…embora enjooe também.gosto de muita coisa,mas muita coisa gosto pouco…por exemplo,star wars,meu namorido ama…eu…..mais ou menos….axo que vai do que voce quer passar pras pessoas…essas tais “pirinerds”esao seguindo a moda…como era moda ser skater girl a naos atraz…ou emo…..é só uma moda…passa,sempre passa e no final voltaremos a ser zuados por sermos troo nerds…as vezes ae por essas pirinerd que estarao seguindo outra moda.

  63. Fabio Melo disse:

    Agora em casa, no pc, fica melhor para escrever algo aqui.
    Antes, já prevejo que será mais um sucesso de “nemli e nemlerei”, mas mesmo assim quero deixar registradas algumas coisas. E não, não vou deixar de ler o blog por uma única postagem “infeliz”, na falta de um termo melhor.
    O que alguns aqui se sentiram chateados (e com razão) é que existem discursos de ordem moralista e (de certo modo) juvenis com relação à questão. Explico: ao colocar que aquela menina, que não manja muito da “subcultura nerd/geek”, mas que usa isto para parecer descolada, legal e (por que não?) atrativa e jogá-la na condição de “promíscua e oferecida” é, infelizmente, uma reiteração de um machismo muito grande.
    Embora o texto seja “cômico”, o tom dele não é. Por conta disto, ele é levado mais como algo sério do que uma brincadeira. Então dizer que é “humorístico” é forçar um pouco a barra. No máximo é engraçadinho.
    Não vou discorrer muito do ponto de vista do discurso porque isto é um comentário e não uma análise do texto e nem tem espaço para isto. Mas o que a autora (e as pessoas que apoiaram isto) não se tocaram é que existe uma série de não-ditos aqui. Muitos discursos que podem ser traduzidos como “ela não pode fazer isto porque não é nerd o bastante”. É um discurso adolescente da exclusividade (ou que gostar de games é só para quem conhece a fundo, ser fã de Star Wars é para quem sabe de cor a árvore genealógica dos Skywalkers etc.) e que isto condena as meninas que não são nerds “de verdade”, mas usam isto para “conquistar rapazes”.
    Só que também existe uma contradição discursiva, uma vez que também aparece a ideia de que a menina, se for nerd, não teria nenhum problema em se exibir toda e ser “promíscua”, afinal ela não é uma “outsider” (não tenho um termo melhor para definir isto).
    O que, de fato, quero dizer com isto? Que existem discursos demais por aqui, tanto no texto quanto nos comentários e muitos deles de cunho altamente preconceituoso, generalizante e de cunho moralista. Mesmo assim, não vejo problemas. Não é um texto feito para mim e nem para aqueles que não compartilham destas ideologias. Não me isenta de criticá-lo, mas não posto isto justamente porque não é espaço para tal e não tem necessidade. Só que está muito parecido com uma aula sobre Análise do Discurso que eu dei para meus alunos do Ensino Médio, onde usei dos mesmos discursos para mostrar o quando a jovem de hoje se constrói da mesma forma que há uns trinta anos, ou seja, de forma a “se preservar”.

    1. Jeferson disse:

      Eu li. Veja isso como um avanço pq eu tive paciência de ler isso as 0:30 de uma sexta.

    2. Mary Nobre disse:

      Entendi perfeitamente o que você quis dizer e concordo. Talvez eu pareça um pouco contraditória por isso já que reclamei da falta de humor de alguns leitores rss Mas analisando o texto e os comentários, realmente existe um tom moralista arraigado aí (não que seja consciente). Ainda assim, não é motivo de demérito. Os “não ditos”, como você falou, realmente trouxeram consequências. Mas pra mim só revela que a Tammy não conseguiu transmitir exatamente o que ela pensa, e acabou gerando um post meio moralista, meio machista, meio sei lá o que (ela mesma confessou que achou uma merda rsss).

    3. @Aramati_ disse:

      Entendo seu lado, tambem penso nesse tipo de post de julgar os outros meio “peraí!”
      Mas tem seu lado verdadeiro, afinal essa historia de “Nerd is the new cool” faz com que todo aquele espirito e valores que nos caracterizavam se perderem.

      Mas antes que vc fique de mimimi dizendo que é moralista, pare e entenda a diferença entre nerdos e nerdas.

  64. Matheus Ventura disse:

    Mas esse post tá mais polêmico que mamilos!!! Olha o tanto de comentário!
    Aliás, parabéns, ficou ótimo o post =]

  65. Liih disse:

    Isso de que “pra ser nerd teve que sofrer bulling” foi uma das piores merdas que já ouvi na VIDA.

    Aliás, querer rotular é a pior merda que qualquer ser humano faz na vida.

    1. Fabio Melo disse:

      A gente precisa de nomes para compreender a realidade. O problema é quando a questão nomenclatura se torna mais importante que a parte abstrata da coisa.

    2. @Aramati_ disse:

      Não precisa, mas quem não sofreu não “pagou o preço” digamos assim. A maior parte da ‘raça’ sofreu muito por ser diferente, ai agora que nos somos aceitos como uma tribo digna e respeitavel parece que qualquer um é.

      O problema é que vem esses negos nerds (sejam verdadeiros ou posers) dizendo que essa historia de bullying é frescura, que não existe e tals. Ai é de matar né

  66. Ana disse:

    Eu e mais uma leva de amigos NERDS meus estamos deixando de acompanhar esse blog.

    http://colchoesdopantano.wordpress.com/2012/02/24/pirinerd-porque-chamar-de-attention-whore-e-muito-mainstream/

    Parei de dar audiência. Talvez um dia vocês entendam.

    1. Babs disse:

      ja dizia Akon doesn’t matter, had page views

    2. Jeferson disse:

      Até mais, boa viagem e não me beijo me liga Anita. Pena que vc nã vai ver isso senhorita:

      “Tirei uma renca dos seus leitores MMMMUUUUAAAAHAHAHAHAHA”

    3. Tais disse:

      Ana, apesar do post ofensivo, eu pessoalmente não acho que isso desmerece o blog INTEIRO a esse ponto. Meu foco no texto era só o post. Não critiquei nem a Minhoca em si. Além desse, existem outros posts aqui seguindo mais ou menos a mesma linha (só que ao contrário, por assim dizer) que também discordo. Mas ainda assim, tem algumas coisas proveitosas por aqui.

  67. F3N1X disse:

    Há, há, há, adorei o post, gostei das definições e dos exemplos. Acho que falta agora um post dos “falsos nerds masculinos”. Porque o que tem de gente se dizendo nerd.

  68. Ana disse:

    Sente e reflita moça.

    http://www.formspring.me/heylyla/q/297132381167435022

    Ser nerd é ter a cabeça aberta também. Não entendo como alguem que diz ter preconceito tem tanto preconceito.

    1. Ana disse:

      *ter sofrido preconceito

    2. Ana disse:

      *ter sofreido preconceito

  69. Alice disse:

    Tammy,parabéns pelo post…ri litros!!!
    Gente,pirinerds existem e estão por toda parte!Conheço várias!

  70. Patricia disse:

    Cara amei este site … vou passar por aqui sempre… legal…

  71. [...] eu li um texto bastante deprimente do Garotas Geeks falando sobre umas tais de Pirinerds, uma definição nova para garotas que supostamente fingem [...]

  72. BiiaTaylor disse:

    e o que elas fazem finge ser uma gamer e tals mais na verdadee nunca jogou um jogo de verdade naum sabe nem o que e FPS ou o que seja um console ai fica se achando pork tem peitões e tal fala que gosta de isso aquilo mais e tudo mentira e aquelas garota que e fofinha ou magrela ela realmente gosta daquilo e naum acaba ganhando reconhecimento por gosta disso so pork naum tem um corpo bonito e nem tem uns big peitos essas meninas sofreram na infancia tendo que escuta os outros chamando-as de meninos, feias e etc (siim sofria isso bastante)

    1. @Aramati_ disse:

      É melhor ser chamada de menino do que as outras coisas que me acontecia.
      Enquanto os meninos me aceitavam tudo bem, mas ai chegou a pulperdade e perceberam que eu não era um dels, mas tambem não me aceitavam como uma ‘garota’ >.<"

  73. Jéssica disse:

    Cara, acho que o problema não é nem tentar “parecer” nerd pra pegar alguém ou o que quer que seja, o problema, é a maneira como elas fazem isso… E sei lá, eu acho que uma garota REALMENTE nerd, não tiraria fotos com óculos enormes, com um controle de console, e fazendo “bico” (e algumas quase nuas), quero dizer, eu pelo menos nunca faria isso.

  74. André disse:

    Costumava a acompanhar o trabalho do blog, mas, depois dessa, não sei mais se vale a pena. Como se não já bastassem alguns posts bem ridículos que aparecem

    de vez em quando (tipo esse), ainda tive que aguentar uma de vocês confundir o Legolas com algum outro personagem de LOTR, na tal gincana do cubo, durante o

    CPBr (e pra quem se diz não “nerd Tr00″, falar qualquer asneira de LOTR é fataliy.) Mas eu perdoei porque enfim, erros acontecem mesmo entre os nerds/geeks.

    Só que esse post tá tão ridículo que não dá pra deixar passar e, pela primeira vez (e talvez última), me detenho a perder meu tempo e deixar um comentário

    aqui pois simplesmente cansei de ler merda. Vejam bem, estou comentando porque CANSEI DE LER MERDA, não porque quero, por pura e espontânea vontade,

    participar dessa bosta toda.

    Como leitor e opinador, quero algo de qualidade, não a mesmice social de mulher falando mal de mulher. Isso é catfight e se eu quisesse ver catfight, procurava videos de mulheres realmente gostosas, porque é mais interessante (Desculpem garotas, vocês não são modelos de beleza. Só tem a cabeça boa mesmo e é justamente isso que estão começando a perder com posts assim). Sempre acreditei que o diferencial do blog era o fato de ser um INFORMATIVO cômico feito por

    mulheres, o que muitas vezes me rendeu inúmeras risadas, mas agora passou dos limites. Aceitem isso como um bom conselho, se quiserem. Se não, continuem a

    escrever merda (e se assim for, eu, pelo menos, deixo de ler essa bagaça de vez. Posso ser apenas um leitor, mas creio que se vocês forem mesmo espertas vão

    sacar que é O LEITOR que faz o blog).

    Em primeira instância, o assunto é de uma futilidade tremenda. E não me venham com a porra do papo de que “internet é que nem carnaval, só folia, alegria e

    piadinha imbecil” porque não, não é e NEM DEVE ser assim, muito menos para um blog com suposto “conteúdo inteligente”. Ser diverito é uma coisa, ser imbecil é outra. A piada perde a graça quando fica imbecil, e vocês, discutindo este tipo de futilidade, caem de “mulher interessante/nerd/geek” para “mulher de esquina comum” e pior, imbecil.

    Como um amigo citou ali em cima, segundo a nossa mãe Wikipedia , se nós todos aqui (vocês e nós, leitores) fôssemos nerds/geeks mesmo não estaríamos

    escrevendo/lendo/discutindo esta merda toda, que nada tem de intelectual ou high level. Pelo contrário, estaríamos discutindo Freud, Java, ou tentando descobrir o jogo secreto para o 3DS. Não quero parecer radical, mas com este exemplo só estou deixando claro que tem muitas outras coisas mais interessantes para colocar em pauta do que a “pirinerd”.

    Em segundo lugar, quem é nerd/geek mesmo, com certeza não precisa ficar se reafirmando toda hora e MUITO MENOS dizer que tipo ‘x’ ou ‘y’ de pessoa é ou não

    “nerd/geek Tr00″. Isso se chama julgar e acho que vocês estão sim, doing it wrong, very wrong. Pior, estão rotulando e só ajudando o mundo a ter mais

    esteriótipos ridículos por aí.

    Terceiro: depois de tanto tempo tendo que usar camisas de irmãos entre outras coisas (porque simplesmente não tinha nada feminino e sensual que lembrasse a

    tribo nerd/geek até pouco tempo atrás), agora que as coisas são mais “bonitas (por assim dizer) para mulheres nerds/geeks, simplesmente não acredito que a

    opinião geral do blog (porque apesar de uma ter escrito, pelo visto, as outras assinam embaixo e como isso é um blog se uma diz ‘z’coisas, entendemos que

    todo o resto disse também) parece ser: “seja nerd Tr00, para isso, seja feia, ridícula, não se ligue na moda, não ande arrumada e acima de tudo, não mostre

    seu corpo por aí” – porque foi isso que eu entendi da merda desse post e com as respostas dadas aos comentários.

    Simplesmente estão MATANDO a sensualidade nerd/geek feminina. Garotas/mulheres são lindas e, na minha opinião, sendo nerds/geeks, ainda mais. E se elas

    querem tirar a roupa ou não, mostrar os peitos ou não, é problema de cada uma delas e ninguém tem nada a ver com isso. Pelo contrário, nós, manos, piramos.
    Não é por isso que a mulher vai deixar de ser ou, no caso, se tornar nerd/geek tr00 de verdade. Lembram da tal Marcha das vadias? Que luta pelo direito de se

    vestir como quiser, independentemente do tipo de mulher que for? Pois é. Com esse post, vocês só assinam, de fato, embaixo do machismo que diz “mulher tem que se vestir assim e assado pra ser respeitada e não ser ‘vadia’ “. Conheço muita mulher bonita que põe decote, minisaia e etc., e nem por isso vira vadia.

    No mais, concordo com esses comentários aqui, que parece não terem sido lidos:

    - Infelizmente, pra mim essa postagem grita o mesmo tipo de discurso que o que ele tá condenando. Consigo ler um monte de “gente, olha pra mim, sou nerd tr00

    e me sinto desvalorizada porque não tem um monte de nerd caíndo aos meus pés que nem dessas piriguetes que nem são nerds de verdade”.
    - Além disso, nada impede que uma pessoa bonita ou usando o tal do decote que vc tanto fala não seja nerd. As pessoas que se vistam como quiserem, né.

    Um recadinho pra Tammy, autora desta joça:

    Se você tem problemas com seu corpo e não se orgulha dele, guarde isso para você. Mas não fique pagando de hipócrita, influenciando as meninas a, por exemplo

    “não tirarem a roupa”. Até porque, se você se achasse gostosa o suficiente aposto que não faria diferente. E mulher, COLOQUE SEUS MIOLOS PRA FUNCIONAR, não

    pague de loira burra num blog supostamente nerd/geek, pelamor. Porque é isso que você está fazendo quando faz uma porra dessas.

    Não esquecendo o principal…
    uma das meninas que, INJUSTAMENTE ILUSTRAM esse lixo de post, a que tá de “óculos de aro grosso” e com o fundo do Mario, é, por sinal, nerd

    de verdade, o que pode ser verificado em uma de suas páginas na internet:

    enjinight . deviantart . com (espaçado pra poder ir o comentário)

    E SIM, ELA TIRA A ROUPA.

    1. Lucas Magon disse:

      TLDR bro

      O post é de zueira, se levou ele a sério e se sentiu tão ofendido desse jeito, então é só dar unsubscribe no blog das meninas, e pronto!

      Pra quem teve a oportunidade como eu de conhecer algumas delas pessoalmente na campus party, pode perceber que elas mais falam abobrinha do que coisa séria

      E é exatamente essa abobrinha que faz do Garotas Geeks, um blog informativo, com coisa séria mas também com muito humor, seja ele crítico ou escrachado

      Se não gostou tanto assim do post, just GTFO do blog pq leitorzinho sem senso de humor não vai fazer diferença alguma pro trabalho das meninas

      Cya

    2. Jéssica disse:

      Olha André, eu acho que assim como vc tem o direito de se expressar, a Tammy também tem, e foi o q ela fez. E mesmo q eu, particularmente, não generalize q todas as gatas de óculos enormes com consoles são pirinerds querendo se mostrar(até pq tbm tem gatas de decote q são MESMO nerds, e eu sei disso), eu acho ridículo uma pessoa fingir ser o q ñ é(como as pirinerds), e por mais q a Tammy tenha meio q generalizado um pouco, essa é a realidade. Pra mim é como se alguém fizesse um “cosplay” ~MUITO~ mal-feito de algum personagem q vc goste… de certa forma, vc se irrita um pouco.

      É como se aquela coisa q vc quase idolatra vira modinha, e quem te conhece de depois da coisa virar modinha, fica dizendo q vc tbm é “da modinha” entendeu? elas estão fazendo o mundo começar a ter uma visão errada do q é ser nerd e ser mulher.

      E, convenhamos, mulher ñ tem nada q andar mostrando o corpo por aí, roupa foi feita pra cobrir o corpo, sabia? No meu ponto de vista, se uma garota sai de minissaia e um decote enorme por aí, ela tá, no mínimo, querendo dar…não q agora nós temos q andar por aí vestidas de freira, estou falando dos excessos de falta de roupa.

      1. Tammy disse:

        André, eu ia responder seu comentário. Mas pensei bem, e vi que essa é sua opinião e quem sou eu para tentar mudá-la.
        Acho que a Jéssica e o Lucas conseguiram dizer bem qual foi o meu objetivo: Fazer uma crítica divertida sobre alguns estereótipos tão comuns que a gente encontra por aí na internet.
        Só isso. A maioria das pessoas que se sentiu ofendida com o post, devo aqui minhas desculpas. Quer tirar a roupa? Não tenho nada a ver com isso. O post só teve o objetivo de criticar de uma forma irônica os tantos “tipos” comuns que a gente encontra pela internet todos os dias. Não é a 3ª Guerra Mundial.

        E sobre meu corpo, pode ficar tranquilo que não tenho nenhum problema com ele! (:
        Só não gosto muito do meu nariz. ^^
        E se, por acaso, você quiser discutir sobre isso mais a fundo com foco na antropologia do comportamento que eu abordei aqui, te passo meu e-mail com todo prazer pra gente se falar! (:

      2. Mary Nobre disse:

        Jéssica você tava indo bem, mas no final foi bem incoerente. No começo concorda que existam mulheres gatas que são nerds de verdade e depois fala que mulher que se veste com pouca roupa é porque quer dar? Esse sim foi um comentário bem machista … e pior que foi de uma mulher.

        1. Jéssica disse:

          Mary nobre, pelo meu ponto de vista é assim mesmo, é realmente isso q aparenta qnd uma mulher anda quase “sem roupa” por aí… e só pq a garota é gata, ñ quer dizer q ela tem q andar se mostrando por aí, ela pode ser gata com o corpo coberto tbm, se é q me entende…

    3. Morello disse:

      Apesar de o comentário não ter sido construído da melhor maneira possível, tem algumas ideias verdadeiras aí. Meninas, filtrem o conteúdo útil do comment do André e entendam as críticas, porque elas podem ser valiosas ao tirar a parte ofensiva.

  75. Fernanda Oliveira disse:

    KKKKKKKKK Tammy mandou muito bem no post ein…as pirinerd pira total!!!!

  76. Bruna disse:

    GE-NI-AL!
    Amei o post e ri muito, o termo Pirinerds vai ficar famoso.

    Tem algumas ai que se doeram nos coments…rs…
    Acho que se identificaram hein…rs…

    Eu me identifiquei, mas com essa parte: “até parece que essa gatinha peituda de óculos de aro grosso no avatar do Twitter sabe o quanto é ruim sofrer bullying durante os anos da escola só porque todo mundo te achava um CDF esquisitão”. #Foda

  77. Dee disse:

    Pirinerd, conheço um monte!¬¬’ mas o pior é que a maioria dos homens que se dizem “nerds” sempre namoram com as pirinerds, o problema é que apesar de serem “diferentes” eles ainda continuam sendo homens e sempre vão preferir um par de seios a um cérebro. ao menos até se cansarem dos seios e procurarem um cérebro. ~le momento zumbi~

  78. quagliato disse:

    Eu esperaria esse post da Babs, mas não da Minhoca. hehehehe

  79. Ana Paula disse:

    Mas que bosta de post machista, em?

  80. Darkmaru disse:

    Eu quero uma Maria-Gamer XD

  81. [...] Vocês já ouviram falar das Pirinerds? [...]

  82. Lucas Magon disse:

    Esse post está mais polêmico do que mamilos com sutiã do pokémon !

  83. Nico disse:

    Ri bastante com o texto, mas acho super válido a existência das pirinerds, divulga bastante a cultura nerd pras ‘pessoas comuns’

  84. Kirsh disse:

    Sou da teoria que afirma que se o sujeito nunca tropeçou e caiu junto com uma pilha de livros que ele carregava na escola ou na faculdade ele não pode ser considerado um nerd.

  85. [...] o assunto na internerd foi o tal texto das Garotas Geeks sobre as pirinerds. Wait, piri O [...]

  86. Jubs disse:

    Meu, eu sofri com esse post kkkkk Adoro essas referências ao mundo nerd/geek, mas não me considero uma. Nem videogame já cheguei a ter, usufrui mais dos games do meu irmão que me introduziu nesse mundo. Mas não acho que existam falsos nerds e nerds reais, tem o pessoal que adota isso como um estilo de vida e o pessoal que simpatiza e adora pagar uma de nerd aqui e ali hahahahaha Concordo com os comentários, nerd é alguém muito bom naquilo que faz, eu por exemplo gosto DEMAIS de cozinhar, sou uma nerd de cozinha se assim posso dizer. Acho que estereotipar é bobeira, e ps: admiro demais quem consegue zerar Zelda e DOOM 3, grata.

  87. André disse:

    Espero que não deixem de aceitar meu comentário por medo, nerds Tr00.

    1. Tammy disse:

      Nós não temos nenhum tipo de “comentário pendente” no Garotas Geeks, André.
      Todo mundo tem o total direito de dar sua opinião aqui! (:
      Aliás, é disso que a gente gosta! ^^

  88. André disse:

    Esqueci de dizer pra não virem me dizer que internet é só lugar de carnaval e folia, porque NÃO é.

  89. André disse:

    “Infelizmente, pra mim essa postagem grita o mesmo tipo de discurso que o que ele tá condenando. Consigo ler um monte de ‘gente, olha pra mim, sou nerd tr00 e me sinto desvalorizada porque não tem um monte de nerd caíndo aos meus pés que nem dessas piriguetes que nem são nerds de verdade’.” Concordo plenamente com este pedaço. É que nem aquele lance chato do facebook, que atiram pedra nas funkeiras que mostram a bunda, mas idolatram as metaleiras que mostram os peitos só porque fazem parte do “metal”: quando, na verdade, as duas estão igualmente expostas.

    Acompanho o trabalho do blog há um tempo e sinceramente, este post me decepcionou. Outras pequenas coisas já tinham me decepcionado antes, como por exemplo, uma de vocês confundindo o Legolas com algum outro personagem de LOTR (que não lembro agora) na tal gincana do cubo, no CPBr. Mas, como todos erram, perdoei.

    Agora este post vem, de uma maneira ridícula, esculachar boa parte da nova e liberta feminilidade que surge entre meninas/mulheres nerds/geeks, que, depois de tanto tempo, finalmente puderam assumir sua sensualidade e também continuar sendo nerds/geeks/sejá mais lá o que for. Qual o problema, por exemplo, de querer ser sensual (usar decotes ou mesmo tirar a roupa, como disseram) e ser nerd/geek ao mesmo tempo? É que nem proibir o cara nerd/geek de ir pra academia ficar malhado só porque, segundo a tradição imbecil, não-saudável e DEFASADA da(s) tribo(s) TEM que ser assim (que a propósito, tiveram esse início justamente porque foram subjugadas de forma preconceituosa pela sociedade). Se tudo evolui (incluindo nossa amada tecnologia) por que o nerd/geek não pode evoluir também? Criar rótulos só fazem surgir mais rótulos e assim, nunca acabaremos com isso.

    Quem é nerd/geek não precisa gritar que o é, assim como NÃO precisa ficar apontando se “a” ou “b” é de nerd/geek de verdade ou não. Achei esse post extremamente desnecessário, sendo brincadeira ou que porra lá quisesse ser. Por conta dele, até fiquei com um pé atrás sobre a verdadeira nerdice/gekisse do Garotas Geek, não já bastasse outros posts do gênero e o erro ridículo no CPBr (Como grande fã de LOTR, perdoei, mas não pude esquecer). Acho que precisam tomar mais cuidado com as bobagens que postam aqui, senão, de Garokas Geek vão virar Garotas Jeeca e não só eu, mas muita gente vai deixar de lado.

    Para finalizar, aproveito para dizer que, segundo a Wikipedia postada por um colega mais acima, NINGUÉM NESSA PORRA AQUI é nerd, porque “uma pessoa que exerce intensas atividades intelectuais, que são consideradas inadequadas para a sua idade, em detrimento de outras atividades mais populares” simplesmente não cabe em muito do público que lê ou mesmo de vocês, que escrevem isso aqui. Caso contrário, estariam todos discutindo Focault, Java ou qualquer outra porra mais intensa, complexa, intecletual ou interessante.

    Obs.: Esse lance de “pode usar decote, ser linda e gostosa, contanto que seja nerd Tr00″ tá hipócrita, hein. Se não gosta do seu corpo, Tammy, não condene outras gatas maravilhoas e nerds que gostam e o expõem, para nossa felicidade.

    Obs2.: A foto da “menina de óculos de aro” e fundo de Mario, usada para ilustrar parte desse lixo, por sinal, É NERD DE VERDADE, como pode ser conferido na página dela: http://enjinight.deviantart.com/art/Derpina-279178311?q=favby%3Aviviflowright%2F30222696&qo=30
    e http://enjinight.deviantart.com/

    E sim, ela tira roupa de verdade, é linda E É NERD/GEEK. Tomem.

  90. Patreck disse:

    WHY. SO. SERIOUS?

    Dear Joker, ~now~ I can see your point. I’m sorry for calling you a sick bastard for all these years. Your dearest fan, Patreck.

    1. Joker disse:

      Thanks Pat. And this is for you…

      BAANNNNGG

      One bullet in your head because you summon my name in this @##%$%$@!&*(#

      É #brinks pessoal que leva all so serious

      1. Reginalolipop disse:

        Why so serious pirinerd? let’s put smile on that face…

        HAHAHAHA

  91. Maury disse:

    Eu gosto mto do termo Maria Rss. =P

  92. Marcelo Tozzi disse:

    E os programadores? coitadinho de nós!

  93. Skilo disse:

    Caramba, depois desses comentários, acho que a Tammy deve perguntar para o Rafinha Bastos como ele aguenta.

    Na boa, “Pirinerd” existe? Sim, ponto.
    Tirando esse “aviso”, não vi nada mais que devesse ser levado a sério no tópico (desculpem se estou errado), achei que tudo foi estruturado para ser algo engraçado (imagens, exageros, exemplos).

    Relaxa e goza galera, internet é louca. Toda hora vai sair algo que você não goste, ou aprove. Mas por que criar caso? Ainda mais em um blog que também faz humor?

  94. Jeferson Cardoso P. Lança disse:

    Agora o meu trOO comment:

    Classe hoje usarei o recurso da tautologia. E peço que no fim,humildes mancebos, não me chamem de nefelíbata.(Sim, sou um nerd escritor que fala difícil)

    O texto acima é uma meia verdade. Não falo esses termos toda hora. Estão aí como o gancho necessário para a minha verdadeira tese.

    Esta é a minha nerdice. Eu estudei para escrever bem e busquei tais conhecimentos em muitos lugares.

    Se vc faz o melhor bolo de cenoura do bairro vc teve que estudar o livro que sua avó fez, portanto VC É UM/UMA NERD DE BOLO.

    Se vc sabe o que vai acontecer daqui 13 cáps. da novela das 9 vc teve que comprar aquela revista ou ir na internet, portanto VC É UM/UMA NERD DE NOVELA.

    Perceberam? Todo o ser que se especializa em qualquer coisa pode ser chamado de nerd.

    O que acontece é que nossa sociedade toma por nerd o sujeito que gosta de RPG, mangá, Star Trek e etc.

    Agora, se vc não sabe o que significa ” o inverno está chegando ” e faz pose com o livro A guerra dos tronos no face e pertence ao gênero feminino VC É UMA PIRINERD.

    Falo agora com vc Tammy. O post tem um ótimo humor( caso duvide da minha capacidade de opnião pergunte a Imperatriz )e ao meu ver não há nada desrespeitoso. Acredite, eu faço uso do humor negro e ele riu quando viu que algumas pessoas insinuaram isso.

    The end? Não hj!!! Sempre terá um blog aonde minhas palavras sobre nerdices deverão ser escutadas.

    1. Tammy disse:

      THIS IS WHAT I TALKING ABOUT! \o/

      Nerd é alguém que É BOM naquilo que faz! Exatamente como você disse, e as “PIRINERDS” nem isso conseguem. THAT’S IT. Fim da história e a gente dá risada dos estereótipos ~a la Globo Repórter~ que eu coloquei no post. (:

      1. Jeferson Cardoso P. Lança disse:

        Não tem por onde!!

        E viva o bacon!!!( ou café com bacon, já nem sei mais o que pensar)

  95. Mencel disse:

    Isso me lembra na CPBR5 em q um reporter do yahoo veio me entrevistar e me perguntou se eu era nerd, geek, gamer, etc…
    Só expliquei q gosto de tecnologia, games, livros, música, etc…
    Resumindo, falei q são tantos títulos e classificações q eu poderia me encaixar q eu ja deixei de me preocupar com isso a muito tempo XD

  96. a moda agora é ser nerd bebe!!! congrats girls e viva o bacon!!!

  97. Ramon disse:

    Haha, não se pode brincar de rotular por puro entretenimento que nego já fica todo na defensiva.
    TEM QUE VER ISSO AÍ.

    1. Reginalolipop disse:

      Pois é, atraiu gente falando até de consumismo pra justificar esse comportamento medonho, quando a cultura do consumismo explica até o porque de soltarmos um belo barro na privada.

      Piri’s do coração, se voces fazem isso citado no texto, não adianta se justificar, é tosco demais.

  98. Caramba um game gear, um game cube e um vmu na mesma foto?!! ta ai uma coisa que não se vê todo dia…

    1. Skilo disse:

      Parei para prestar atenção na foto mesmo e me surpreendi mesmo, da pra ver os mamilos dela…
      Aposto que alguém vai subir pra ver.
      Continuando, me surpreendi mesmo, não é um Game Gear, é um Sega Nomad, meu maior sonho de consumo T.T

  99. Diógenes disse:

    Pra quem tá com o mimimi de Gamer, Otaku, etc… não é nerd vai a definição de nerd pela onisciente Wikipedia:

    Nerd é um termo que descreve, de forma estereotipada, muitas vezes com conotação depreciativa, uma pessoa que exerce intensas atividades intelectuais, que são consideradas inadequadas para a sua idade, em detrimento de outras atividades mais populares. Por essa razão, um nerd muitas vezes não participa de atividades físicas e é considerado um solitário pelas pessoas. Pode descrever uma pessoa que tenha dificuldades de integração social e seja atrapalhada, mas que nutre grande fascínio por conhecimento ou tecnologia.

    No Brasil, chama-se CDF o indivíduo inteligente que se dedica muito aos estudos. Usa-se a sigla ou acrônimo “CDF” significando “Cabeça-de-ferro” ou “Crânio-de-Ferro” [2][3] devido aos extensos períodos que a pessoa fica estudando. O que é confundido por muitos com o Nerd, onde este pesquisa, estuda seu objeto de apreciação, e o CDF se concentra em matérias escolares (Matemática ou Ciências, por exemplo). Enquanto os Nerd encaixam-se nos naturalmente interessados em ciências e computação – podendo mesmo não ir bem na escola, uma vez que muitos se consideram autônomos o suficiente na aprendizagem a ponto de não se preocuparem com a organização de cadernos ou o dever de casa – os CDFs costumam referir-se a jovens que tem a escola/faculdade como ponto central de suas vidas; e assim estudando excessivamente e ocasionalmente nem mesmo motivados pelo desejo de aprender, mas sim de agradar seus pais e professores.

    fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Nerd

    P.S.: Não quero ninguém criticando a onisciência da Wikipedia =P

    1. Jeferson Cardoso P. Lança disse:

      Senhor Wikipedia salvai-nos das dúvidas, Amém!!!!!

    2. nana disse:

      Cabeça-de-Ferro? Cérebro-de-Ferro? No meu tempo chamavam ORIFÍCIO ANAL DE FERRO mesmo, de tanto ficar com a bunda na cadeira estudando…

  100. Julia disse:

    Querida, o mesmo fenômeno que deu origem às chamadas pirinerds deram origem ao seu perfil consumidor “nerd tr00″, sabia?

    É muito fácil falar que existe “nerds de verdade” e “nerds posers” quando a cultura atual é do extremo consumo (postura de um geek,se parar pra ver, ou se for pra usar um termo mais claro, de um otaku) e todo tipo de mídia intelectual (midias culturais, séries, filmes, músicas, artistas, autores) tão muito mais acessíveis e menos discriminados. Ser nerd hoje em dia é bem diferente de ser nerd nos anos 80. Ah, mais uma coisa, o estereótipo “CDF” foi completamente absorvido da cultura americana e não é natural da cultura brasileira, então… tosquinho falar que o cdf sempre foi discriminado assim, heim (bem papo de quem não sabe o que tá falando)

    Infelizmente, pra mim essa postagem grita o mesmo tipo de discurso que o que ele tá condenando. Consigo ler um monte de “gente, olha pra mim, sou nerd tr00 e me sinto desvalorizada porque não tem um monte de nerd caíndo aos meus pés que nem dessas piriguetes que nem são nerds de verdade”.

    Ah, só pra constar, tem que analisar caso por caso, porque não quer dizer que a menina é gostosa e gosta de ser provocante que ela obrigatoriamente não manja nada do que tá falando. Pensar assim, estilo “bonita mas burra”, serve pra se sentir compensado quando não se é o alvo de interesse do instante.

    Desculpe parecer grossa ou qualquer coisa, mas foi mal, achei a postagem triste demais, pra não dizer imbecil, (assim, meio hipócrita também) e espero que ninguém surte muito com o comentário aqui…

    1. Fabio Melo disse:

      Cabe verificar também que existe um discurso interessante a ser analisado aqui. Mesmo sabendo que não é um texto sério, ainda sim concordo com o que você diz. A idéia que se tem acaba sendo a mesma do tr00 (termo surgido, aliás, com o black metal) em qualquer meio.
      Talvez eu comente melhor depois, digitar num iPad ainda me é difícil.

    2. Natascha disse:

      “Ser nerd hoje em dia é bem diferente de ser nerd nos anos 80.”

      Faltou complementar na resposta o que é ser ner hoje então…

      Seja CDF dos EUA ou onde for, eu sempre vi na escola o pessoal mais quieto, que prefere estudar a “zuar” ser sempre alvo de brincadeiras de mau gosto.

      E devo ter bem mais anos de estudo do que a maioria que está comentando aqui, e vi isso. O termo que ouvi sempre foi CDF, seja de onde for a origem do termo.

  101. Natascha disse:

    Lendo os posts, parece que nerd para alguns é quem chega até o último nível de determinados jogos.

    Que eu saiba, nerd é aquela pessoa estudiosa, de poucos amigos, preocupada com estudos e esforçada em obter boas notas e aprendizado, a qual prefere estudar ao invés de uma balada. Ou seja, uma pessoa não popular.

    Mas parece que hoje em dia para ser nerd deve-se ficar horas no vídeo-game.

    Nerd tem em qualquer área, é o antigo CDF, estão confundindo as coisas.

    Agora parece que aqueles caras relaxados nos estudos que nunca se importam com isso se tornaram nerd só porque são viciados em games. Aff…

    1. Mary Nobre disse:

      Pensei a mesma coisa quando li os comentários … desde quando ser nerd se refere somente a games e quadrinhos?
      Sei lá, acho que todo rótulo é perigoso e polêmico ahhahahahah

  102. Arislane disse:

    Gente, amei o post. E só quem já viu um negócio chamado “Cosplay de Hentai” nos eventos por aí pra entender quão deprimente é isso…

    1. Arislane disse:

      E sim, eu entendi que é um post pra ser engraçado.

  103. Vivi disse:

    Adorei o post! Que a verdade seja dita.

    Ser nerd hoje em dia é bonito, é modinha. Acho engraçado ler vários comentários NESTE post do tipo: “me chamam de nerd, embora eu não me considere nerd, mas gosto disto, disso e daquilo…” OH GOD, IT NEVER ENDS! Sem contar as “muy nerds” que se sentiram ofendidas.

    Algumas pessoas fingem tanto ser algo que não são, que acabam acreditando que os outros não percebem a falsidade. E quando alguém resolve falar a verdade, vira polêmica/preconceito/inveja/whatever…

  104. Ana Coelho disse:

    #PiriNerdAndProud hahahahah achei mega divertido esse post!

  105. Ághata disse:

    Que post mais machista…
    Pirinerd…?

    Nossa, que cool chamar mulheres de vadias.
    E muita bondade da sua parte ensinar pros homens, tadinhos, quais são realmente as mulheres de valor…

    “Olhem pra mim, eu sou a verdadeira Nerd…!
    Vamos espantar essas vadias querendo se passar por nós daqui, uui! Garotos, não caiam em suas ciladas!!”

    …volta pro Jardim de Infância.

    Vamos fazer intriguinhas contra outras meninas por causa de machinhos – momento 13 anos.

    PS: Ah, se você encontra uma guria e fica interrogando ela pra ver se ela é mesmo nerd, meu, cê merece mesmo ficar eternamente sozinho.

    1. Deborah disse:

      Concordo sobre “brigar por machos”. Realmente, eu não vejo nenhum motivo para chamar atenção de homens ou que isso seja de fato algo interessante.
      Mas esse post não tem a intenção de dizer “Meninos, não peguem uma pirinerd! Me comam! Eu sou uma nerd de verdade!!!!!”
      Muito pelo contrário.

      Acredito que eu possa comparar esse texto com um possível texto que Nosferatu ou Drácula escreveriam se eles tivessem um blog sobre o que o Edward Cullen fez com a identidade de vampiro nesse século.

      Esse texto da Tammirys é só um desabafo porque, infelizmente, MUITOS machistas usam o exemplo de uma ou outra garota “pirinerd” como se todas fossemos assim.

      Realmente, eu não tenho nenhum interesse de sequer conversar com tipos de homens que acham que podem DETERMINAR como uma mulher deve ser/agir/parecer.

      Mas ter a fama de uma pirinerd (e nem se divertir com isso/ ter orgulho disso) pode ser motivo sim para desabafo.

      Nunca serei uma linda ruiva magra com sardas em uma foto nua com óculos e dreamcast. E eu não me incomodo com isso. Mas posso manifestar a minha opinião sobre o quanto ser “obrigada a pensar que tenho que ser assim” me incomoda, certo?

      E o texto em si não é machista. Alguns homens, infelizmente, acham que uma mulher tem/deve ser de um jeito. Mas, vocês podem acreditar, que nós, do Garotas Geeks, não temos nenhum posicionamento machista. Na verdade, é bem o contrário.

    2. Helena disse:

      hauahuhauua
      Genial!

  106. Pennycilane disse:

    #fikdik HTML e CSS não são linguagens de programação conforme consta na bios da nerd tr00 autora aí

  107. Amanda disse:

    Não curti muito o texto, ou não achei tanta graça quanto eu imaginava, mas alguns comentários aqui de uns supostos tr00nerds são de envergonhar de tanto machismo.

  108. Lincoln disse:

    Sabe o que eu não entendo? O fato de nunca ter visto um post desse jeito falando de homens… São sempre as mulheres que tem um padrão a seguir, um jeito pra ser. E se não for daquele jeito, é “pirinerd”, é “caça-marido”. É triste ver uma mulher divulgando conceitos machistas acerca de comportamento

    1. Tammy disse:

      O problema é quando as próprias mulheres criam uma imagem de interesseira e de exposição sem o MÍNIMO de conteúdo para ser oferecido.
      O machismo começa com a parte delas, infelizmente. =/

  109. Emerson Lopes disse:

    Seja de que sub-espécie for, não costumo ver muitas dessas pirinerds por aí, não…rs.

  110. GABY disse:

    Nossa… Acho que meu comentário vai chover no molhado um pouco, mas enfim…
    Primeiro parabéns pelo post Tammy, adoro seus posts e sempre leio eles (mas so tímida demais pra comentar >///<). E segundo… Esse negocio de moda é tenso, fica dificil diferenciar os… "antigos" dos modinhas, e ai todo mundo vira hater. Essas "pirinerds" tão fazendo a mesma coisa. É claro que existem nerds/games bonitas que tiram fotos com seus consoles/controles/games/camisetas e por ai vai, mas se essa espécie de parasita continuar evoluindo daqui a pouco todas as que se encaixam na definição "nerd bonita" vai virar uma "pirinerd".
    E quanto a falar que gosta de alguma coisa, que joga alugum jogo ai vc tem que ver se a pessoa não está o apice da sua animação com isso à ponto de falar do troço uma boa parte do tempo (quando não o dia todo e eu sei como é, eu to nesse periodo… xD).
    É isso. ~le puf~

    1. Tammy disse:

      Obrigada por comentar, Gaby! (:
      E nós sabemos que nem toda menina nerd é PIRINERD! Nós sabemos que tem muitas que salvam por aí! (GRAZADEUS!)
      Mas o post só serviu para mostrar o quanto esse “espécie” tá crescendo, por puro interesse e vontade de ~ser popular~.
      Sad =S

  111. Matheus Lima disse:

    Nossa, isso aqui é internet, gente. Nada deveria ser levado tão a sério.
    E de boa, quem se sentiu ofendido com tal post, é porque a carapuça serviu.

    Adorei o post, muito cômico. A Tammy provavelmente quis mostrar de um jeito bem humorado que elas realmente existem por aí. Agora, vai de cada um saber se vai se deixar levado por uma ou não. Como todo modismo, sempre vão existir aqueles que vão se aproximar e ganhar em cima daquilo que chama tanto a atenção.

    1. Tammy disse:

      EXATAMENTE, Matheus! \o/

  112. Amanda disse:

    Tammy responde o meu comentário!\o/
    Adorei seu post,pq tem muitas meninas assim mesmo.
    :B

    1. Tammy disse:

      Oi, respondi! XD hihi

  113. tem que ver isso ai,
    essa espécie tá se reproduzindo amalucadamente
    e ja posso ver algumas na minha vida ~social~
    camisa do vader é tipo TEMDENCIÃN,
    acho que TODAS QUER SER GEEK/NERD e acabam sendo
    pirinerds :B
    ótimo post tammy, adorei :D

  114. Omninerd disse:

    Xá ver o que eu tenho no currículo nerd… Não entendo de computador. Disponibilidade de jogos limitado pelo fato de não ter independência financeira. Jogo RPG há uns 5 anos (3D&T <3). Já vi os 6 filmes do Star Wars e não curto o Jar Jar. Sou nerd?

    1. Jeferson Cardoso P. Lança disse:

      Se vc entende H+3 R+5 Desvantagem(maldição) vc é um nerd da melhor espécie.(sou RPGista, portanto tenho que defender o nicho. Considero todos os outros nichos bons, até pq pertenço tb a alguns deles.)

  115. Da pra filtrar as Pirinerds com um jogo só: Twinsen Odyssey. Se ja ouviram falar ou jogaram, talvez mereçam credibilidade.
    Se ja terminaram o jogo, credibilidade total! haiuhauihauihuiaiauhiuaha

  116. É isso mesmo, só namoro se tiver pelo menos um jogo platinado na STEAM e um char 85 na Horda.

    1. Giovana disse:

      ANOTADO

  117. João Pedro Guimarães disse:

    conheci uma menina que usava toda hora camisa do darth vader, anakin, R2D2 C3PO etc. Quando fui perguntar pra ela se ela curtia mesmo os filmes ela disse que não gostava, só achava legais as camisas.

    E essas tão em alta ja que veio o star wars 3d.

  118. “Uso óculos de aro grosso e isso faz de mim MUITO nerd.
    Não, não faz, amiga. Nerd tr00 sabe que não precisa gritar aos quatro ventos O QUANTO ELE É NERD. Ele só é nerd e pronto. É como gostar de um tipo de comida: Você não fica gritando por aí o quanto adora arroz, feijão e batata frita.” Num site chamado GAROTAS GEEK. Eu descanso o meu caso.

    1. Giovana disse:

      1) o site é garotas geekS
      2) eu DESCANSO meu caso -> eu que descanso o meu agora.

    2. Tammy disse:

      Leonardo, convido você para ler o PRIMEIRO post do Garotas Geeks, onde falamos sobre o nosso objetivo em criar o blog: http://garotasgeeks.com/wordpress/2010/08/30/ola-mundo/

      Em momento nenhum colocamos como objetivo tirar fotos sensuais utilizando ícones de cultura nerd para conseguir popularidade e exposição na internet. Nosso objetivo, desde o princípio, foi de abordar temas voltados ao público nerd com uma visão mais feminina e bem humorada. (assim como esse post deveria ser interpretado: com bom humor! (: )

  119. Paulo disse:

    é um post metalinguístico!

    1. Ana disse:

      Essa tirada foi genial! Será que ninguém reparou? Pena só ser cruel

  120. @ruivadefarmacia disse:

    Tem uma diferença entre ser gamer bonita e Maria-Geeks (que já são bonitas, em sua maioria). Talvez o texto tenha botado tudo no mesmo saco e por isso ficou um pouco preconceituoso.
    Mas posso dizer que consegui ver isso exatamente na Campus Party.
    Lá sim estava cheiro de Pirinerds.
    As verdadeiras gamers eu vi, e estavam lá entre uma partida de algum jogo e uma palestra de games. Eu era uma delas…E não contei nem 10 meninas nessas palestras de games. Mas foi sim possível contar o número de Pirinerds! HAHA
    Parabéns pelo texto, foi bem *PAM* mas eu gostei :)

    @ruivadefarmacia

  121. Rafael disse:

    Deixem as maria-geeks em paz. Definitivamente melhor ter muitas delas do que um monte de maria-sertanojos por ai

  122. PATRECK disse:

    E aí você vem e lê todos os comments desse post e se pergunta em que ponto da História as pessoas perderam a capacidade ~fundamental~ de rirem de si mesmas, ou não levar as coisas tão a sério.

    De qualquer modo, 95 comentários no espaço de 18 horas. Isso deve ser alguma espécie de recorde, então, parabéns, moças =)

    1. Tammy disse:

      HAHAHAHAHA! Obrigada! (:
      Mas sim, a gente precisa começar a retomar a capacidade em rir mais de nós mesmos! (espero que isso aconteça daqui pra frente! ^^)

  123. Paloma disse:

    Realmente, tem muitas especies dessas espalhadas por aí. hummmm não posso deixar de comentar que percebi um certo tom emputecido nesse post…

  124. Zizi Godoy disse:

    Preciso dizer que A D O R E I o post???

  125. Bruna Garcia disse:

    Estou sempre acompanhando o blog de vocês e vi até você comentando sobre a polêmica no Twitter rs
    Vim correndo ver o post e, na boa? Concordo mesmo com o que você escreveu!
    Nerd que é nerd nem precisa ficar se ‘gabando’ quem é de fato. rs
    Nem preciso falar dos tempos de colégio do quanto sofri de bullying por ser quietinha, sentar na frente, usar óculos (quatro olhos ._.). É osso, mas a gente supera… haha
    Enfim, bom post ;)
    Beijos galere!

  126. Clarissa disse:

    http://specialsnowflakesyndrome.tumblr.com/

    Tem até um Tumblr sobre garotas assim.

    Tem gente que não entende que as próprias “pirinerds” são machistas pra caralho. A grande maioria que eu já vi se considera superior às “garotas normais” por “não agirem como garotas”, não “ficarem pensando só em garotos”, não “se maquiarem pra ficar que nem palhaços” etc. É aquela coisa de pegar algo muito inocente como jogos e transformar em uma razão pros homens te amarem e pra “desprezar” as outras mulheres.

    “Pirinerd” (Não gosto do termo, mas ok) não é uma garota que gosta de videogames, comics, mangás, animes. É uma garota que coloca isso como sua única identidade para chamar atenção. “Olha, eu AMO mangá, adoro Naruto”. “Olha, eu AMO Star Trek, vida longa e próspera lol!”. “Olha, eu AMO videogame, jogo Call of Duty 4 o dia todo”. Qual é a necessidade de ficar esfregando isso na cara dos outros?

    É aquela distinção de “gosto de videogames. Aliás, sou uma menina” pra “EU SOU UMA GAROTA E _GOSTO DE VIDEOGAMES!_ É ISSO MESMO! EU AMO VIDEOGAMES! E SOU UMA GAROTA! TENHO UMA VAGINA E PEITOS! E GOSTO DE VIDEOGAMES! NÃO SOU FRESCA COMO AS GAROTAS NORMAIS! SOU A MULHER PERFEITA! E GOSTO DE VIDEOGAMES”.

    Goste de videogame, comics, mangás, animes à vontade. Agora, não se ache superior a mim porque gosta, ou porque supostamente sabe mais.

  127. Yuri Dittrich disse:

    blábláblá whiskas sashê blábláblá

    :P

  128. Ilana disse:

    Eu sempre amei videogames, jogo desde que minhas mãos se tornaram grandes o suficiente pra segurar um joystick, nunca tive muitos amigos, e geralmente são meninos gamers/geeks.Me dá raiva ver as garotas com bonézinho do Mario mas nem sabem quem é o Yoshi ou Luigi, e chamam o Link de Zelda.Tenho apenas 14 anos, mas conheço bastante a história e evolução dos games, meus favoritos são os antigos, estou tentando recuperar os games ferrados aqui ( master system, N64 e PS1)pq acho que seria desperdício joga-los fora se ainda dá pra consertar.

  129. Natália disse:

    Esqueceram das Marias-Cosplayers! Essas não fazem cosplay de piriguete, elas correm atrás dos cosplayers XDD Vemos muito em evento (y)

  130. Marcelo disse:

    Jesus, o povo precisa reaprender a interpretar texto! Sinceramente quem entendeu como rótulo ou ofensa, no minimo encarou o post como uma indireta! ou seja, a mascara caiu e vc se identificou com alguma caracteristica citada…

  131. FRÔmiga disse:

    Preciso tirar uma dúvida: assisto star wars desde pequena acompanhada do meu pai, sofri bulling na escola por ser corcunda, passei em 4º lugar no vestibular de filosofia, mas não manjo absolutamente nada de games, computadores e tecnologias no geral. Preciso absurdamente de pessoas quando meu pc estraga. Sou nerd? Já fui nerd? Nunca fui nerd? Já fui uma pirinerd? O_O Qual o conceito pra ser um “nerd”? Não que eu queira ser um, mas antes da era “.com” já haviam nerds, porém eles não eram famosos e nem estavam na moda :/

    1. Tammy disse:

      Eles não estavam na moda pq eles ainda não ganhavam dinheiro.
      E Frô, fica sussa que você não é Pirinerd. Você não fica se expondo na Internet utilizando ícones de cultura nerd para atrair atenção de homens.
      Você curte Star Wars desde pititika, era uma concundinha e uma CDF possívelmente, mas isso não faz de você NERD OU NÃO NERD.
      Quando falamos sobre ser nerd, é ser uma pessoa que é entendida de um determinado assunto ou área, que é expert naquilo.
      Você pode ser um nerd da tecnologia, do cinema, da filosofia, da física e até da culinária árabe! (:
      Basta se interessar e entender daquilo.

      1. FRÔmiga disse:

        Uiaaaaaaa… sou uma nerd da filosofia então :D fiquei tão feliz quando Doctor Sheldon Cooper citou em um dos episódios de the big bang theory, o filósofo da ciência Gottfried Wilhelm von Leibniz e sua teoria das mônadas… comentei com várias pessoas, mas só os “nerds” da filosofia ficaram tão felizes quando eu =D

        1. Samedi disse:

          É assim que eu me sinto, quando naturalmente solto um comentário, ou citação, de um jogo (ou hq, ou livro), e alguém entende, ri e conversa a respeito. Ao contrario da maior parte das pessoas, q me olham sem me entender T_T
          Se vc gosta de algo, a ponto de conviver com isto todos os dias, ler a respeito, e falar sobre isto de forma normal no seu cotidiano, não importa se te entendem ou não, parabéns, vc é nerd \o

          1. Ilana disse:

            Quando eu faço uma comparação ou comentario relacionada a jogos ninguém entende, sempre ficam com aquela cara de:Ãhn? =(

  132. Badnews disse:

    Falar que nerd hoje tá muito “facinho” quero ver resolver uma integral.

    1. Badnews disse:

      Ai, faltou um é* ali em cima o correto seria, “Falar que é* nérd é fácil, quero ver resolver uma integral.”

  133. Mariazinha disse:

    Qual o problema de não-nerds gostarem de nerds? Eu adoro um nerd e nunca fui chamada de nerd pelos verdadeiros nerds (apesar de muitos não nerds me chamarem de nerd).
    Nerds são inteligentes, educados, gentis, carinhosos e se esforçam para conquistar as mulheres. São estas as razões para eu gostar deles. A maioria dos meus rolos e namoros foi com nerds.
    Quando preciso, sou Maria Mouse sim (o que custa ajudar a amiga lesada em tecnologia de vez em quando?), adoro usar a minha fantasia da princesa leia escrava, me divirto em Jedicon, mas o único seriado que acompanho é The Walking in Dead.
    Ser ou não nerd não te torna pior ou melhor do que ninguém. Nerds podem se interessar por não-nerds e vice-versa. Viva a mistura!

    1. Carolina disse:

      Claro que sim!
      Mas vc ter uma fantasia da princesa Leia-escrava, faz de vc uma fangirl das boas… O que te leva a ser uma quase-nerd, nada de maluco até aí. E te apoio no gosto pelos nerds, eles são sim tudo isso, só cuidado pra não se apaixonar por uma cara de 20 e vários anos que mora com a mãe e te deixa nos fins de semana pra jogar rpg, hein? Vai lá e faz um personagem mais fodido que o dele, ganha mais xp e mostra pra ele quem manda, yeah! Viva a mistura!

  134. Samedi disse:

    HAUHAUHAUH raxei com este post uhauhauha
    Ficou faltando, as Pirinerds pseudo-RPGistas, e as pirinerds dos Live Actions de Vampire The Masquerade. Conheço varias destas, se infiltrando na sociedade RPGistica em geral \o hauhauhau
    Ótimo post \o/

  135. Adriano disse:

    um Nerd VIVE a tecnologia! não apenas usa o facebook e posta memes.

  136. Fernanda disse:

    Na minha opinião, isso não passa de uma fase de adolescentes juvenis criadas a leite com pêra.

    A maioria são as garotinhas de 15/16 anos, e isso não é pra chamar a atenção não, isso é falta de surra mesmo!

    1. Tammy disse:

      Ai, Fernanda, o pior é que a gente já encontrou MUITAS com os seus 20 e tantos anos. =///
      RUN TO THE HILLS.

  137. Eilton Ribeiro disse:

    Engraçado… Pra bater record de comentários, só precisa meter um pouco e futilidade no meio. Que se danem os assuntos interessantes.
    E depois ainda reclamam quando algum programa de tv/podcast/blog interessante “emburrece” com o tempo.

    Nada contra o post, Tammy, foi legal, o GG é um blog de humor mesmo.

    1. Tammy disse:

      É que às vezes a galera acaba levando MUITO a sério.
      O post só fala sobre uma “modinha” que vem crescendo e tomando espaço na internet e decidi dar uma abordagem ~a la Globo Repórter~ para não fingir que não está acontecendo nada. XD
      Mas no fim é pra gente rir mesmo! ;D

  138. Verônica disse:

    E as zombies gostosonas que fazem pose pra tirar foto?!

    Zombie é zombie, p#@&%!

  139. Ju disse:

    Post engraçadinho, mas vamos tomar cuidado com os rótulos. Você pode ter escrito pro lado da piada, mas muita gente engole como verdade (vide a maioria dos comentários. Estão com boas doses de intolerância e radicalismo). No fim das contas, a menina ser “pirinerd” ou não, não é problema de ninguém aqui. Parece inofensivo, mas as tretas desse mundo sempre têm origem nessas coisinhas.

    Vamos ser todos saltitantes e felizes, independente de sermos nerds tr00 ou pirinerds.

    1. Tammy disse:

      O post aponta “rótulos” para cada espécie, Ju.
      Mas acho que nem preciso dizer que NADA NESTE MUNDO pode ser generalizado, né?
      Claro que devem ter meninas bonitas que são nerds, entendem do que gostam, manjam do assunto e fazem sucesso na internet. (SEM TIRAR A ROUPA!)

      Mas, infelizmente, nós sabemos que essas são raríssimas. =/

  140. Gabi disse:

    Esqueceram das Maria Pokemon, que usam sutiã e calcinha com estampa de Pokebola só pros macho babaca ficar rodeando as vadia.

    1. Ju disse:

      Esse é um exemplo de comentário intolerante e radical!

    2. Tammy disse:

      HAHAHAHAHAHAHAHAHA TRUE STORY, GABI! Tinha esquecido dessas!

    3. Amanda disse:

      clap clap, esse tipo de post só serve pra agregar esse tipo de comentário lixoso.

  141. Paulo disse:

    Se alguma pirinerd quiser “me usar”, juro que não vou achar ruim…

    1. Reginalolipop disse:

      Vai sim, no futuro principalmente quando estiver de ouro no dedo…

  142. Verônica disse:

    Chama essas “pirinerds” pra um contra, então! XD

  143. Rafa disse:

    E o que fazer se você leu o post e se identificou com algumas espécies de “pirinerds”? Amiga minha nerd/geek pirou bonito, com crise de identidade e tudo. Coitada ;P

    1. Jeferson Cardoso P. Lança disse:

      É por esta crise de identidade que o post ta bombamdo. Pode ver, muitos comentários começam com “Não sou nerd, mas…”

      O passo mais difícil da formação de uma personalidade é a aceitação do “eu”.

  144. Akane disse:

    Adorei o post! Fujam para as colinas nerds, as piri estão a solta! AUHSuHAUShuHAsuHs

  145. cami disse:

    Odin abençoa esse post. Amém.

  146. DIRS disse:

    Que bom! MAS! De qualquer forma… ainda não vi garota que fale ‘duvido que vc ganha de mim no FIFA12′!

    1. Rodrigo disse:

      Eu ja! kkkk

    2. Lucas Zeta disse:

      Nem te conheço mas conheço uma que vai falar isso e VAI te ganhar. =P

  147. Hector disse:

    Nerds não ligam se é ou não pirinerd pois ja dizia Akon “Doesn’t matter had sex”

  148. Giovana disse:

    Eu acho que vocês precisam parar de levar as coisas tão a sério. ¬¬

    1. Lilo disse:

      Concordo \o/

    2. Taly disse:

      Eu acho que vocês precisam parar de levar as coisas tão a sério. ¬¬ [2]

    3. hskajino disse:

      gostei do post, bem informativo, mas a atitude do post é um tanto “indie”: nerds estão na moda, agora todo mundo se diz nerd, e eu que sempre fui nerd, não estou gostando. O bom é que fala de algo antigamente comum a cultura nerd: nerds eram “usados” pelas mulheres (as piriguetes…), só que agora elas precisam se “fantasiar” pq nerds não são mais tão socialmente burros a ponto de se deixar manipular. (mentira, quem ainda cai na rede de uma pirinerd ainda não digievoluiu pra nerd moderno xD)

    4. Edu disse:

      Eu acho que o povo precisa aprender a interpretar um texto, pq olha… tá foda.

      A Tammy praticamente tem que desenhar a cada novo comentário. HAHAH

  149. Vanessa disse:

    Eu não sei pq/onde/e como uma mulher que se amarra em games e tecnologia é ser pirinerd(pq piri?). Tipo, é ELA quem curte.

    Essa coisa de que mulher faz pra agradar/caçar macho é machismo, viu, darling.

    Me explica o pq dessa tachação?

    Um menina não pode ser louca por games, tecnologia(e até por nerds. por uma questão de afinidade) que prontamente está caçando um macho? Então quer dizer que nem gostar de nerd ela tem o direito, que ctza que é uma pirinerd??

    Francamente.

    E vc, se considera uma pirinerd meramente por falar de tecnologia e curtir jogos medievais?

    Eu sou louca por jogos, tecnologia e tudo relacionado ao mundo geek, mas defendo até o último suspiro o fim dos rótulos. É o meu GOSTO, e não faço isso pra caçar/atrair homem algum.

    A mulher já sofreu tanto esse tipo de preconceito, sabe. E embora seu texto seja aparentemente inocente, só é mais do mesmo.

    1. Lilo disse:

      Ela não falou que pirinerd é uma mulher que curte jogos, quadrinhos, etc.

      Ela falou que pirinerd é a mulher que fala que gosta desse tipo de coisa para chamar atenção.

      1. Tammy disse:

        Exatamente, Lilo.
        Vanessa, em momento algum quis dizer que meninas não podem ser nerds ou gostar de Star Wars, Gamers, ou qualquer outra coisa “considerada” nerd.
        O que quis mostrar no post é que o número de garotas que utilizam isso “como desculpa” para se exibirem vem crescendo MUITO! E muitas vezes é algo que não é verdadeiro. A menina nem gosta realmente de games, ou de nerdices, mas diz que gosta pra conseguir chamar a atenção.
        A internet tá cheio disso e a coisa vem crescendo cada vez mais, e só por isso resolvi abordar o tema aqui no Garotas Geeks.
        Mas JAMAIS quis parecer preconceituosa, só quis mostrar que muitas dessas garotas usam a cultura nerd para conseguir “status” e popularidade na internet.

        1. Nathalia disse:

          Ela quis ser engraçada denegrindo as mulheres que tomam este tipo de atitude ao mesmo tempo que ignorou completamente a remota possibilidade de um homem fazer o mesmo, afinal, se um homem é nerd, então ele é nerd MESMO. nunca que um homem vai ser fake interesseiro.
          ser fake interesseiro é coisa de mulher.

          mulher que pega homem com carrão: maria gasolina.
          homem que pega mulher com carrão: esperto.
          mulher que fica com muita gente: galinha.
          homem que fica com muita gente: garanhão.

          e por aí vai.

          1. Helena disse:

            assino em baixo!

    2. Verônica disse:

      Pirinerd = Piriguete + nerd

    3. Tsubasa disse:

      Caçar maccho, agradar macho é machismo? aaahhh para! Velho, isso é machiismo n, É SADEZAAAAAAA DO PIORR GRAU! Putz machismo seria se ela fizesse APOLOGIA ao machismo, coisa q ela n fez! Aff .-.

  150. Mah_q disse:

    Post tão polêmico quanto mamilos!
    Mas olha, essa raça tem crescido, pq afinal, vamos combinar né:
    Geeks/Nerds são as mulheres dos sonhos, afinal, homens amam alguém sem frescuras, que não se preocupam tanto em estar bonita o tempo todo, que jogam video game e curtem um filme mais másculo, né? *-*

    1. Rodrigo disse:

      Falo tudo, o q mais queremos é uma mulher com quem possamos jogar um game, ou assistir um anime/série e tal. Enfim mulheres que compartilhem dos mesmos gostos.

  151. Alice disse:

    Amei o post!! Ainda bem q nao me incluo nisso, pq é mto queimação de filme.
    Eu amo games e assunto relacionados a internet. De html só o suficiente para editar um blog!

    O que mais vejo sem duvida, como vcs mesmo mencionaram no post, são os tais fãs de Star Trek/Star Wars. Nem conhecem direito mas de vestem todo de acordo com os personagens. Pára e pergunta algo pra saber se sabem?? Sabem nada… Por isso, apesar de eu e meus amigos me considerarem uma nerd, eu só falo do que entendo, do que não entendo escuto os outros pra aprender!

  152. Mola disse:

    AI FUI NA CAMPUX PARTY E FIX UM MONTE DE AMIGUX NAS REDEX SOCIAIX O EVENTO É MUITO FODA MEEEEEW CONHECI UM MONTE DE GENTE SO MUITO GEEK COMI ATÉ CHOCOLATE E COMPREI UMA CAMISA DO MARIO!!!111! AGORA VOU VOLTAR PA MINHA CASA JOGAR JOGOS FALO MESMO NÃO JULGUEN!ONE11!

    1. Tammy disse:

      HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA ÇOU AXIM11!!! FALO MEXMUUUU!111!1

  153. Nathalia disse:

    Você não acha que seu post é bem machista?
    Claro que existe uma moda geek agora que preza muito mais pelo visual do que pelas experiências de jogos/filmes/quadrinhos. Mas ela também pode ser notada em homens.

    Além disso, nada impede que uma pessoa bonita ou usando o tal do decote que vc tanto fala não seja nerd. As pessoas que se vistam como quiserem, né.
    Acho que como geek – que provavelmente sofreu bullying na escola, como eu – talvez vc pudesse repensar um pouco no tipo de humor que investe, antes de acabar cometendo bullying – vc mesma – contra possíveis geeks que não se encaixam no padrão dos anos 90.

    1. Tsubasa disse:

      Interprete beem oq ela escreveu, pois n é machismo. Repare, existem há milhares de sécculos(escrita erradda pelo celular c problemas nas teclas, sempre existiram mulheres e homens innteresseiros, se antes era pelos donos de terras,, senhores do engenho, condes, e blabla hj n mudou nada, oq muda so é a aparencia e o objeto de desejo. Sempre existiram mulheres assim,ditas “putas”, maria gasolina q nn pode ver homem c carro, e ao se analisar, criticar e escrever sobre isso de forma mais contemporanea, significa q é machismo? Onde q isso é machismo? Apologia ao machismo seria se ela enfatizasse aos hhomens sairem por aicatando e aceitando de bom grado essas sanguessugas. Oq ela fez foi alertar a comunidade gekk/nerd para a existência desse tipo de relacionamento perigoso, pois pode magoar mts pessoas, afinal, ngm gostaria de amar uma mulher e depois ser jogado fora, certo? É esse o real intuitodo post, fora as satiras qela fez p descontrair.

      1. Nathalia disse:

        Espero que o intuito do post não tenha sido “alertar” os pobres nerds sobre as interesseiras.

        Se sua péssima interpretação de texto não te deixou perceber, o post é machista, sim, porque lista apenas MULHERES que se dizem nerds e têm interesses ocultos por trás disso. Ou será que não existem homens interesseiros e só as mulheres são as malvadas na história? Esse seria um ótimo conceito bíblico.

        Aposto que vc não considera machista nem o seu próprio comentário.
        A saber: machista não é só homem que bate em mulher. Um pouco de estudo ajudaria a clarear essas questões.

      2. Antonio disse:

        Pô cara, parabéns, vc conseguiu ser mais machista que elas. COnsiderar uma mulher perigosa e interesseira só pq ela quer que notem que ela é bonita e quer se afirmar dentro de um grupo (que é o que essas meninas do blog tão fazendo) é suuuuper machista, filho.. Aprenda o que é machismo, sexismo e misoginia antes de falar uma besteira dessas de novo.

        Dica: são coisas diferentes

  154. @d0ugl4spimentel disse:

    Hoje em dia o ser nerd é ser cool ,as sirigaitas agora acham que é sempre bonitinho ser nerd, se achar meiga, mas no fim das contas não sabem nem metade do conteúdo, acho que a unica coisa boa disso tudo é que ser nerd parou de ser um negocio odiado por todos, até antes da virada do seculo, muitas pessoas se abominavam por serem chamadas de nerd, quatro olhos, harry potter(esse foi meu apelido no ensino médio).O que podemos esperar é uma evolução? eu acho que não, acho que logo mais vai ter outra modinha escrota como hoje agora a moda é ser da “Alta social media”.Hoje todo mundo quer ser blogueiro, todo mundo quer ser icone no twitter, hoje todo mundo quer ter uma pagina de humor ~no feice~.
    Voltando ao mais importante, Burn those witches xD, isso so mostra um motivo para as mulheres/homens qualquer ser humano ser você mesmo e parar de tentar ser algo que não é.Fim de papo away xD.

  155. claiton disse:

    Faço coro na história das pirinernerds, (que não se enganem meninas tbm existem na versão masculina!) e acredito que relações profundas requerem conteúdo, seja seu parceiro/companheiro/amigo/namorado(a)/qqcoisa, da tribo que for. Existem coisas que estão além de rótulos .
    Por outro lado, se o cara/mina, no caso o/a nerd alvo, tiver discernimento, é simples. Vai lá come a fulana e sai andando! Sabe, se ela/ele quer ter uma vida fake, no meu jeito de ver, não tem problema de eu ser fake com ela/ele. Só manter no mesmo patamar que ta tudo ok.
    Só teve um argumento no post que me fez pensar. Tbm fui alvo de todas as zombarias normalmente infligidas ao nerdão-quatro-olhos, mas nem por isso acredito que isso seja um característica impreterível para definir a nerdisse.
    Será que todo nerd foi zuado? Será que alguém pode ter o que podemos chamar de perfil nerd e ter tido um vida social, digamos… Normal?
    Fica a pergunta que tbm não consigo responder.
    Abraços

    1. Flavio disse:

      Ao meu ver todo CDF/Nerd foi zuado na infância eu mesmo foi um dos pela tímidez que vem.
      É como se você fosse atraído para tais gostos.

  156. Jack disse:

    nooooooossa fantástico o post Tammy! HUSAHSUH Conheço mtas pirinerds @_@ e olha ” fujam p colinas!”

  157. Ana Clara disse:

    Eu não sou nerd, nem pirinerd. não mostro meus peitos (pq não tenho .-.) curto bastante revistinhas, filmes toscos sobre personagens toscos,ficção cientifica, video game etc. mas não sou nerd, até pq não sou viciada, só curto.
    Acho que é assim com a maioria das pirinerds, elas curtem algumas coisa ditas nerds, aí pra mostrar que são “gostosas diferentes” falam que são nerds ._.

    Eu não sou nerd, mas curto mto coisas nerds… estranho não?

    1. Jack disse:

      Eu te entendo Ana, UHSAUS adoro coisas do tipo, batalha campal,HQs,scifi e tudo o mais, mas acho q não sou nerd ó_ò’ apesar de me chamarem de nerd, e falarem q só faço nerdice, e tals.

      1. Jeferson Cardoso P. Lança disse:

        Gosta de batalha campal e não é nerd?!?!

        Realmente, a mente humana segue por caminhos estranhos.

        Freud ponto pra vc.

      2. Livia disse:

        Batalha campal é FTW!!! \o/

        1. Jeferson Cardoso P. Lança disse:

          Mas não é Lívia. Me explica essa frase:

          ” Gosto de BATALHA CAMPAL E NNNNNÃÃÃÕ SOU NERD ”

          Como assim??!!??

  158. Denis disse:

    A mim parece um post preconceituoso e cheio de dor de cotovelo. Não entendo pq garotas “nerds/geeks/ ou seja la que inferno” não podem ser sensuais ou bonitas.

    Na verdade, o fato de bradarem sua nerdice pode ser justamente sinal de que não são aceitas em grupos nerds por serem “diferentes” e tem que deixar isso claro.

    É o diferente excluindo o diferente, por ser diferente. Que existam garotas pirinerds eu não duvido. Já vi mta coisa absurda por ai, mas dizer que todas as garotas bonitas que se dizem nerds sao falsas é infantil e até invejoso.

    1. Tammy disse:

      Denis, em momento ALGUM do post falei que “meninas nerds não podem ser bonitas”. (falando nisso, já deu uma olhada no QUEM SOMOS do Garotas Geeks? SÓ TEM FILÉ! HAHAHAHAHAHA brinkz)
      A questão que eu abordei no post é sobre o interesse que rola com meninas bonitas, que fazem de conta que gostam de cultura nerd (pq tá ~na moda~) e tentam se aproveitar de alguma forma disso, seja para conseguir fama ou pintos. (o que acaba sendo um pouco triste =/)

      E fique tranquilo, não é dor de cotovelo não! XD
      No fundo o post tem o objetivo de brincar com esse estereótipo! ^^

      1. Julio disse:

        só tem filé e o filé COM BACON que é você tammy SUA LINDA xD

      2. Antonio disse:

        E se elas fossem feias e impopulares e fingissem participar dessa “cultura nerd” (aka cultura pop/cultura de massas) pra ganhar amigos e pintos, aí seria certo né? É aquele velho machismo de que a mulher tem que ser masculina (ou ao menos pouco feminina) pra poder ser levada a sério, tipo Dilma Rousseff, Angela Merkel e Margareth Tatcher

        1. Helena disse:

          vc tem TODA a razão! é uma pena q nesse mundo haja tantas mulheres que são machistas sem nem ao menos perceber. Sem contar com grande parte dos homens.

    2. Thiago Brosens Barros disse:

      Te convido a reler o post, porque você não o entendeu.

  159. Igor Queiroz disse:

    O ponto positivo dessa história é que ao menos agora ser nerd não é tão estigmatizado. E as aproveitadoras de geeks da informática existem desde antes do início da informática. :P

  160. Yoshi disse:

    o único problema é que essa modinha logo vai passar e eu provavelmente vou continuar forever alone aheuhauehuahe
    igual a uns anos atrás quando a moda era pegar japas, mas eu continuava esquecido no canto… sad

  161. Dyana disse:

    Vcs podiam falar tb das nerd tr00 que se disfarçavam na adolescencia pra poder ser aceita e não sofrer bullyng, mas que sofria bullyng em casa… (irmãs podem ser muito cruéis)
    Não se “vira” nerd… a gente nasce assim oras!

    1. Jessica disse:

      Sou obrigada a concordar… irmãos podem ser crueis.. principalemnte quando você esconde de todo o resto do mundo seu verdadeiro eu.. eles sempre tem essa carta na manga

      1. Pensei na animacao “Tá Chovendo Hambúrguer”

  162. lully disse:

    senti uma dor de cotovelo aí… é claro que tem garotas que tão pegando a moda geek pra se passarem por tal, mas acredito mesmo que hajam meninas nerds e bonitas/gostosas. só que se mostrar, por si só, já é coisa de piriguete, hehe

  163. Diógenes disse:

    P.S.: Autentico nerd minha ex teve que tomar a iniciativa huahauha

  164. Diógenes disse:

    Minha Ex me conquistou assim uhauahuah
    Me add no MSN e começou a falar comigo sobre Games e Animes com o google aberto, ok ela não era total noob pra ter essa idéia e jogamos muito Play enquanto namorávamos, mas quando ela contou como ela tinha feito me senti enganado hahaha

    As maria-mouse são engraçadas, você tem elas no MSN a séculos NUNCA conversam com você tão ali pq tu tem pena de excluir já que são bonitas…
    Mas quando mandam um “Oi, tudo bem??” tu já se prepara pra um “Preciso de um favor seu…”

    1. Anyone disse:

      Olha, sua ex tomou a iniciativa, pesquisou e aprendeu sobre o q vc gosta pra se relacionar melhor com vc, isso não é piriguete, isso é gostar.
      Qdo vc gosta de alguém e procura aprender/entender do que a pessoa gosta só mostra o quanto vc se importa com a pessoa.

      Vc está sendo um mal educado falando dela assim e ainda bem q ela terminou com vc.

      E não, não sou sua ex.

      1. Diógenes disse:

        Ok, agora até pra mim sobrou???

        Bom vamos lá, post fala e zoa minas que usam o esteriótipo Nerd pra se aproximar de Nerds…

        Eu brinquei com o fato da minha Ex ter feito isso, usado o google pra se aproximar de mim foi uma grande jogada, achei que tinha achado a mina perfeita hauhauha

        Quem disse que foi ela que acabou?? :P

        E não, nós terminarmos não tem nada a ver com ela ser ou não nerd… Sério quem liga???

        E provavelmente minha Ex teria rido, não se sentido ofendida com meu comentário… por isso ela foi minha namorada…

      2. Reginalolipop disse:

        Engenharia social é coisa de pirinerd.

        Se ela gostava dele o suficiente pra querer juntar as escovas, não devia ter medo de ser sincera e dizer pra ele que não manjava de games.

        É justamente disso que trata o texto, se voce acha normal, provavelmente faz a mesma coisa de um dos esteriótipos.

  165. Lara disse:

    usam camisetas estampadas e nem sabem do que se trata, e como li num comentário acima, TBBT contribuiu muito para isso (odeio essa série, fazer o que, né?) Só porque vc tem “visualsinho” não quer dizer que vc mereça ser denominado nerd.
    Eu mesma não sou nerd e não entendo nada de tecnologia e html(só o necessário para fuçar no meu tumblr, hohoho). Sou apenas mais uma fangirl perdida no mundo. lol

    1. Wimary disse:

      Fico feliz que existam pirinerds! Sério! Assim os nerds param de se dizer foreveralone, que as garotas nerds não existem, enfim…
      Que sejam felizes com as pseudo nerds! Huahuah
      Eu mesma não sou nerd, não sou esperta o bastante, nem tenho saco pra ficar pesquisando coisas sobre tecnologia.
      Sou apenas uma fangirl descarada, que não tem o que fazer alem de ficar o dia todo na internet fuçando noticias dos meus bias asiáticos.
      Assistia Big Bang theory, mas hj em dia prefiro Doramas, faz mais o meu gênero. ^_^

  166. Dukah disse:

    Não vejo muita razão pra se “preocupar” com a existência dessas pirinerds, até mesmo porque tem muita garota nerd aí que na hora de correr atras de um cara, não é o nerd que ela quer e sim o carinha “normal” que todas as outras gostam.

    Então se as pirinerds podem ser desejadas e cobiçadas, principalmente pelos atributos físicos e se você quer dar uns pegas, eu não vejo problema algum.

    Seria até hipocrisia dizer que essas duas situações não acontecem…

    1. Tammy disse:

      E sim, acontecem! =S

  167. Lara disse:

    sempre me deparo com essas nas ruas e pior que tem muito meninos assim tbém; só pq usa óculos de aro grosso (geralmente sem grau) e camisetas de star wars, pq Star Wars tá na moda e ser pseudo-hipster-nerd é cool!
    e ainda tem que falar que não vive sem café!

  168. Moica disse:

    Esqueceram de mencionar as marias pagerank, muito bom texto hahaha

    1. Babs disse:

      hahah essas tão junto na categoria Maria-Social-Media

  169. Sensacional a ideia de denunciar as pirinerds. Só fico tranquilo porque elas só são um perigo real para o conceito atual e pop de nerd, que parece se confundir com o geek

    Como está na moda ser nerd, e TBBT contribui muito pra isso, o mundo pegou todos os estereótipos com que avacalhavam a nerdaiada nos anos 80/90 (quadrinhos, games, rpg, ficções, tecnologias, animes etc.) e criaram uma tribo bem vista com só isso de conteúdo.

    Já até dei uma desencanada de ler tantos posts de blogs so called “para nerds”, que na prática são apenas compilações desses temas, mas sem uma nerdice de fundo. Não que os nerds mesmo não os curtam, mas é querer definir a doença pelo sintoma, e sabemos que não é só porque o sujeito tem febre que ele está com gripe, né?

    Outro dia pensei: se existe um verdadeiro parâmetro confiável para se medir nerdice, seria o número de referências por unidade de mensagem considerada. Assim, Shrek 2, por exemplo, é um filme muito mais nerd do que LotR (#hatersgonnahate), e é possível se escrever posts nerds sobre qualquer assunto, até sobre o barraco no Carnaval de São Paulo.

    Mas as pirinerds (ou seriam pirigeeks?) não gostam disso, porque não conseguem acompanhar esses raciocínios, e logo ficam entediadas. Ainda bem que nerdice é um conceito desvinculado de beleza (p>0,05), e que esta, embora secundária ao afrodisíaco da inteligência, não faz nada mal quando agrada à visão tanto quanto à audição.

    1. Tammy disse:

      O que as pessoas tem dificuldade em entender é que ~be a nerd~ não é só um visual ou gostar de Star Wars ou Star Trek. Ser nerd é você fazer parte de um nicho, entender especificamente de um assunto, e dominá-lo.
      Isso é ser nerd, porque mostra o quanto você estuda e se aprofunda sobre determinado assunto do seu interesse, seja ele games, filmes, quadrinhos e (pq não?) culinária? LOL

      1. Carolina disse:

        “Ser nerd é você fazer parte de um nicho, entender especificamente de um assunto, e dominá-lo.”

        Verdade.
        Eu entendo de moda, decoração e cinema (Nada a ver um com o outro? Pode ser, mas os temas me apetecem.). E o último me leva a ler sobre quadrinhos, games e música. Gosto da leitura. Uso óculos, uso aparelho, sou desajeitada, fui muito zoada na escola por causa do meu sobrenome, da timidez, dos óculos, das notas boas, da asma, enfim. Sou um esteriótipo. Mas cresci, apareci, fiz 30 anos. Eu produzo modelos hoje, sei vestir bem uma peça de roupa. Qualquer garota é bonita e hoje em dia, é fácil ser linda. O que somos é um reflexo do que sabemos: a importância do conhecimento. Sei bem da minha realidade de “uncool” e de “não-gostosa”, mas mesmo assim namoro um cara lindo e conquistei ele sem apelar pra decotes e bicos. Infelizmente pra algumas pessoas a capa do livro é mais importante que a história, mas também, posso afirmar que
        não existe mulher feia, existe mulher mal produzida. E que nudez não é beleza, é apelação. É possível ser muito gata e nerd. Tudo é uma questão de apresentação.

        1. Tsubasa disse:

          Disse td garota, mandou bem! o/

  170. Flavinha disse:

    Meninas, parabén pelo post, adorei o termo maria mouse, conheço várias garotas assim, coisa mais ridícula né?

    Beijinhos

  171. Sah disse:

    Finalmente! FINALMENTE alguém disse TUDO! Parabéns meninas!

  172. Lais disse:

    tenso issu e total verdade….mas hj em dia tem mt gente nesse de ahh poser, vc n é nerd e sei la mais oq…..ah se fala q faz chapinha e pinta a unha…ahh vc n é nerd…manooo eu sei q sou nerd…passei por bulying….superei….fui taxada de nerd kuase a adolescência inteira…e bem na época eu n gostava nem um poko..sempre gostei de literatura fantástica,quadrinhos e filmes de ficção…desd de pequena…mas n so gamer….pq n tenhu mt pasciência com jogos de console…gosto só de mmorpg…. e hj em dia mt gente gosta de por o dedo no meu nariz e dizer q n sou nerd e q seila oq….pff….claro q tem q ser cuidadoso em relacionamentos e talz….mas as vezes a pessoa nem conhece e fica julgando pelas costas só pq acha q aparentemente vc n se encaixa no conceito nerd ou o q q seja!
    mas parabéns pelo post meninas…vc são de mais^^

  173. dbalotin disse:

    alias… tenho a impressão que conheço a moça ali que ta vestindo um controle de dreamcast, um de gamecube e um memorycard de dreamcast 0_0′

    1. Tammy disse:

      TENSO. HAHAHAHAHAHAHAHAHA

  174. dbalotin disse:

    ALELUIA IRMÃOS, A VERDADE É ENFIM ANUNCIADA!… até pensei em twitar a respeito disso mas… sei la… prefiro evitar…

  175. DavidFellipeluz disse:

    falto apenas descrever as pseudo-nerds de Series e quadrinhos… mas foi um otimo/polemico post XD

  176. willwln3 disse:

    o verdadeiro/a Nerd não fica falando Ui eu sou nerd , ele simplesmente é, e ele não é porque ele gosta e acho cool.

    1. @LeoBiscassi disse:

      Concordo totalmente, hoje em dia é moda se declarar nerd … as coisas estão ficando estranhas, antigamente todo mundo detestava ser taxado como nerd, hoje algumas pessoas praticamente forçam ser taxados como nerds, bisarro :O

      1. Alice disse:

        isso ai WILLWLN3

  177. Liryan disse:

    Todo relacionamento é por interesse. Todo tipo de vínculo com alguém é por algum tipo de interesse. Eu não dou pesos aos interesses, colocando uns melhores que os outros. Funciona para mim. Quase sempre considero que os pesos que dão para estas coisas e para estas espécies é grande demais!

    Havendo nisso tudo, muitas vezes, uma supervalorização de aspectos da inteligência. Mas sem considerar que a inteligência também acaba com o tempo, também cai como qualquer par de peitos. E deixa de brilhar como qualquer pipiu.

    Enfim, se de fato existirem mesmo “pirigamers” como esta da foto por ai, na boa? Podem passar tudo meu para ela! Msn, facebook, senha do dropbox e até o apê! :cP

  178. Fabio Melo disse:

    Sem contarnque isto parece muito mais coisa de hipster, sobretudo pelo óculos de aro grosso.

  179. Mari disse:

    ahahah meu namorado é tr00 nerd e a nossa discussão é sobre o fato de eu ser nerd. Ele diz que eu sou nerd e eu digo que não sou =p

    1. ichigo disse:

      Somos duas!

      1. Jaq disse:

        Três.. kkkk

  180. Eduardo Cruz disse:

    Um dia conseguirei ser um nerd, e respeitado ainda. E seu eu achasse uma pirinerd q já jogou Mortal Kombat II no Mega drive, eu até arriscaria minha pele nas mãos dela!

    1. Alice disse:

      eu ja joguei no Mega e no SNES!! *-*

    2. Alice disse:

      mas nao sou pirinerd nao!!!

      1. Rodrigo disse:

        Nerd tr00?

  181. sebastian disse:

    olha, eu adoro vcs, adoro o blog, maaas de boa, to de saco cheio com essa historia de nerd fake/nerd tru, meu, já deu… nerd é nerd.

    e tammy, eu adoro seus posts, mas esse eu fiquei com pena de vc, parece até q alguma suposta “pirinerd” roubou seu paquera e vc ficou putinha… vc é bem melhor q isso!

    faz um post sobre pokemon, pra q ficar falando das coisas ruins da vida? não se esqueça essas coisas são o caminho para o lado negro… desse jeito vcs vao acabar fazendo companhia pro marvin.

    beijão!

    1. Tammy disse:

      Sebastian, vou te confessar uma coisa: Quando eu terminei o texto eu pensei, “MEU DEUS, QUANTA MERDA!”
      Mas, infelizmente, é um monte de merda REAL, e que rola muito por aí.
      E como aqui no Garotas Geeks a gente sempre tenta dar espaço para todo tipo de tendência (boa ou má) que surge na internet, achei válido colocar isso em pauta, principalmente pelo fato do interesse que rola da parte dessas meninas. (e a gente nunca gosta de gente interesseira, né?)

      Mas não precisa ficar preocupado não! (e também não precisa levar TÃO a sério, pois, afinal, eu linkei o vídeo do Molejo nesse post. HAHAHAHAHAHA)
      No fim, a internet é uma mesa de bar e a gente só tá jogando conversa fora! ;D

      1. Te contar que fiquei chocada com a grande amostragem desta espécie presente na CPBR5…

      2. Ana disse:

        Olha, eu concordo com o cara de cima.

        Seu blog é legal, mas nunca tinah visto coisa tão preconceituosa e machista como esse post.

        Eu uso decote. Eu uso maquiagem. Eu uso salto. Odeio esteriótipos como esses que você listou. E aposto meu ps3 que sou mais nerd que vocês.

        1. Tsubasa disse:

          Relaxa, n leva pro lado pessoal pq afinal, existem exceções! :D /

          1. ana disse:

            Não estou levando pro pessoal, só acho ridículo rotular pessoas como se fossem produtos.

            É preconceito sim. E extremamente infantil.

            Agora os nerds se acham tr00. Bela porcaria. Vou continuar a ser eu mesma, aceitando as pessoas como são, e não alguém que se acha superior por causa de gosto pessoal.

        2. Thiago Brosens Barros disse:

          O objetivo do post não é NEM DE PERTO criticar nerds que se arrumam.

          Aparencia física não importa, o que importa é o comportamento.

          Eu me arrumo quando saio (e quando não tmb), tenho poucas espinhas e pessoas dizem que sou bonito (além da minha mãe, tá? >_<)
          E eu alegremente passo mais tempo no PC do que fora de casa.

          O que o post critica são as meninas que se dizem nerd, e qdo vc pergunta quem é Zelda elas dizem "a menina de roupa e chapéu verde que mata tudo com espada".

          Ninguém duvida que vc seja nerd. Se vc n é assim, esse post não te critica. Simples assim.

          1. Thiago Brosens Barros disse:

            Agora, porque que essas meninas são criticadas?

            Porque elas querem ser cool, querem ser parte da moda – afinal de contas, ser geek tá na moda e somos todos hipsters -q
            É como você querer falar de futebol, se achar o maior fã, mas ser incapaz de listar um grande jogador de futebol além do ronaldo e do pelé.
            As pessoas que gostam te acham idiota.

            Porque, até certo ponto, você é. Agindo assim, você é.

            (não você VOCÊ, ana. Vc entendeu :/)

        3. Helena disse:

          Concordo plenamente, Ana!

          Tá existindo toda uma pressão de como ser um nerd “verdadeiro” e vc tem que ser assim, assado e não pode gostar disso e daquilo outro, blablablá…
          Mas cada um é cada um e tem a liberdade de ser o que quiser, e se vc gostar de matemática, física e computadores, vc não precisa adorar vídeo games, super-heróis e seriados nerds americanos.
          Ou então, talvez seja eu q não sei oq é nerd.

          Eu tbm me arrumo pra sair e tudo mais, e meu jogo favorito ever foi harvest moon! E joguei poucos jogos ao longo da vida (mas continuo jogando os novos harvests moons xD) e não gosto da cultura popular nerd, é tão americanizada, no geral, consumista e supérflua, e nem tão inteligente assim.

          Mas tudo isso não muda o fato de ter sido a esquisitona q tirava boas notas na escola, e agora faz engenharia. (só q agora eu sou mais bonitinha, pq eu era esculhembada nos tempo difíceis da escola xD).

        4. Fer do Scavenge disse:

          “E aposto meu ps3 que sou mais nerd que vocês.” / “só acho ridículo rotular pessoas como se fossem produtos.”
          Analise as polaridades pfvr

    2. Reginalolipop disse:

      Poxa amigo, o que ela digitou ali é voltado justamente para os homens, se não gostou, lê outra coisa.

      Isso porque ela só falou sobre as garotas. Muita gente não sabe, mas existem garotos também saindo de suas zonas de conforto pra caçar garotas geeks em eventos, eles acham que o Mario é o cara do armário.

  182. Rodrigo W.Mendes disse:

    Realmente, acho que ninguém vira nerd de uma hora pra outra. É um processo lento, que se inicia na infância. E o que mais se vê hoje em dia são falsos nerds. O pior é que meninas nerds de verdade e que se interessam por caras nerds são bem difíceis de achar, pelo menos na minha cidade. Ou talvez só se escondam…

    1. Ana Lucia disse:

      Concordo com o Rodrigo. Ninguém acorda uma bela manhã e descobre, entre uma mordida e outra no pão com manteiga, que virou nerd, punk ou o que seja.
      Pode até acontecer de em algum momento alguém te dizer que você é nerd, você olhar pra trás e pra toda sua bagagem de vida e a ficha cair. Comigo foi assim, pois sempre gostei de praticamente tudo no universo nerd/pop/geek (menos zumbis), e demorei anos pra me reconher no termo.
      Acredito que o tempo passa, e as pirinerds vão acabar achando outro nicho pra explorar, pois é o que sempre acontece, as modinhas vem e vão.

      1. Suellen disse:

        Não sabia que era nerd, na escola viviam me zoando e me chamando assim, sempre ficava brava e dizia que não era, até que um dia assim como você resolvi parar para me analisar e descobri que, sim, era nerd. A história foi assim , quando mudei de escola estava cansada da fama de nerd e CDF e tentei me juntar com o pessoal popular, não deu muito certo, percebi que não fazia parte desse grupo e que eles eram um bando de IDIOTAS que não respeitavam absolutamente ninguém e não tinham nada em comum comigo, a parte boa foi que comecei a me conhecer melhor…

    2. Suellen disse:

      Pois eu sou louca para achar um cara nerd, porque só um cara assim pode me entender e não rir da minha cara e dizer que pareço criança devido aos meus gostos. Eu e meu irmão somos extremamente nerds, tivemos uma infância nerd e o mais estranho é que nossos pais não entendem nossos gostos e vivem brigando com a gente por assistir desenhos e animes que eles julgam ser coisas de crianças.

  183. Ricardo disse:

    Complexo isso. Considerando que a alternativa antes era ser um forever alone, até que uma pirinerd é uma boa opção, desde que você não esteja a fim de casar com a dita cuja. Já fui vítima de maria-mouse quando meus hormônios começavam a entrar em ponto de ebulição, hauhauahia… tosco isso.

    Agora falta fazer um post de como conhecer garotas true nerds, Shiny Pokémon em meio a tantas pirinerds Magicarps…

    1. Abilio Cardoso disse:

      Apoio o post do Ricardo. Onde eu assino?

    2. Fernanda disse:

      “Pirinerds Magicarps”… Melhor definição EVER!

  184. tem coisa pior do que falsa nerdice? huahuauha

    se bem que aqui onde eu moro, Londrina, nem essas fake nerds empolgadinhas e safadas são fáceis de encontrar… é só maria-fazenda por aqui… ={

    1. Ana disse:

      Entendo… moro em Londrina também.
      Me irrita muito essas garotas que falam que são gamers, nerds e whatever. O duro mesmo é que tem muito menino que fica babando nelas D=

      1. daniel disse:

        Ah, mas homem sempre baba em mulher, ainda mais se ela for aparentemente o padrão de beleza estabelecido na mente dele.

        Com os tempo, alguns crescem e acabam vendo melhor as coisas.

  185. Cerjo disse:

    Os nerd pira nas pirinerd

  186. Ramon disse:

    LOL QUE POST GENIAL.
    Já namorei uma Maria-Gamer que dizia amar Zelda e Mario, mas nunca tinha terminado nenhum jogo, ou sequer tocado em algum Zelda que não fosse o OoT do amigo de infância que era apaixonado por ela.
    Chegava no meio dos meus amigos e dizia que amava jogar Street Fighter, mas não sabia descrever o comando do Hadouken.
    O sentimento de vergonha alheia me dominava quando ela vinha puxando esses assuntos pros outros. ._.

    1. Alice disse:

      continua pegando maria gamer q sua vergonha so cresce

      1. hskajino disse:

        As melhores dicas para identificar uma maria-gamer: questionário!!
        - pergunte quem é o personagem principal de ZELDA
        - pergunte quem é SAMUS (Metroid)
        - peça o nome de alguns pokemons sem ser: charizard, blastoise, venusaur e pikachu. (vale até que ela responda os pokemons acima de 151, aí o problema é a idade e não a nerdice)

        Afinal: qualquer maria-gamer se identifica com a primeira grande personagem principal feminina, jogou um dos games mais bonitos, interessantes e divertidos de todos os tempos e teve na infância algo relacionado a pokemon…

        1. Juliozzy disse:

          Tá faltando muita dica aí pra identificar uma garota nerd (em relação a video game pelo menos). Nunca gostei de Zelda ou Metroid, Pokemon é um tanto quanto infantil pra mim (minha infância já tinha passado faz tempo quando a febre do Pikachu chegou por aqui). No entanto terminei 100% Super Mario World, Donkey Kong 1,2 e 3, Sonic 1 e 2, Street Fighter no nível mais difícil (com o Vega e Ryu, odeio a Chun-li), sei dar o pilão giratório do Zangief, terminei Star Fox no nível 3, joguei muito Pac Man, Enduro, River Raid… etc

          1. Fabricio disse:

            Pilão Giratorio não e vocabulario pra qualquer um ganhou meu (y)

      2. Ramon disse:

        Haha, larguei essa vida já e sou muito feliz. :p

    2. Anônimo from Hell disse:

      Pois é Moba, você tá falando da Milena, era bem escroto mesmo pra ela e pra você.

    3. karol disse:

      vcs meninos adoram jogar ficar na internete e esquecem d namorada elas tem que mentir pra chamar sua atençao so para ficar um pouco com vc e vc aindo vai criticar a garota …vc ten que se enchergar ela so queria ficar com vc e vc so ligado no videogame

      1. Débora disse:

        Se ela era assim, só queria ficar mais tempo com ele, bastava deixar isso claro pra ele e passar a PROCURAR, entender sobre os jogos. Por mais que seja triste ficar perguntando de coisas ditas clássicas pra gamers, é melhor admitir que não conhece e quer aprender do que fingir que sabe e pagar mico, mas o ponto principal é: realmente gostar de jogos e não fazer isso só por causa do namorado.

  187. Eloysa disse:

    Post de utilidade pública!

    1. Kedraroth disse:

      Eu TOTALMENTE concordo

    2. Smith disse:

      Concordo totalmente (y)

  188. Gabriel Naro disse:

    “E pra ser uma nerd tr00 é preciso muito mais conteúdo do que peitos e uma foto bonitinha com óculos de aro grosso. #fikdik”

    ME SENTI OFENDIDÍSSIMO.

    1. Tammy disse:

      Mas você é ruivo. Então ganha +500 de pontos com a gente! <3

  189. Vanessa L. disse:

    Adorei o termo :B vou começar a usar.Porq essa especie vem se multiplicando né :B Otimo post (;

  190. Pedro Vale Refeição disse:

    Sem contar aquelas que comprar iPhone/iPad e se acham “a nerd” pq sabem digitar num teclado virtual :P

    1. Mima disse:

      AHAHAAHHAHOHOHOA cade o botão de curtir? xD

    2. Amanda disse:

      Exatamente! Tem ainda aquelas que ficam o dia inteiro baixando clipes da Beyoncé e seriados tipo Gossip Girl e escrevem no facebook: nossa, como sou nerd!

    3. Dani disse:

      A Reviosta Info definiu Rafinha Bastos (!?) como nerd porque ele acorda e já vai checar o twitter…

  191. Giovana disse:

    ACHEI QUE FOSSE A GRINGA NA ÚLTIMA FOTO Q SUSTO

    1. Mola disse:

      HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHA

    2. fabianskortaz disse:

      a MARIMOOM e uma pirenerd ? .e em resumo c der eu como .e so formato o pc c mostra a calçinha. @kortazvitor