A gente sabe que você gosta de tirar fotos em lugares tão sombrios quanto a sua alma e tão frios quanto o seu coração. A gente sabe que a alegria de uma roupa de cor rosa ou amarela jamais combinaria com a sua aura. Unhas, maquiagens e acessórios só são disponíveis se forem das cores preta, roxa ou vinho. As baladinhas góticas são lugares perfeitos para expressar todo a melancolia que invade sua alma. Mas lhe falta a ginga? O requebrado sutil e dark que seu final de semana precisa para exprimir sua angústia? Então, acalma-se porque nós vamos te ajudar!

Passo 1: Muitas teias, muitas teias

Imagine-se numa sala empoeirada cheia de teias de aranha (hummm mas que lugar mais perfeito, não?). Agora se movimente como se quisesse retirar algumas teias em volta de você.

Passo 2: Você não é tão legal para merecer um capuccino

O segundo passo é um pouco mais tranquilo. Imagine-se na sua mansão estilo vitoriana prestes a servir uma xícara de café (muito amargo, obviamente) para sua visita. Porém, no instante que a pessoa iria pegar sua xícara, você percebe que ela não é legal o suficiente para estar na sua mansão e retira a oferta da bebida. Fica mais ou menos assim:

Passo 3: Passando por cima do seu amigo morto

Obviamente você não tem amigos verdadeiros. A humanidade é falsa. Mas vamos utilizar aqui o termo “amigo” para um “conhecido”. Para realizar esse passo, você precisa de espaço. Como você quer se manter na posição impecável de dançarino gótico, você não pode permitir que aquela sua conhecida de 13 anos que diz que bebe muito vinho mas está caída na pista da balada acabe com sua reputação (que confere -20 de carisma para seu personagem de Vampiro). Para isso, você irá dançar, passando por cima do corpo estendido de sua conhecida e dando uma pequena volta finalizando o movimento.

Passo 4: Cuidado com as abelhas

Agora você está passeando por uma floresta morta. Porém, apenas as árvores estão mortas. Corvos, corujas, lobos famintos e insetos horrorosos habitam esse lugar desesperador. Mas não são os únicos animais nessa floresta negra. Caminhando por ela, você descobre uma abelha querendo suicidar-se e utilizar você como última morada de seu ferrão em seu rosto. Tente desviar de sua trajetória feroz.

Muito bem. Conseguiu entender todos os passos? Então o vídeo abaixo ilustra todos os passos para você!

Um passo que aprendi nessa vida é o “passo do pentagrama” que consiste em desenhar um pentagrama no chão usando os pés. Muito simples, mas não tem nesse vídeo. Quem sabe no volume 2, né?

E aí? Preparados para dançar com muito mais charme e sedução góticas no próximo final de semana?

Quem escreve? Deborah


25 anos, jornalista, não sei o que eu fazia para me divertir antes da internet. Heavy user de midias sociais. Amo/sou gifs do tumblr e o meme do Homem-Aranha.

Categorias: #LOL, Manchetes, Mundo Geek

comentário(s)

  1. Claiton disse:

    Nossos problemas acabaram :D

    Temos tbm estes passos a variação virado pra parede. Afinal vc esta lá para curtir a música e não ta nem ai os outros. rsrsrsrsrs

  2. Jeferson Cardoso P. Lança disse:

    Eu nem sabia que se dançava gótico. Pra mim vc fazia parte da tribo ia nos lugares relacionados a ela e pronto.

    Dança é uma expressão da alma que é refletida pelo corpo. Pular o “amigo” morto é um passo que exprime a essência da alma gótica.

  3. Vivi disse:

    Adoro o sarcasmo implícito (ou não!) no post… mais engraçado ainda é gente levando a sério! haha

  4. Genial, adorei essa postagem. Muito divertido! 8)

  5. Aryane disse:

    kkkkkkkkkkkkk

  6. Clara Saker disse:

    E essa música da secção de compras/construção do The Sims durante as instruções? =P
    Hahahahahaha… Cômico!

  7. Fabio Melo disse:

    Nada supera a dança dos cybergoths neste clipe aqui: http://www.youtube.com/watch?v=cNAdtkSjSps

  8. Biil disse:

    eu gostei .. rsrs’ .. o passo que mais representa o gênero é o “cuidado com as abelhas” …

Comente este post