Aproveitando que o verão tá aí, vou ajudar vocês a realizarem o sonho de ter um biquíni de Slave Leia pra chamar de seu! E, como eu sei que o 13o já tá comprometido, é uma versão bem baratinha, que talvez dê pra fazer com coisas que você já tem em casa.

Pesquisei vários tutoriais na internet e escolhi o mais simprão pra trazer pra cá. Ele foi feito pela Kiki Vader e as imagens foram tiradas de lá.

Pegue papel e caneta pra anotar o que você vai precisar:

-Arame (foi usado de 1,2mm de espessura)
-Alicate
-Jornal
-Cola PVA
-Fita crepe
-Pistola de cola quente
-Cetim marrom avermelhado (o tamanho do corte depende do seu tamanho! Lembre que você vai precisar para a parte da frente e de trás)
-Veludo ou camurça marrom (para forrar a parte de cima; não precisa ser muito)
-Duas peças de isopor no tamanho A4
-Tinta acrílica nas cores dourado, preto e prata
-Pincel
-Corrente
-Um pedaço de elástico grosso e outro fino (para sustentar a roupa no lugar, pfvr sem nudez!)

E vamos lá!

Parte de cima
Faça uma dobra no arame para ficar em formato de “gota”. Essa parte será a abertura do biquíni nos seus peitos, então veja qual o tamanho que te deixa confortável.  Aonde o arame cruzar, dobre cada parte para o lado oposto em 90 graus e modele o resto do fio.

Confuso? Tem foto pra ajudar:

A parte de fora, que tem a curva mais aberta, é o fim do biquini. Quando estiver num tamanho bom, junte as extremidades no centro com a fita crepe, deixando o formato de biquíni, e corte o que sobrar com o alicate. Vai ficar assim:

Essa é a parte de fora. Para os detalhes de dentro, pegue mais dois pedaços de arame e dobre num formato do número 3. Ajuste cada parte de um lado da “moldura” do biquíni, corte e cole com a fita crepe para ficar no lugar:

Ainda sobrou arame, né? Porque você vai precisar usar mais um pouco. Dois pedacinhos dobrados em forma de U vão virar alcinhas na parte da frente e um outro vai virar o suporte para as costas:

Meça no corpo para saber o tamanho certo. A Kiki dá a dica de deixar um pouco soltinho, porque a estrutura vai ser forrada com jornal e ganhar volume.

Para essa parte, corte tiras de jornal e vá enrolando e colando com a cola PVA. Faça primeiro a parte da frente, espere secar e faça a parte de trás. Quando estiver tudo pronto e seco, encape com fita crepe, para ficar igual. Pode ser beeeem apertado, que é para não formar bolhas e aparecer quando pintar. O resultado:

A Kiki recomenda usar algum fio (pode ser um cadarço) para fazer uma prova preliminar e, se for necessário, dobrar um pouco mais aqui e ali. Mas com cuidado para não quebrar o revestimento.

Então, é só pintar! Comece com suas mãos de tinta dourada. Depois que secar, use a tinta preta para dar o aspecto envelhecido, especialmente nas dobrinhas. Para ficar natural, passe um pouco de tinta e remova esfregando de leve com um lenço de papel. Assim, o dourado fica escurecido.

Agora, só falta colar o tecido marrom aveludado com cola quente na estrutura. Também é uma boa ideia usar bojos atrás para ficar mais confortável e dar um formato mais certinho. A Kiki parece ter pintado o tecido com uma tinta brilhante:

O fio que segura é um elástico preto, que dá um caimento melhor e mais confortável. E acabou a parte de cima!

Parte de baixo
Começando pela lateral, que é um tipo de argola achatada de metal, pegue mais arame e dobre no formato. A Kiki fez levemente triangular. Assim como na estrutura do top, ela precisa ser revestida com jornal e fita crepe. Quando essas etapas estiverem prontas, pegue o elástico e as una, já pensando em como vão ficar no corpo. O processo todo:

Para fixar o elástico, a Kiki usou nós. Mas, como filha de costureira, recomendo costurar, que dá mais segurança e o acabamento fica mais bonito! E, por ser de elástico, dá para vestir sem precisar abrir a costura.

Tá quase acabando! Faltam as peças da frente e o tecido da saia. Para as peças, utilize os desenhos abaixo para criar as suas. É só copiar num isopor e cortar. Para evitar a textura, cole o próprio molde, utilizando o isopor só para sustentar:

Para criar relevos e texturas, use mais pedaços do isopor e cola quente. Só cuidado para não derreter o isopor! Depois, o processo de pintura é o mesmo do metal do top, ou seja, duas mãos de tinta dourada e tinta preta para envelhecer a peça. Vai ficar assim:

Com o cetim da saia já cortado do seu tamanho, é só montar. As placas acima vão esconder toda a bagunça: atrás delas, cole o tecido com cola quente e o elástico – esticado, hein! Senão, não vai dar para vestir. Se preferir, reforce a colagem com silver tape.

Agora, é só vestir e ser linda!

 

A Kiki não fez a trança, mas a Victoria fez e explicou! É um pouco complicado, mas, com tempo e treino, fica mais fácil.

Você precisa de um aplique longo da cor do seu cabelo. Faça uma trança de cada lado do aplique e prenda a um coque feito com o seu cabelo. Enrole uma das tranças nesse aplique. A outra ficará solta e de lado.

TA-DAAAAAAAA! Tudo pronto pra você fazer a princesa por aí. Não tem desculpa pra fazer a Kim Kardashian, hein??

PFVR NÃO HEIN

-AFFERSON GIOVANA, MUITO DIFÍCIL, NÃO TEM COMO COMPRAR PRONTO??

Ter, tem. Mas daí não é tutorial do nerd pobre, né??

Se tiver pelo menos 350 dólares para gastar nisso, você pode comprar aqui. É a “loja” mais recomendada na web, que faz o biquíni que as cosplayers profissionais usam por aí e o resultado é muito bonito.

Agora, se a grana estiver curta, você pode comprar o da Rubies, que não é tão bem acabado mas dá pro gasto. Vi por 70 dólares (frete incluso) na Amazon.

Quem escreve? Giovana


Giovana vê referências nerds onde não tem, crê que dor de cabeça é gene X se manifestando e acha que De Volta Para o Futuro > Star Wars. Pretende ser Embaixadora da Terra para Assuntos Externos e ainda quer casar com o Zachary Quinto apesar dele ser gay (afinal, é mandingueira e traz a pessoa amada de volta em 3 dias).

Comente este post