Eu já li muitos textos que discutiam esse assunto, mas ultimamente eu tenho notado que: ou as pessoas ignoram e não leem tudo que já foi escrito e explicado, ou elas até leram, mas não tiveram inteligência suficiente para absorver qualquer coisa que fosse.

Tem gente que adora ser chamado de otaku, que se auto proclama um. Tem gente que adora chamar as pessoas que gostam de qualquer coisa relacionada a Japão de otakus. Se você digitar Otaku no Google irá achar várias exemplos de pessoas que acham que ser chamado de otaku é legal, ou pelo menos, inofensivo.

Afinal de contas, o que é um otaku? Qual o significado dessa palavra? Será que é realmente legal ser chamado de otaku?

Otaku1

A palavra otaku é um termo derivado do japonês, que significa a casa de outra pessoa ou família. Também é usada às vezes com um sentido metafórico, como um pronome de segunda pessoa honorífico, neste caso podemos dizer que a tradução literal seria “você”.

Hoje em dia porém, nós conhecemos essa palavra com um outro sentido. Para a maioria das pessoas, otaku é uma pessoa que assiste animes, lê mangás, etc… Porém essa palavra não é assim tão inocente, quanto a forma que nós costumamos usá-la.

O termo otaku usado hoje em dia, se difere do original apenas pela forma como é escrito, e foi usado pela primeira vez, no começo dos anos 80, no discurso do humorista Akio Nakamori. Sua série de 1983, “Otaku no kenkyu”, usou o termo para designar fãs desagradáveis.

No Japão, de uma forma geral, chamar alguém de otaku é um insulto. É como se você falasse para a pessoa que as habilidades sociais dela são zero, que ela não tem nem nunca teve uma vida, além do seu fandom. Lá, um otaku é aquela pessoa que só sai de dentro de casa para comer ou fazer compras, uma pessoa obsessiva, um stalker, um sociopata.

Otaku2

Essa palavra acabou se tornando um tabu no Japão devido ao incidente ocorrido no ano de 1989, onde um japonês, chamado Tsutomu Miyazaki, assassinou várias garotinhas e gravou vídeos de tudo que ele havia feito com elas. Miyazaki nada mais era do que um otaku, fanático por lolicon*.

Eu poderia escrever linhas e linhas explicando como o termo foi erroneamente adotado nos Estados Unidos, e acabou se espalhando por vários outros países, como por exemplo o Brasil, mas eu sei que vocês não vão se importar muito. Basta saber que, o termo foi introduzido aos americanos por volta dos anos 80, com a paródia “Otaku no video 1985″, do Estúdio Gainax, e partir daí se espalhou.

Para concluir, não importa o que vocês pensem a respeito desse assunto, NUNCA me chamem de otaku, eu odeio essa palavra. E se um dia eu chamar alguém de otaku, pode ter certeza que meu objetivo era ofender.

* Lolicon, rorikon ou loli-con é uma abreviatura de lolita complex, ou seja, complexo de lolita em inglês. A palavra é usada no Japão para pedofilia ou efebofilia. Fora do Japão, geralmente é usada quando se refere a animes ou mangás que retratam meninas menores de idade (de 6 a 14 anos) em situações sexuais ou de nudez.
Fonte: Wikipedia

Quem escreve? Nah


Amo Resident Evil incondicionalmente, mas tenho quedas absurdas por Tomb Raider. Assisto séries e animes como se não houvesse vida além disso. Gosto de k/c/j-pop/rock e ~metal~. Sou brega, chata, leio fanfic com idol asiático e durmo com meias de lã o ano todo.

Categorias: Destaques, Otaku

Comentários

  1. Dandi disse:

    Se algum dia decidirem que DIARREIA é o nome de uma FLOR, muita gente vai insistir em dizer que adora cheirar diarreia, mas só porque alguém quer que o nome mude, não exclui seu dignificado original.

  2. Ana disse:

    é um termo usado no Japão e outros países para designar fã de animes e mangás. Entretanto, no Japão, o termo pode ser utilizado para designar um fã de qualquer coisa em um grande excesso.
    A palavra otaku em japonês é, originalmente, um tratamento respeitoso na segunda pessoa (??? lit. seu lar).
    O humorista e cronista Akio Nakamori observou que a palavra era muito utilizada entre fãs de animês e a popularizou por volta de 1989, quando a utilizou em um de seus livros. Este livro, M no jidai descrevia um assassino em série que se descobriu ser obcecado por animês e mangás pornográficos, e que recriava as histórias estuprando jovens garotas. A história foi inspirada em um assassino real, Tsutomu Miyazaki. Na época, criou-se um grande tabu em volta do termo e ele passou a ser usado de forma pejorativa para designar qualquer indivíduo que se torna obcecado demais em relação a um determinado assunto.

    1. João disse:

      Achei muito interessante seu comentário.
      Explicou em um comentário curto e de forma fácil de se entender o significado e acho que ficou ate menos marginalizado do que o da autora do post… Não acho que seja pra tanto odiar essa palavra é um termo que é tabu no Japão, mas seu significado original é diferente do que as pessoas usam hoje em dia. Continuarei usando essa palavra por causa de seu significado original porque não gosto de pessoas que intitulam palavras por seu significado destorcido…E sim tenho certeza do que sei o que significa um otaku por seu significado original ignoro distorções de significados…

  3. Itachi disse:

    Muito boa a postagem! Parabéns! O pessoal realmente inverte os significados reais dos termos. Aqui no brasil ser otaku significa ser nerd de coisas japonesas e só. Ainda por cima ser nerd está na moda.
    Deixo um link de um dos melhores sites hentais pra rapaziada.

    http://adegadoshentais.blogspot.com.br/

    abraços.

  4. Evelyn disse:

    Como uma pessoa disse lá em cima a palavra Otaku significa fanatismo, ou seja, não é só fanatismo por animes ou mangás e sim por qqer coisa. Se vc for um fanático por futebol, filmes, novelas, games e etc… pode se considerar um otaku. Vc simplesmente vive e respira por aquilo que realmente gosta, ou seja, vida social zero.

  5. taina disse:

    eu nao ligo de me chamarem de otaku ou otome e nao acho uma ofensa pra quem acha legal anime por que realmente tem gente que é fanatica por anime entam ta chamando a pessoa de fanatica por anime que é o que ela é,eu adoro e amo anime e sse for o termo pra que gosta prefiro ser chamada de fã de anime do que otaku eu nao ligo!!!!!!!

  6. Jéssica disse:

    Acredito que sim, a maioria das pessoas sabem o sentido japonês pra palavra mas ainda sim não se importam se alguém os chamar assim, é só dar uma olhada em como isso já foi discutido e quantas milhares de páginas tem no próprio Facebook com “otaku” no nome. E não, não sou do IBGE (blablabla, ta na hora de arrumar um argumento melhor pra usar contra quem discorda contigo, heim!?).
    E na boa, se for pra colocar as cartas na mesa e não usar nenhum termo erroneamente já que isso é de tanta importância mesmo que estejamos num país que o uso da palavra mudou do original, tá na hora de mudar o nome disso aqui ou então de cair fora do site, pq todo mundo ta careca de saber que geek é também um termo pejorativo e não deixou de ser só pq ser nerd ou geek virou moda. Mas parece que esse título vcs adoram, né!? Pq será…

  7. Edmar disse:

    Não me denomino otaku, mas o próprio termo nerd ou mesmo geek tem uma caracterização negativa, esse último especialmente nos países de língua inglesa e acho que ninguém aqui se incomodou a ponto de mudar o nome do blog, aliás, acho que otaku nada mais é do que o equivalente japonês para NERD ou mesmo GEEK.

    Acredito que muita gente rejeita o rótulo de otaku pela questão de que cada vez mais os otakus brasileiros se assemelham ao seus equivalente japoneses em termos de comportamento, mas ora mesmo quem se orgulha de ser considerado ou chamado nerd sabe que existe quem seja enquadrado no rótulo que se aproxima e muito do significado original do termo, penso que aí vai de cada um, no meu caso se gostar de animes, mangás e cultura japonesa é ser otaku, até posso aceitar isso de boa, agora se referem-se a mim como otaku nesse sentido original da palavra e com todo aquele estereótipo de incorporar palavras da língua japonesa no meu dia-a-dia e ficar falando fininho, dispenso, eu sei que não sou nada disso mesmo. XP

  8. marina disse:

    Vamos combinar que ser “otaku” não é legal nem no Japão e nem no Brasil. Falo isso porque já fui dessas viciadas em anime na pré-adolescência, e hoje vejo como é ridículo. E não falo do conteúdo apreciado, mas das pessoas e das atitudes delas. Um dia vão perceber o quão vergonhosa é a situação. O problema não é gostar, mas o comportamento e o jeito que tratam as coisas japonesas.

    1. larissa disse:

      aaaaaaaaaaah então nos temos q gastar dinheiro em crak e outras drogas e nos prostituir nas baladas para ser descolados?
      pelo menos os mangás e outras coisas não vão sair pelo trazeiro e ir embora no vazo no dia seginte,e pelo menos nos sabemos q vamos voltar para casa depois dos eventos cosplay.

      1. Eu concordo com você. Eu prefiro assistir animes do que me prostituir numa balada regada a drogas

  9. Luiz disse:

    No Brasil, não tem a mesma conotação que no japão… mas a julgar pela maioria dos brasileiros frequentadores de convenções de anime e manga no Brasil eu considero um insulto da mesma forma xD *e tb só uso o termo para insultar pessoas com tais comportamentos exageradamente obsessivas, sem que elas de fato se ofendam hohoho*

  10. MK disse:

    No brasil otaku foi a palavra adotada para designar pessoas que curtem animes, mangás, etc. No japão é uma palavra ofensiva.
    Eu me proclamo otaku conhecendo o sentido japonês, mas me proclamo otaku com o sentido brasileiro.
    Em portugal uma “rapariga” é uma moça, aqui no Brasil é uma palavra ofensiva.
    Alguém acima disse que você é preconceituosa, talvez, mas ignorante concerteza, porque é como se você estivesse se fazendo de retardada para não vê que uma palavra pode ter diferentes sentido dependendo do local em que se encontra. Como já disse antes me proclamo otaku, mas se eu fosse ao Japão, teria o maior cuidado para não fazer uso da palavra, para não ofender ninguém.

    1. Helloise disse:

      Exatamente!Até mesmo dentro do Brasil há diferentes significados para a mesma palavra. “Assanhado” pode significar excitado ou ousado em alguns estados. Em outros significa apenas que o cara não penteou o cabelo. Vamos abolir a palavra do dicionário por causa disso? ‘-’

  11. André disse:

    Alguém aí já viu os vídeos do Rafão Otaku no YouTube? Pesquisa “RafãoOtaku” no YouTube e divirta-se!

  12. Leandro Q. disse:

    “Para concluir, não importa o que vocês pensem a respeito desse assunto, NUNCA me chamem de otaku, eu odeio essa palavra. E se um dia eu chamar alguém de otaku, pode ter certeza que meu objetivo era ofender.”
    Tenho um amigo q mora no Japão e me explicou isso a apartir disso passei a ODIAR essa palavra tambem :| e concordo plenamente com o q vc falou

  13. Aomi-chan disse:

    Oooooooi.

    Primeiramente, eu até mesmo concordo com você. Porque no JAPÃO esse termo é ofensivo, do mesmo modo que nerd é aqui. E tenho que afirmar também que todos aqueles que se auto-denominam otakus sabem muito bem o significado. E vocês também devem saber que nerd (ou geek) não é só um mar de sakuras! Eu me chamo de otaku, e sei sim o significado. Meus amigos se chamam de otaku, e sabem muito bem o significado. Antes de me tornar uma otaku, eu li em vários lugares que é ofensivo, que no JAPÃO é um termo feio. Se eu viajar para o Japão, vou ter cuidado para não chamar ninguém disso, muito menos vou me denominar uma otaku. Mas agora estamos no BRASIL. E aqui no Brasil esse termo se tornou um nome para caracterizar os fãs de anime e mangá (ou ao menos é isso que sei).

    Qual o problema disso? Eu estou rindo de mim mesma agora, mas na minha cabeça passou uma idéia que não posso desconsiderar. Preconceito. Pode rir de mim, porque estranha, e acabei de acordar. Mas você simplesmente ri daqueles que se auto-denominam otakus sem conhecer eles! Você conhece eles? Sabe se eles gostam de ser chamados assim? Se eles sabem o significado? NÃO! E você os julga antecipadamente. Para mim, isso é sim preconceito.

    E você é preconceituosa.

    1. Babs disse:

      “E tenho que afirmar também que todos aqueles que se auto-denominam otakus sabem muito bem o significado.”

      Gente olha esse pessoal do IBGE comentando aqui! o blog tá importante! pessoal joga as estatísticas com uma propriedade né?

      ou foi alguma enquete da yamato oficial que eu não to sabendo? RSSS

      anham

      1. Gisele Augusto disse:

        Gotta love Babs! Hahahaha

        1. Omninerd disse:

          Hora de colocar seus chapéuzinhos com mini-guarda-chuvas, pessoal, porque as ~fezes~ estão prestes a acertar o veitlador.

          a.k.a: incoming shitstorm.

          1. Omninerd disse:

            Eeee o comentário saiu no canto errado. Vou ali conversar com o criador do wordpress e já voltou.

      2. nay_chan disse:

        Estatisticas, estatisticas. N sei como e q é ai onde vc mora mas a maioria dos “old” otakus q eu conheço, tanto na internet qnt na cidade e em eventos e tals sabe mt bm o significado do termo, sobre os novatos eu n sei dizer, na boa q so to comentando aki pq vi a implicancia c as “estatísticas” em outros posts, faça o favor vcs sabem mt bm o q o povo qr dizer c isso

  14. Liryan disse:

    Bom, inicialmente “nerd” também era um termo pejorativo para “sociopatas” que só saiam de casa para comprar o que era necessário e passavam o resto do tempo estudando e se entupindo de cultura pop. Mas ai surgiram uns ricos e o mundo inteiro virou nerd! E o “nerd” virou o “new sexy”.

    Me parece a mesma coisa para otaku, outras derivações, o próprio termo “geek”… A grande maioria das pessoas adora um rótulo! Quando querem sem incluir em algum grupo ou subgrupo, para se sentirem “na turminha”, adotam o rótulo. Seja ele pejorativo ou não. Como a coisa do paganismo, por exemplo.

  15. Nay-chan disse:

    Como ja disseram, tanto otaku como nerd tem significados originais perjorativos. Se eu nao me importo de ser chamada de nerd, pq vou me importar de ser chamada de otaku? Antes de me denominar otaku eu pesquisei bastante sobre o que era, mas sinceramente, eu acho que me apegar a um significado que, no país que a gente vive, nao tem mais sentido, – digo isso porque quem se diz otaku quer se dizer fãs de animes e mangás, nao se referem ao significado original- é completamente inútil. É tudo uma questão de interpretação, se voce ouve alguem dizer “eu sou otaku” por interpretaçao voce pensa “ela gosta de animes e mangás”, porque é o significado difundido pela maioria.

    Eu me chamo de otaku pq é mt mais fácil do que fazer um discurso “eu gosto de animes e mangás” “voce nao é otaku?” “nao otaku é blablablablabla…”
    Eu acho que é importante saber essa origem, mas acho que me encucar com ela nao vale a pena, se for assim teremos que ter cuidado com todas as palavras que usamos, com a origem de todas elas. Principalmente quando é algo que já está “marcado” na cultura, digo, se esse tipo de “conscientização” fosse espalhada qnd o termo começou a pegar, de boa, até se poderia evitar o termo, e seria legal. Mas já que o termo já pegou…

  16. Sigo um canal no youtube que mostraram os otakus de trem lá no Japão….achei bizarro.
    Mas, acho que aqui no Brasil a ideia e outra, não acho ruim que me chamem de otaku porque aqui o significado e outro.
    Por trás de toda palavra tem um significado cheio de história. Mas acho que se ficarmos nos apegam a isto agente nâo vive mais.
    Digo isto porque teve uma época que começei a estudar a simbologia das coisas e começei a pirar vendo ocultismo em todas as coisas.

  17. Monica Eiko disse:

    OMG Garotas Geeks! ?
    Finalmente, finalmente alguém para explicar tudo isso! Pois já me chamaram de ignorante porque falei que Otaku não era uma palavra muito legal para se denominar um fã de anime/mangá/desenho japonês (só para polemizar 8D -não), isso porque antes eu falava “Sou Otaku com orgulho!!!!”, mas agora sei o real sentido dela, e prefiro só falar “sou fã de anime e mangá” mesmo.

    Ótimo post!
    Obs: prevendo “otakinhos” dando “piti” no post em 3, 2, 1…

  18. Kaka disse:

    Hhuahua, otaku anime, tudo ganhou significado novo aqui… Mas se vc falar que otaku é isso ai eles n vao ligar mas se vc chamar anime de desenho animado…

    1. Leandro Souza disse:

      Aí é que tá! Esse povo que quer fazer a Nova Guerra Fria (trocando a URSS pelo Japão)é otaku!

      Seguindo o raciocínio… Devo chamar o Tintin de bandee desinée e desinée animé?

  19. Paula Broda disse:

    Aproveitando o assunto, gostaria de recomendar um livro de Étiene Barral, sociólogo que mora no Japão desde 1986 e faz uma análise profunda do que é ser Otaku e como vivem essas pessoas na sociedade japonesa.
    O livro chama “Otaku – Os filhos do Virtual”, é relativamente antigo (foi publicado em 2000 e lançado em 2001 no Brasil) mas continua super atual. Para quem se interessa no assunto, ou sobre cultura pop em geral, é leitura obrigatória. Foi publicado pela editora Senac. :)

  20. Bitetti disse:

    Nos idos de 1998~2001 eu adorava me chamar Otaku, eXer, e Trecker, Rockeiro, underground e sorbetudo nerd. E de fato TODOS eram termos pejorativos (otaku, nerd e fã de quadrinhos para a sociedade tinha/tem o mesmo peso de “punheteiro”)
    Hoje virou algo tão banal que perdeu o sentido, não tem mais a identidade. Por isso larguei esses termos. Infelizmente faz parte do crescer vc se despedir de algumas palavras.

  21. Por mais incrível que pareça, a maioria das pessoas que se auto denominam otakus SABEM que otaku é originalmente uma ofensa.

    “Erroneamente adotado” ¬¬ Ah sim, até porque “nerd” é usado no seu significado original né…

    Se usam essa palavra no japão para se referir aos fãs perturbados, o que há de errado em pessoas que se enxergam (ou apenas são) mais ou menos perturbadas se denominarem assim?

    Affô, acho um saco essa mania que certa gente tem de achar que otakus não sabem o que essa palavra significa originalmente.
    Sim, nós transformamos isso numa gíria com um significado nem tão diferente assim do original.
    Somos perturbados, malucos, fanaticos e sem muita habilidade social.
    Problem?

    1. Babs disse:

      a maioria das pessoas que se auto denominam otakus SABEM que otaku é originalmente uma ofensa

      estatísticas = o seu círculo social ou é alguma pesquisa oficial do instituto IBGE?

    2. João Pedro disse:

      Também concordo com você! Sou Otaku, pode se dizer que sou fanático demais, não saio de casa quase nunca (quando saio é com meus amigos otakus ou pra fazer algo pessoal) e fico sempre no meu quarto fazendo coisas de otakus (lendo mangás, assistindo animes, jogando jogos, etc) mas eu também sei que é uma ofensa lá e eu me encaixo quase perfeitamente no termo otaku de lá! Então eu acho que sou um otaku legítimo! Se me chamarem de otaku e me excluírem dessa sociedade preconceituosa não ligo porque sei que existem pessoas que são otakus e pensam do mesmo jeito que eu e que me apoiam assim como eu apoio eles

    3. Misaki Shimizu disse:

      Concordo com vc eu me encaixo totalmente nesse termo sendo ele usado aqui ou no Japão e não me importo de ser chamada pelo tal

  22. Tais disse:

    Eu já sabia há algum tempo que ‘otaku’ tinha significado pejorativo da mesma forma que o significado real de ‘ecchi’ é bem diferente do que foi popularizado entre nós. Mas, que eu saiba, otaku é usado pra designar fanáticos por qualquer coisa, e não apenas do que é derivativo da cultura de animes e mangás (coisa que não ficou lá muito claro no seu texto).

    A gente teve uma apropriação do termo ressignificado e não acho que isso seja inerentemente ruim, da mesma forma que aconteceu com váááárias outras palavras estrangeiras tanto na escrita quanto no sentido propriamente dito. Mas acho muito importante levar em conta o sentido original de otaku quando for analisar a cultura japonesa sob a ótica ocidental.

    1. Mah disse:

      Like aqui. Porque justamente, Otaku é fanático. Não só por anime ou mangá, simplesmente fanático.

  23. Eric Hayashi disse:

    Acho que em NHK ni Y?koso! explica bem o que é um Otaku rs

    1. Anny Figueira disse:

      Ele explica o que é um hikikomori.

    2. Yamada Tsuyoshi disse:

      Densha Otoko que explica bem como é um otaku

  24. Babs disse:

    inicio aqui a campanha pra mudar a categoria “otaku” do Blog garotas geeks pra “mundo asiático” (e aí a gnt inclui a subcategoria k-pop HUHUHUHU)

    1. Giovana disse:

      HAHAHAHA justo

    2. Deborah disse:

      Apoiado! mas trocaria a subcateria K-pop por “música” aí a gente pode por uns j-rock da Nah de vez em quando tbm! :)

  25. Eu vivia explicando para os meus amigos o real significado da palavra otaku e eles sempre falavam “Mas aqui no Brasil é outra coisa”. Eu não gosto de ser chamada assim e nunca entendi o porque deles gostarem tanto de serem conhecidos como tal. O pior mesmo é umas meninas da minha escola que dizem ser otomes e, quando alguém pergunta o que isso significa diz: “Otome é o feminino de otaku.” GENTE! Vamos pesquisar um pouquinho antes de falar, né? Só pode ser para nos fazer rir, porque né. Hahahhaha.

    1. Eider disse:

      Verdade sou otaku e acho que para ser melho pressizo pesquisa tudo sobre o assunto